Birthday (canção de The Beatles)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
"Birthday"
Canção de The Beatles
do álbum The Beatles
Lançamento 22 de novembro de 1968
Gravação 18 de setembro de 1968
Gênero(s) Hard rock, Rock and roll, Blues
Duração 2:42
Gravadora(s) Apple Records
Composição Lennon/McCartney
Produção George Martin Chris Thomas
Faixas de The Beatles
Lado um
  1. "Back in the U.S.S.R."
  2. "Dear Prudence"
  3. "Glass Onion"
  4. "Ob-La-Di, Ob-La-Da"
  5. "Wild Honey Pie"
  6. "The Continuing Story of Bungalow Bill"
  7. "While My Guitar Gently Weeps"
  8. "Happiness Is a Warm Gun"
Lado dois
  1. "Martha My Dear"
  2. "I'm So Tired"
  3. "Blackbird"
  4. "Piggies"
  5. "Rocky Raccoon"
  6. "Don't Pass Me By"
  7. "Why Don't We Do It in the Road?"
  8. "I Will"
  9. "Julia"
Lado 3
  1. "Birthday"
  2. "Yer Blues"
  3. "Mother Nature's Son"
  4. "Everybody's Got Something to Hide Except Me and My Monkey"
  5. "Sexy Sadie"
  6. "Helter Skelter"
  7. "Long, Long, Long"
Lado 4
  1. "Revolution 1"
  2. "Honey Pie"
  3. "Savoy Truffle"
  4. "Cry Baby Cry"
  5. "Revolution 9"
  6. "Good Night"

"Birthday" é uma canção dos Beatles composta por Paul McCartney, creditada à dupla Lennon-McCartney, e lançada no álbum The Beatles ou "Álbum Branco" de 1968. Esta música abre o lado três do LP (o que seria o disco 2 em CD) e marca o retorno dos Beatles à tradicional forma do rock and roll, apesar de suas composições terem aumentado em complexidade e terem desenvolvido características próprias e originais nesse ponto.

Origens da Criação[editar | editar código-fonte]

Os Beatles agendaram para mais cedo a sessão de gravações no Estúdio 2 do Abbey Road Studios, em 18 de setembro de 1968. Na ocasião, eles iriam dar uma escapada do estúdio para casa de Paul McCartney a fim de assistir ao filme clássico de rock, "The Girl Can't Help It" de 1956 e que iria passar pela primeira vez na BBC de Londres no horário nobre. Chris Thomas, o co-produtor do disco, disse: "Eu tinha avisado Paul uns 2 dias antes sobre a exibição do filme, então a idéia era fazer uma pausa, ir para a casa de Paul em Cavendish Avenue assistir ao filme e depois voltar ao trabalho."

Então no dia, Paul foi o primeiro a chegar e ele já estava com o riff principal de "Birthday." Os outros Beatles chegaram mais tarde quase que juntos e Paul já tinha boa parte da música e as primeiras estrofes da letra. A base estava ensaiada quase próximo de estourar o tempo para sair e pegar o início do filme. Na volta da sessão, todos empolgados pela energia transmitida pelo filme, eles terminaram a canção inteira. Compuseram, ensaiaram e gravaram, foi tudo feito em um dia.

Letra[editar | editar código-fonte]

Paul e John cantam nas primeiras linhas: "Você diz que é o seu aniversário, Bem, é meu aniversário também. Vamos passar um tempo legal, estou feliz que é seu aniversário." Depois Lennon em uma harmonia lenta canta "Sim! Nós vamos para uma festa." E Paul canta com um coral de fundo: "Eu gostaria de dançar, me dê essa chance."

Paul McCartney fala sobre a letra: "Aquilo foi 50 a 50, John e eu, fazendo a canção e gravando tudo na mesma noite. Eu não me lembro de ser o aniversário de ninguém em particular, mas vendo por outro lado é uma canção que se refere a tradições como o Natal ou aniversários, isso traz vida à canção, será uma ótima canção porque as pessoas vão colocar pra tocar em festas e cantar em aniversários."

Porém, John Lennon diz que a letra já tinha sido escrita antes: "Foi como todas as outras canções do álbum. Escrita na Índia. A gente costumava pegar um dia da semana para nos sentarmos com nossos violões e Paul queria escrever algo sobre aniversários, então ele fez a dele. É uma droga, mas tem um som interessante: Colocamos o piano num amplificador de guitarra e um efeito tremolo, o que acho que foi a primeira vez que fizemos."

Gravação[editar | editar código-fonte]

A canção começa com uma introdução de tambor, tocado por George Harrison, com som abafado pelo uso de uma luva de pelica, e a progressão de blues começa com uma voz inspirada de Paul McCartney, (talvez pelo filme visto, "The Girl Can't Help It" que contava com Little Richard, Gene Vincent, Eddie Cochran, Jerry Lee Lewis Fats Domino e outros). Esta música é a única faixa no "Álbum Branco" em que Lennon e McCartney dividem o vocal.

John Lennon adicionou os efeitos do final do último acorde e outras pessoas contribuíram para a música como Pattie Boyd e Yoko Ono como vocais de apoio e a equipe de Mal Evans, o assistente de estúdio, com palmas.

Os músicos[editar | editar código-fonte]


Curiosidades e referências[editar | editar código-fonte]

  • Em um episódio de Três É Demais (Full House), a família entra no quarto de Jesse (John Stamos) e acorda ele para comemorar seu aniversário. Enquanto a família canta "Birthday," Joey (Dave Coulier) imita o riff de guitarra.
  • Em vários instantes do episódio "Hypno-Birthday to You" do personagem Jimmy Neutron, é possível ouvir a canção de fundo.
  • Usado no seriado "A Gata e o Rato" (Moonlighting), no episódio da segunda temporada "In God We Strongly Suspect", David (Bruce Willis) canta com todo o elenco do escritório para Maddie (Cybill Shepherd) como uma surpresa pelo seu aniversário.
  • Em um episódio de "A Família Soprano" (The Sopranos), Carmela fala sobre a canção para puxar um papo na mesa de jantar com seu filho, mas ele não se impressiona dizendo que a linha de bateria é muito básica.
  • McCartney e Starr fizeram um performance dessa canção para comemorar o aniversário de 70 anos de Ringo no dia 07 de julho de 2010 no Radio City Music Hall em Nova Iorque.
  • Paul Weller gravou a canção para o 70º aniversário de McCartney. Esta versão estava disponível para download em 18 de junho de 2012, para apenas um dia.