Bisão-caucasiano

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Como ler uma infocaixa de taxonomiaBisão-caucasiano
Híbrido no Zoológico de Poznań.
Híbrido no Zoológico de Poznań.
Estado de conservação
Extinta
Extinta  (1927) (IUCN 3.1)
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Mammalia
Ordem: Artiodactyla
Família: Bovidae
Subfamília: Bovinae
Género: Bison
Espécie: B. bonasus
Subespécie: B. b. caucasicus
Nome trinomial
Bison bonasus caucasicus
(Turkin & Satunin, 1904)

O bisão-caucasiano (Bison bonasus caucasicus), extinto em 1927, era uma subespécie de bisão-europeu que habitava as montanhas do Cáucaso na Rússia. Em 1860 sua população chegou a ser de dois mil indivíduos e começou a diminuir no início do século XX por conta da divisão de território com gado bovino trazido pelo ser humano. Esses animais trouxeram doenças como a febre aftosa que foi um dos principais fatores de extinção do bisão-caucasiano.

Por volta de 1940, foram obtidos híbridos entre o bisão-americano (Bison bison), o bisão-europeu-comum (Bison bonasus bonasus) e o bisão-caucasiano (Bison bonasus caucasicus), que por volta de 1960, foram reintroduzidos nas montanhas do Cáucaso. Em 2000, estes descendentes híbridos do extinto bisão-caucasiano foram oficialmente descritos como uma nova subespécie, o Bison bonasus montanus.[1]

Referências

  1. RAUTIAN, G.S.; KALABUSHKIN, B.A.; NEMTSEV, A.S. (2000). «A new subspecies of the European bison, Bison bonasus montanus ssp. nov. (Bovidae, Artiodactyla)». Doklady Biological Sciences. 375 (4): 563-567 
Ícone de esboço Este artigo sobre artiodáctilos, integrado no Projeto Mamíferos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.