Björn Ragnarsson

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Björn Ironside)
Ir para: navegação, pesquisa
Bjorn Flanco de Ferro
Björn järnsida
Rei dos Suíones
Elevação tumular de Bjorn Flanco de Ferro na ilha de Munsö, no lago Mälaren, Suécia. O túmulo é coroado por uma pedra contendo o  fragmento da Inscrição Rúnica 13 de Uplândia]]
Casa Casa de Munsö
Filho(s) Érico, filho de Bjorn (Erik Björnsson) e Refil


Bjorn Flanco de Ferro (em sueco: Björn Järnsida; em nórdico antigo: Bjǫrn Járnsíða; em islandês: Björn Járnsíða; em latim: Biornus) foi um rei lendário dos Suíones, de origem dinamarquesa, que teria vivido no século IX. Segundo a Saga de Hervör e a Saga de Ragnar Calças Peludas teria sido um dos quatro filhos de Ragnar Lothbrok. Conta-se que foi o primeiro soberano da Casa de Munsö.[1][2][3][4]

Margrave's coronet.png
Bjorn Flanco de Ferro
Björn Järnsida
Margrave's coronet.png
Érico, filho de Bjorn
Erik Björnsson
Príncipe
Refil
Refil

Bjorn comandou expedições de pilhagem dos vikings à França, Espanha e Itália, assim como de conquista à Inglaterra.[2][1]

No início do século XVIII, uma elevação tumular, na ilha de Munsö foi descoberta por antiquários, acredita-se ser o Björn Järnsidas hög ou Hög de Bjorn Flanco de Ferro. Hög, da palavra haugr da  Língua nórdica antiga, significa  elevação tumula ou montículo.[5]

Referências

  1. a b «Björn Järnsida» (em sueco). Ahlander. Consultado em 27 de outubro de 2016 
  2. a b «Björn Järnsida» (em sueco). Nationalencyklopedin – Enciclopédia Nacional Sueca. Consultado em 27 de outubro de 2016 
  3. Lagerquist, Lars O (1997). «Vikingakungar». Sveriges Regenter. Från forntid till nutid (em sueco). Estocolmo: Norstedts. p. 24. 440 páginas. ISBN 91-1-963882-5 
  4. Henrikson, Alf; Björn Berg (1963). «Kraka». Svensk historia (em sueco). Estocolmo: Bonnier. p. 67. 1062 páginas. ISBN 91-0-055344-1 
  5. Lagerquist 1997:24

Ver também[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Osteno, o Barrigudo
Margrave's coronet.png
Rei dos Suíones

século IX
Sucedido por
Erik Björnsson