Blablacar

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
BlaBlaCar
Empresa privada
Fundação 2006; há 13 anos
Sede Paris, França
Valor de mercado USD 1,6 bilhões (2015)[1]
Website oficial www.blablacar.com

BlaBlaCar é uma plataforma de caronas de longa distância, sendo a maior a nível mundial.[2] Criada em dezembro de 2003 por Frédéric Mazzella[3] e fundada em 2006,[4] a BlaBlaCar conecta motoristas e passageiros dispostos a viajar entre cidades e compartilhar o custo da viagem, com mais de 60 milhões de membros[5] em 22 países.[6][7][8][9]

Modelo[editar | editar código-fonte]

O modelo de negócio visa viagens de longa distância, sendo voltado para motoristas que querem usar as vagas ociosas de seus carros em viagens que eles já realizariam de qualquer jeito.[3] Os membros têm de se registrar e criar um perfil pessoal online, que inclui as avaliações e um processo de verificação de identidade.[10][11][3] O serviço é acessível via web, celular e também através de aplicações para iOS e Android.[12]

História[editar | editar código-fonte]

Adesivo da BlaBlaCar em um carro

Mazzella teve a ideia em 2003, ao tentar viajar para casa para o Natal. Naquela época, ele observou muitos carros com vagas disponíveis, mas que não podiam ser compartilhadas com facilidade. Em 2008, os fundadores lançaram a "comunidade web 2.0 Covoiturage.fr", descrito como "um serviço de reservas via Facebook."[13]

Financiamento[editar | editar código-fonte]

Inicialmente auto financiada, em 2011 a empresa arrecadou 1,2 milhões de euros de um fundo de capital de risco francês, e no mesmo ano recebeu investimento de 10 milhões de dólares da Accel, além de adquirir um serviço de caronas na Itália.[14] Em 2014, a empresa arrecadou mais 100 milhões de dólares de investidores, incluindo a Accel e o Index Ventures.[15][14] Em 2015, a empresa arrecadou mais 200 milhões, principalmente do Insight Venture Partners, pondo o valor da companhia em 1,6 bilhões de dólares.[1][16]

Expansão internacional[editar | editar código-fonte]

Disponibilidade da Blablacar pelo mundo.

Recepção crítica[editar | editar código-fonte]

BlaBlaCar foi premiada com mais de 50 prêmios e menções honrosas, desde a sua criação, incluindo, mais recentemente, um prêmio especial do Le Figaro para o "Melhor lugar para se trabalhar: diversão e desempenho" de acordo com o INSEAD, Escola de Negócios.[32] A plataforma fez sucesso na Europa, em especial na Espanha, mas enfrenta lá uma batalha judicial com um sindicato de empresas de transporte de ônibus devido a concorrência com estas.[29]

Veja também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Scott, Mark (16 de setembro de 2015). «BlaBlaCar, a French Ride-Sharing Start-Up, Is Valued at $1.6 Billion». The New York Times 
  2. Wauters, Robin (14 de janeiro de 2015). «BlaBlaCar brings its city-to-city ridesharing platform to India» (em inglês). Tech.eu. Consultado em 4 de fevereiro de 2016 
  3. a b c Hickey, Shane (13 de abril de 2014). «BlaBlaCar is to car hire what AirBnB is to the hotel industry». The Guardian (em inglês). Consultado em 4 de fevereiro de 2017 
  4. Murad Ahmed, European Technology Correspondent (10 de dezembro de 2014). «BlaBlaCar sets course to hit all points other than the US» (em inglês). FT.com. Consultado em 4 de fevereiro de 2017 
  5. Romain Dillet (30 de Janeiro de 2018). «BlaBlaCar is optimizing its service for small cities and has a new visual identity» (em inglês). TechCrunch. BlaBlaCar now has 60 million users. 
  6. Sarkar, John (14 de janeiro de 2015). «France's BlaBlaCar drives into India» (em inglês). Times of India. Consultado em 4 de fevereiro de 2017 
  7. Srsan, Marko (23 de abril de 2015). «BlaBlaCar launches in Mexico» (em inglês). EU-Startups. Consultado em 4 de fevereiro de 2017 
  8. a b «BlaBlaCar moves into Brazil». the star (em inglês). Consultado em 4 de fevereiro de 2017 
  9. «Social Impact Lures MBA Grads To Sharing Economy Pioneers Like Airbnb». BusinessBecause (em inglês). Consultado em 4 de fevereiro de 2017 
  10. «Blablacar's recipe for creating trust» (em inglês). Consultado em 4 de fevereiro de 2017 
  11. «BlaBlaCar Review - April's Must Have Travel App» (em inglês). Consultado em 4 de fevereiro de 2017 
  12. Eaton, Kit (5 de agosto de 2015). «The International Answers to Uber and Lyft». The New York Times (em inglês). ISSN 0362-4331. Consultado em 4 de fevereiro de 2017 
  13. «BlaBlaCar has turned ride-sharing into a multi-million-euro business (Wired UK)». Consultado em 17 de setembro de 2015 
  14. a b COWAN, MATT (14 de abril de 2015). «BlaBlaCar has turned ride-sharing into a multi-million-euro business». Wired 
  15. SCOTT, MARK (2 de julho de 2016). «BlaBlaCar, a Ride-Sharing Start-Up in Europe, Looks to Expand Its Map». The New York Times 
  16. Dillet, Romain (8 de setembro de 2015). «BlaBlaCar Is Raising $160 Million From Insight, Valuing Ride-Sharing Startup At $1.2 Billion». TechCrunch 
  17. «3 Steps To Making Your Internet Business Go Global» (em inglês). Forbes.com. Consultado em 4 de fevereiro de 2016 
  18. «Need a ride? Carpooling platform Blablacar launches in the UK» (em inglês). TechCrunch. 29 de junho de 2011. Consultado em 4 de fevereiro de 2016 
  19. «P2P ride sharing shifts gears: BlaBlaCar goes to Benelux, Portugal & Poland» (em inglês). Whiteboardmag.com. 23 de outubro de 2012. Consultado em 4 de fevereiro de 2016 
  20. Ohr, Thomas (22 de março de 2012). «BlablaCar acquires Italian competitor PostoinAuto.it» (em inglês). EU-Startups. Consultado em 4 de fevereiro de 2016 
  21. Boogar, Liam (9 de abril de 2013). «Ridesharing marketplace Blablacar launches in Germany - already 3 Million registered users in Europe» (em inglês). Rudebaguette.com. Consultado em 4 de fevereiro de 2016 
  22. Rigby, Sophie (25 de junho de 2014). «French car-sharing service BlaBlaCar expands to Ukraine and Russia» (em inglês). Ukraine Digital News. Consultado em 4 de fevereiro de 2016 
  23. O'Hear, Steve (28 de janeiro de 2014). «European Carpooling Site BlaBlaCar Rides Into Russia And Ukraine Via Acquisition» (em inglês). TechCrunch. Consultado em 4 de fevereiro de 2016 
  24. Wauters, Robin (30 de setembro de 2014). «BlaBlaCar hits 10 million members, launches in Turkey» (em inglês). Tech.eu. Consultado em 4 de fevereiro de 2016 
  25. Ahmed, Murad (14 de janeiro de 2015). «Ride-sharing service Blablacar launches in India» (em inglês). FT.com. Consultado em 4 de fevereiro de 2016 
  26. «French BlablaCar buys Mexican start-up Aventones» (em inglês). NXTP Labs. 24 de abril de 2015. Consultado em 4 de fevereiro de 2016 
  27. Ahmed, Murad (15 de abril de 2015). «BlaBlaCar buys ride-sharing competitors to lock in European lead» (em inglês). FT.com. Consultado em 4 de fevereiro de 2016 
  28. Divac, Natascha (15 de abril de 2015). «France's BlaBlaCar Buys Two Carpooling Rivals - Digits - WSJ» (em inglês). Blogs.wsj.com. Consultado em 4 de fevereiro de 2016 
  29. a b Heloísa Mendonça (29 de Novembro de 2015). «Sucesso na Europa da crise, chega ao Brasil BlaBlaCar, o "Uber da carona"». El País 
  30. «Jízdomat.cz» (em inglês). Jizdomat.cz. Consultado em 4 de fevereiro de 2016 
  31. Dillet, Romain (2 de maio de 2017). «BlaBlaCar unveils BlaBlaLines, a new app for daily commutes». TechCrunch 
  32. «Alumni Entrepreneur Profile: Frédéric Mazzella 07D» (PDF). INSEAD. Abril de 2014. Consultado em 4 de fevereiro de 2016 

Ler mais[editar | editar código-fonte]