Blackstar (álbum)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Blackstar
Álbum de estúdio de David Bowie
Lançamento 8 de janeiro de 2016 (2016-01-08)
Gravação 2014–15
Gênero(s)
Duração 41:13
Idioma(s) Inglês
Formato(s)
Gravadora(s)
Produção Bowie, Tony Visconti
Cronologia de David Bowie
Five Years (1969–1973)
(2015)
Who Can I Be Now? (1974–1976)
(2016)
Singles de Blackstar
  1. "Blackstar"
    Lançamento: 19 de novembro de 2015 (2015-11-19)
  2. "Lazarus"
    Lançamento: 17 de dezembro de 2015 (2015-12-17)
  3. "I Can't Give Everything Away"
    Lançamento: 6 de abril de 2016 (2016-04-06)

Blackstar (estilizado como ) é o vigésimo quinto e último álbum de estúdio do cantor britânico David Bowie, lançado em 8 de janeiro de 2016, no sexagésimo nono aniversário do músico e dois dias antes de sua morte.[5] Sua doença não tinha sido revelada ao público até então. Co-produtor Tony Visconti descreveu o álbum como um canto do cisne planejado de Bowie e um "presente de despedida" para seus fãs antes de sua morte.[6]

Após o lançamento, o álbum foi recebido com aclamação da crítica e sucesso comercial, no topo das paradas em vários países após a morte de Bowie, e transformou-se no único álbum de Bowie no topo do Billboard 200 nos Estados Unidos. O álbum permaneceu na posição do número um nas paradas britânicas por três semanas.[7]

O disco contém sete faixas[8] com influências de jazz.[9] Duas delas são o single "Blackstar", lançado em 20 de novembro de 2015,[10] e a canção "Sue (Or in a Season of Crime)", parte da coletânea Nothing Has Changed (2014).[11]

A revista portuguesa Blitz considerou Blackstar como sendo o melhor álbum internacional de 2016.[12]

Faixas[editar | editar código-fonte]

  1. "Blackstar" – 9:57
  2. "'Tis a Pity She Was a Whore" – 5:27
  3. "Lazarus" – 6:22       
  4. "Sue (Or in a Season of Crime)" – 4:41 (versão do álbum de 2016)
  5. "Girl Loves Me" – 3:56       
  6. "Dollar Days" – 3:37       
  7. "I Can't Give Everything Away" – 4:39  

Referências

  1. a b Kinos-Goodin, Jesse (11 de janeiro de 2016). «David Bowie gains immortality with Lazarus, the boldest character of his career». Canadian Broadcasting Corporation (em inglês). Consultado em 13 de fevereiro de 2019 
  2. Dalton, Stephen (27 de novembro de 2015). «David Bowie: Blackstar». Classic Rock Magazine (em inglês). Consultado em 13 de fevereiro de 2019 
  3. Corner, Lewis (11 de janeiro de 2016). «David Bowie's new album was his perfect goodbye to fans». Digital Spy (em inglês). Consultado em 13 de fevereiro de 2019 
  4. Rayner, Ben (8 de janeiro de 2016). «David Bowie's Blackstar a nearly perfect goodbye: review». The Star (em inglês). Consultado em 13 de fevereiro de 2019 
  5. «David Bowie morre aos 69 anos». RollingStone. 11 de janeiro de 2016. Consultado em 11 de janeiro de 2016 
  6. «David Bowie's last release, Lazarus, was 'parting gift' for fans in carefully planned finale». The Daily Telegraph. 11 de janeiro de 2016 
  7. Myers, Justin (10 de fevereiro de 2016). «David Bowie sees off Sia to replace himself at Number 1». Official Charts Company. Consultado em 10 de fevereiro de 2016 
  8. «Blackstar by David Bowie». iTunes. Consultado em 21 de novembro de 2015 
  9. «David Bowie lançará novo álbum Blackstar em janeiro de 2016, diz jornal». Rolling Stone Brasil. 24 de outubro de 2015. Consultado em 21 de novembro de 2015 
  10. «David Bowie lança clipe de 'Blackstar'». G1. 20 de novembro de 2015. Consultado em 21 de novembro de 2015 
  11. «David Bowie celebra 50 anos de carreira com "Nothing Has Changed"». G1. Consultado em 2 de fevereiro de 2015 
  12. Abreu, Rui Miguel (20 de dezembro de 2016). «Melhores do Ano BLITZ: e o melhor álbum internacional de 2016 é...». Blitz. Consultado em 24 de julho de 2017 
Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum de David Bowie é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.