Bleez

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Bleez
Green Lantern Emerald Warriors Vol 1 6 Virgin.jpg
Ocupação Braço direito de Atrocitus
Afiliações Tropa dos Lanternas Vermelhos
Novos Guardiões
Criado por Geoff Johns
Shane Davis
Primeira aparição Final Crisis: Rage of the Red Lanterns (dezembro de 2008)
Editora(s) DC Comics
Afiliações Tropa dos Lanternas Vermelhos
Novos Guardiões
Ocupação Braço direito de Atrocitus
Base de operações Ysmault

Bleez é uma anti-heroína e supervilã da DC Comics. Criado pelo roteirista Geoff Johns e o desenhista Shane Davis, a personagem aparece pela primeira vez em Crise Final: A Ira dos Lanternas Vermelhos  #1 (dezembro de 2008 nos Estados Unidos).

História da publicação[editar | editar código-fonte]

Criada Geoff Johns e Shane Davis, após sua primeira aparição em Crise Final: A Ira dos Lanternas Vermelho #1 Bleez tem sido destaque nos títulos relacionados à franquia do Lanternas Verde, principalmente nas séries Lanterna Verde: Os Novos Guardiões e Lanternas Vermelhos. Ela começou como uma implacável e feroz vilã, mas com o tempo ganhou o controle de seus poderes e se tornou uma anti-heroína, a compactuar com heróis como os Lanternas Verdes. Ela também fez aparições em outras mídias, incluindo Lanterna Verde: A Série Animada e Lego Batman 3.

Ela é um dos principais membros da Tropa dos Lanteras Vermelhos. Ela é nativa do planeta Havania e se tornou parte da Tropa dos Lanternas Vermelhas depois de ser torturada por membros do Tropa Sinestro durante a saga A Guerra dos Anéis. Sua raça têm grandes asas emplumadas, mas como parte da tortura que Bleez sofreu suas asas foram cortadas. Quando ela se tornou uma Lanterna Vermelha, ela conseguiu regenerar apenas os ossos das asas.Quando Os Novos 52 começaram, Bleez se juntou aos representantes das sete tropas de Lanternas para formar os "Novos Guardiões", liderada por Kyle Rayner. Às vezes, Bleez se opõe a Atrocitus, o líder dos Lanternas Vermelhos, e até já lutou com ele para obter controle da Tropa. Apesar disso, ela é um membro leal dos Lanternas Vermelhos, e geralmente serve como uma das principais comandantes da Tropa.

Pré-Ponto de Ignição[editar | editar código-fonte]

Origem (2009)[editar | editar código-fonte]

Bleez quando era uma princesa.

Bleez é uma princesa do planeta Havania. Ela está se banhando no lago quando é interrompida pelo subordinado Toroz, que veio lhe comunicar que um pretendente do Sistema Polaris veio pedir a mão dela. Ela diz para dizer o pretendende o mesmo que já foi dito a todos os outros: que ela não tem interesse em alguém que a conhece apenas pelo rosto. Toroz diz que ela tem o rosto mais belo no sistema, ao que ela comenta que sabe que sim, mas que ela é mais que um belo rosto. Toroz diz que a mãe dela irá ficar desapontada já que ela quer ter netos, mas que ela não pode discutir com ela. Bleez concorda com ele, dizendo que ela não é nada mais que um escravo e portanto não é livre. Ela voa para o palácio onde discute com a mãe dela por continuar insistindo em arranjar pretendentes para ela, ao que mãe dela justifica dizendo que não quer a linhagem termine com Bleez depois do trabalho grande que o pai dela teve para erguer o palácio. Bleez diz que não quer conversar com aqueles que não querem escutar e não quer ficar com aqueles que apenas buscam beleza, e diz que ela é mais do que beleza. A mãe dela tenta convencê-la novamente, dizendo que o novo pretendente tem poder para protegê-los.

O pretendente, que é um Lanterna Amarelo assassina a mãe de Bleez e junto com a Tropa Sinestro toma o planeta. Capturada, Bleez é levada para Ranx, um local que é chamado de a "Ciddade do Prazer" para os membros da Tropa SInestro, onde ela é transformada em escrava sexual. Dois dias após sua captura, o Lanterna Amarelo está conduzindo Bleez por um dos corredores, deixando-a preso por construtos de correntes. O Lanterna diz que antes ela iria rejeitá-lo por ela não poder voar como ela, mas que agora ele pode voar. Ele usa o construto de correntes para torcer e quebrar as asas dela, dizendo que ela não voará nunca mais.

Ranx é atacada pela Tropa dos Lanternas Verdes e Bleez aproveita a chance para fugir, saltando para fora da nave em direção ao espaço com a intenção de se suicidar. O Lanterna Amarelo impede ela de sufocar, dizendo que ela só morrerá quando ele quiser que isso aconteça. Ela pergunta o que mais ele quer depois de ter tirado tudo dela e ele a beija à força. Nesse momento, um anel vermelho vem parar em seu dedo. Ela vomita sangue na garganta do Lanterna Amarelo e se transforma em uma Lanterna Vermelha, com suas asas sendo regeneradas, mas restando apenas os ossos. Ela mata o Lanterna Amarelo em um ataque de fúria.[1]

O Dia Mais Claro (2010-2011)[editar | editar código-fonte]

Em Ysmault, Atrocitus conversa com Bleez e mostra a ela a Muralha da Raiva, uma muralha feita de uma pilha de crânios. Atrocitus explica que a fez como um lembrete das almas que foram mortas pelos Caçadores Cósmicos no Massacre do Setor 666 e que ele quer vingá-las matando os Guardiões e matando a Tropa dos Lanternas Verdes. Ele pergunta se ela irá ajudá-lo e ela responde que sim, e ele diz que primeiro ela deve auxiliar o Lanterna Verde Guy Gardner na missão rumo aos setores desconhecidos e aguardar as ordens dele. Ela encontra Guy em Odym, o lar dos Lanternas Azuis, e tenta capturá-lo com o objetivo de evitar que ele fosse purificado da influência do espectro da raiva pelo Lanterna Azul Warth. Ela enfrenta Guy, Kilowog e Arisia, sendo subjugada por Warth. Guy sugere que ele tente "exorcizá-la" da influência do anel vermelho, mas Warth explica que para isso é necessário que o usuário tenha outro anel, e como ela não tem outro anel, se ele tirar o anel vermelho irá causar a morte dela. Guy diz então para fazer o "exorcismo" nele e Bleez grita que ele não pode fazer isso. Por ela não estar conseguindo falar de forma clara, Warth usa o seu anel para clarear a mente dela, e ela explica que Guy precisará tanto do poder da vontade quanto da raiva para enfrentar as forças que estão se unindo no Setor Desconhecido.

Guy explica que alguém tem sugado a energia dos aneis de todas as Tropas e decide seguir para Daxam para ter o auxílio de Sodam Yat. Ele pede para Warth soltar Bleez para ela acompanhá-lo. No trajeto ele pergunta se ela prometeu a Atrocitus que ela se comportaria bem, ao que ela responde que sim e que sempre cumpre as promessas dela. Ela então pergunta a ele o que ele fará se Sodam for revelado como a causa dessa absorção de energia e ele responde dizendo que não terá outra escolha senão matá-lo. Bleez chega em Daxam junto com Guy e os outros Lanternas Verdes em Daxam, onde resgatam um amigo de Sodam que estava sendo torturado pelo pai dele. Após obterem as informações que precisam eles seguem para o planeta Rakk, onde Bleez sente a raiva do povo que está sofrendo trabalho escravo em uma mina. Quando Guy interroga o dono da mina Bleez tenta manipular Guy a ceder à influência da raiva e matar o criminoso. Ele quase cede por um momento, mas se recusa a cair em tentação.

Eles saem do planeta e rumam para um outro chamado Kralok. No trajeto eles são atacados por Lanternas Verdes que pensam que eles são a Tropa Sinestro. Bleez ataca um deles vomitando sangue nele e Kilowog intervém. O Lanterna recobra a consciência e vê que quem ele e os outros estavam atacando eram mesmo Lanternas Verdes. Ele é assassinado pelos outros Lanternas Verde e Guy decide atacá-los com força total, já que aparentemente sentir dor física é o que pode fazê-los voltar ao normal. Quado eles conseguem isso, Guy e os outros interrogam eles acerca do que aconteceu e eles respondem que estavam em seus respectivos setores, até que viram cobras e uma espada flamejante e tudo se apagou. Após eles falarem, eles erguem seus anéis e atiram em suas próprias cabeças. Eles decidem ir imediatamente para Kralok já que quem estava controlando os Lanternas mentalmente pode estar por trás da absorção de energia dos anéis. Guy começa a cuspir sangue e então o vomita. Da poça surge Atrocitus que diz que quem eles procuram está na Terra e que ele já capturou as entidades da vontade e do medo e manda ele honrar o pacto que eles fizeram.

Guy conta que após o seu contato com o anel vermelho ele teve uma visão de um evento apocalíptico e que parece que está para acontecer. Em decorrência disso, e por Atrocitus também ter tido tais visões, ele e Ganthet fizeram um pacto temporário com ele. Kilowog e Arisia ficam desapontados por Guy não ter contado a eles sobre o que houve e o deixam por conta própria. Bleez diz que irá sentir falta da raiva deles por ser apetitosa, ao que Guy retruca dizendo que viu cobras tentando comer os olhos dela na visão. Eles chegam a Kralok, mas a órbita do planeta possui guardas espalhados. Guy diz que eles precisam arranjar uma forma de passar por eles sem confrontá-los e Bleez vomita sangue em um punhal e o faz atravessar o crânio de cada um dos guardas, algo que Guy discorda, mas Bleez pouco se importa. Eles entram na base do responsável pelo controle mental e encontram milhares de seres com poderes telepáticos em estado de hibernação, e todos eles conectados por um dispositivo que converge o poder deles em uma arma mental.

Eles são atacados pelo responsável por isso, Zardor, que usa cobras para atacá-los e deixá-los em um estado de transe, porém Bleez se mostra mais difícil de ficar suscetível à manipulação devido à sua raiva. Quando os dois são subjugados Guy pede para que Bleez vomite sangue nele, assim exponenciando a raiva dele e permitindo que os dois consigam se libertar. Enquanto Guy enfrenta Zardor, Bleez ajuda a libertar os seres que ficaram cativeiro, mas é logo depois atacada por Sodam Yat, que está sob o controle mental de Zardor e é levada por ele.[2]

Os Novos 52/Renascimento[editar | editar código-fonte]

Nessa nova linha do tempo, a história de Bleez permaneceu intacta.

Novos Guardiões (2011-2012)[editar | editar código-fonte]

Bleez é encarregada de encontrar e recuperar um anel vermelho que misteriosamente abandonou o seu usuário. Esta atribuição a leva a enfrentar o Lanterna Verde Kyle Rayner, que tinha sido escolhido pelo anel rebelde como seu novo usuário, mas ao encontrá-lo outros Lanternas, Fatalidade, Munk e Arkillo, também vem enfrentá-lo pois os aneis de suas respectivas tropas também escolheram Kyle como novo usuário. No meio da luta Bleez é aprisionada em um cristal violeta por Fatalidade para que ela possa capturar Kyle ao invés de Bleez. Santo Andarilho encontra Kyle e com o auxílio dele Kyle foge. Munk liberta Bleez do cristal de violeta e ela tenta atacar Fatalidade, mas o anel de Arkillo intervém dizendo que ela deveria guardar a raiva para Kyle. Munk sugere que Fatalidade, dada a experiência dela como caçadora e mercenária, os ajude a encontrar Kyle. Ela teoriza que ele deve estar com os Guardiões do Universo, mas que Oa está fora da jurisidição deles, ao que Bleez responde que isso é uma regra dos Lanternas Verdes e não deles.

Seguindo a liderança de Fatalidade, Bleez e os outros se aproximam de Oa, onde encontram o Santo Andarilho. Ele explica a eles que Kyle não roubou os anéis, mas que por alguma razão eles se ligaram a ele e ele está tentando descobrir o por que disso com os Guardiões. Bleez invade a Cidadela, obrigando os Lanternas a agir e enfrentar os Guardiões, que subjugaram Kyle, mas eles são derrotados pelos Guardiões. Larfleeze invade o local e enfrenta os Guardiões. Com eles distraídos Kyle pede a munk para que os teleporte para outro, e então Kyle, Bleez e os demais são transportados para o planeta de Okaara. Arkillo tenta atacar Andarilho porque ele o impediu de atacar Munk, mas não o faz porque Andarilho faz a sua língue crescer de novo. Ele fala com Bleez, pedindo para que o deixe curá-la, mas ela foge e volta para Ysmault. Lá, ela encontra Atrocitus que pede para ela reportar sobre o que ela tinha descoberto, mas ela não consegue formar uma frase coerente. Irritado, Atrocitus a joga no Oceano de Sangue de Ysmault.

Ela mais tarde volta a procurar Kyle, agora com sua mente restaurada, localizando-o em Orrery. Ela é orientada por Sayd, que está a serviço de Larfleeze, e encontra Kyle e os outros enfrentando um arcanjo chaamdo de Invictus, que se mostra poderoso demais mesmo com eles trabalhando em equipe para derrotá-lo. Invictus os poupa, contanto que Kyle e eles matem Larfleeze para ele. Após saírem, Arkillo parte para saber o que houve com a Tropa Sinestro e Munk retorna para Nok para recarregar o seu anel. Com os demais, exceto Bleez, também precisando recarregar seus anéis, eles decidem se separar. Bleez diz que irá com Kyle para a Terra para o caso de os Guardiões terem enviado alguém atrás dele, e que assim que eles tiverem recarregado seus anéis, eles devem se reunir e encontrar Arkillo e Munk. Depois de acompanhar Kyle ela retorna para Ysmault, onde aguarda a chamada dele para eles se reunirem.[3]

Bleez é transportada à força por Munk para Visaya, a segunda lua de Okaara, onde ele, Kyle e os demais estão reunidos. Ela tenta atacá-lo, mas é impedida por Kyle que explica que eles precisam dela para poder enfrentar Larfleeze. Eles seguem até o esconderijo onde eles enfrentam os construtos dele e obtém vantagem quando Kyle instrui Munk a canalizar o poder da avareza contra Larfleeze. Eles são auxiliados por Sayd, que se revela como sendo a ladra dos anéis. Eles cessam o confronto contra Larfleeze quando a órbita de Orrery se aproxima de Okaara, perigando destruir o planeta. Kyle decide fazer uma aliança com Larfleeze para que juntos enfrentem Invictus, algo que os outros Lanternas se mostram. Invictus chegam em Okaara e ataca Larfleeze. Arkillo diz para Bleez não levantar um dedo para ajudá-lo, ao que ela concorda dizendo que Larfleeze merece ser surrado por Invictus. Kyle fala com eles e os convence a lutar junto perguntando a Arkillo como ele pode ser o deus do terror se deixar Invictus à solta à Bleez como ela, sendo uma Lanterna Vermelha, permite que outro lute as batalhas dela. Ele então diz que a menos que eles não vençam juntos, todos irão perder.

Bleez e os outros enfrentam Invictus e o derrotam. O anel de cada um deles grita, pedindo para ser libertado. Bleez pergunta se é mais algum dos truques de Sayd e Kyle pede para que eles ouçam o que ela tem a dizer. Sayd explica que após os Guardiões fazerem uma lavagem cerebral em Ganthet, ela roubou os anéis dos membros mais fracos de cada Tropa e os mandou para Kyle por Ganthet ter sentido que Kyle tem o poder para manusear todo o espectro emocional e assim poder unir todas as Tropas. Mas em vista do que houve, Bleez e os demais decidem se separar.[4]

Recuperando a inteligência (2011-2012)[editar | editar código-fonte]

Bleez está em enfrentando seus companheiros da Tropa dos Lanternas Vermelhos, desagradando Atrocitus que exige que ela pare com isso, mas ela ignora as ordens dele. Vendo isso como uma maneira de que sua Tropa não o teme mais como antes porque sua raiva enfraqueceu, Atrocitus decide escolher alguém para ser o segundo no comando e escolhe Bleez, jogando-a no Oceano de Sangue de Ysmault. Ali dentro Bleez volta a pensar com clareza pela primeira vez desde que se tornou uma Lanterna Vermelha e recupera as memórias do que aconteceu com ela. Ao emergir do Oceano ela demonstra o repúdio que sente do lugar e discute com Atrocitus, dizendo que quando estava agindo como uma mera fera ela não tinha nada do que se lembrar, mas como a mente dela voltou as lembranças e a dor voltaram. Atrocitus diz a ela que ela deverá superar isso e ajudá-lo a comandar a Tropa, ao que ela diz que depois de ter recuperado o intelecto dela ela não tem disposição para isso.

Atrocitus então a leva de volta para Havania e revela a ela que o evento trágico que ocorreu com ela foi arquitetado por Conde Liib e Barão Ghazz, dois homens que haviam pedido ela em casamento, mas ela os rejeitou de forma rude. Por estarem enraivecidos pela forma como ela os rejeitou, eles colocaram o Lanterna Amarelo no rastro dela como vingança. Bleez agradece pela oportunidade de vingança, mas diz que primeiro precisa visitar o túmulo da mãe dela. Atrocitus inicialmente recusa-se a deixar ela fazer isso, ocasionando um breve confronto físico entre os dois, mas ela o convence dizendo que a própria existência dele gira em torno dos entes queridos dele há muito tempo mortos. Atrocitus permite e ela visita o túmulo, mas apenas para cuspir no corpo e culpar a mãe dela por tudo o que aconteceu. Ela segue com Atrocitus para localizar Liib e Ghazz, e ao encontrá-los decapita Liib e poupa Ghazz, dizendo que quer que ele viva com medo todos os dias da mesma forma que ela vive todos os dias com dor. Atrocitus não aceita isso e o mata e a critica por agir de tal forma.

Ao retornar para Ysmault, Bleez consegue com sucesso fazer os Lanternas Vermelhos darem ouvidos a ela, o que deixa Atrocitus preocupado com a possibilidade de ela querer tomar o lugar dele.[5]

Comandante da Tropa dos Lanternas Vermelhos (2012)[editar | editar código-fonte]

Bleez e Atrocitus se enfrentam pelo controle da Tropa dos Lanternas Vermelhos.

Bleez vê Atrocitus agredindo Skallox, um dos membros da Tropa. Ele joga Skallox no Oceano de Sangue e faz o mesmo com dois outros Lanternas, Zilius e Ratchet. Bleez adverte de que o processo pode matá-los ou até mesmo levá-los a loucura, e em decorrência disso eles podem perder três dos melhores Lanternas Vermelhos que a Tropa possui, o que irrita Atrocitus por ela se referir aos membros como se fossem deles e não somente dele. Enquanto espera por eles emergirem, Bleez é atacada por Atrocitus que pensa que ela roubou o corpo de Krona. Ela diz que não fez nada e que Atrocitus deveria ter pensado na possibilidade de Krona estar vivo. Ele leva ela até o local onde ele havia deixado o corpo de Krona guardado e ordena para que ela resgate Zilius, Ratchet e Skallox. Ela diz que ali é perigoso para ela, mas Atrocitus não se importa e ordena que ela vá para que junto com os outros ela o ajude a encontrar Krona. Bleez pergunta se ele realmente quer que ela salve os Lanternas Vermelhos ou se ele espera que dessa vez ela morra, ao que Atrocitus a agride novamente.

Ela entra no Oceano de Sangue, não sendo afetada por ele como da última vez e retira Ratchet e depois Zilius. Ratchet pede para que ela explique a razão de eles estarem ali e Bleez explica que eles tem o propósito de vingar aqueles que foram prejudicados. Ratchet questiona sobre a ideia de eles serem o júri, juízes e executores, ao que Zilius debocha da reação dele e pergunta onde está Skallox. Bleez o resgata e Ratchet pergunta sobre a origem dele, ao que Skallox explica que ele era um excelente torturador, desapontando Ratchet que explica a Bleez que os anéis não sabem diferenciar a raiva de inocentes da raiva de criminosos e que portanto o objetivo deles não deveria ser confundida com uma crusada moral. Zilius ataca Ratchet por discordar da forma de pensar dele, e é atacado por Atrocitus, que declara que a missão deles agora é encontrar Krona. Mas antes de iniciar a busca, Atrocitus agride Bleez novamente por ela ter sido desobediente. Ela revida o ataque e diz que ele já não é mais o mesmo pois, por estar sem Krona que é a fonte da raiva dele, ele está mais fraco. Ele ameaça matá-la, mas Skallox e os demais Lanternas Vermelhos intervém, exigindo que ele a deixe.

Tendo agora a Tropa dos Lanternas Vermelhos sob seu comando, Bleez inicia um ataque contra um ex-membro da Tropa Sinestro chamado Filo. Enquanto o tortura ela diz que agora que tem a Tropa dos Lanternas Vermelhos sob seu controle irá se vingar de todos eles, ao que Filo ri dizendo que até mesmo Sinestro temia Atrocitus e que ele irá derrotá-la. Ela o incinera vivo vomitando sangue nele. Retornando para perto de Ysmault, Bleez conversa com Skallox dizendo que seus espiões no planeta lhe informaram de que há um novo Lanterna Vermelho e ele aparantemente é humano, e ela pede para ele ir à Terra para obter mais informações sobre ele e o que o deixou com tanta raiva que o fez se tornar um deles.

Bleez segue para um outro planeta no Setor 876 e depois retorna para Ysmault para enfrentar Atrocitus e tomar em definitivo o lugar dele. Uma luta segue entre a facção dela e facção de Atrocitus, sendo interrompida pelo humano que se tornou o mais novo recruta da Tropa, John Moore. Ele diz que ao invés de eles arranjarem uma solução para o que houve com a Bateria Central estão perdendo tempo brigando entre si, o que faz Bleez questionar a Atrocitus do que se trata. Atrocitus explica que um ser chamado Abysmus, seu primeiro protótipo para um Lanterna Vermelho, ressuscitou e danificou a Bateria Central, e com a Bateria danificada eles todos irão morrer. Eles teorizam sobre quem poderia ter ajudado Abysmus a ressuscitar e Bleez teoriza que as Safiras Estrelas podem ter sido a responsáveis. Ela separa um esquadrão de Lanternas Vermelhos e se dirige para o planeta das Safiras.

Ao chegar em Zamaron, ela e o seu esquadrão de Lanternas Vermelhos são capturados pelas Safiras. Fatalidade questiona ela sobre o motivo dela ter tentado invadir o planeta e Bleez explica o que houve com a Bateria Central dos Lanternas Vermelhos e que ela pensa que Fatalidade e as Safiras foram as responsáveis. Fatalidade diz que não foi, mas que viu uma situação semelhante acontecer recentemente com outras Tropas e se oferece para ajudar Bleez. Um dos Lanternas Vermelhos que veio com Bleez começa a agonizar de dor e ela implora para Fatalidade salvá-lo, porém a Safira Estrela diz que é tarde demais para ele, mas que ela pode salvar Bleez e qualquer mulher da Tropa dos Lanternas Vermelhos. Bleez recusa a oferta e através da sua raiva consegue se libertar dos cristais que a estão segurando, iniciando uma luta contra Fatalidade.

Durante a luta, uma infecta a outra com a energia de seus respectivos anéis, mas o poder do amor consegue subjugar o efeito da raiva em Fatalidade, enquanto que com Bleez ela começa aos poucos ser afetada pela energia do amor. Fatalidade a questiona sobre o real motivo de Bleez ter vindo para Zamaron, e mesmo com Bleez dizendo que é porque ela pensou que fossem as Safiras que tivessem danificado a Bateria Central, Fatalidade teoriza que a verdadeira razão de ela ter vindo para Zamaron foi porque ela se cansou de ser uma Lanterna Vermelha e tenta convencê-la a usar o anel da Safira. No entanto, graças a Atrocitus que conseguiu consertar a Bateria Central, Bleez volta a ser dominada pela raiva, dizendo que a raiva a faz esquecer da dor. Ela destrói o anel que Fatalidade deu para ela e sai de Zamaron com seu esquadrão de Lanternas Vermelhos, se reunindo com os demais membros da Tropa em Ysmault.[6]

A Ascensão do Terceiro Exército e A Ira do Primeiro Lanterna (2012-2013)[editar | editar código-fonte]

Bleez e os outros Lanternas Vermelhos seguem para o planeta Arhtky do Setor 2967 após terem sentido o clamor por vingança de uma jovem alienígena chamada Taya. Ao chegara lá e serem atacados por estranhas criaturas, uma das Lanternas Vermelhas é subjugada e assimilada pelas criaturas. Atrocitus descobre que eles podem derrotar as criaturas pelos olhos, que são os únicos vestígios de suas vítimas e também os únicos pontos de vulnerabilidade que eles possuem. Eles retornam para Ysmault com os cadáveres das criaturas. Lá, Atrocitus realiza um ritual para saber a origem delas, descobrindo que foram criadas pelos Guardiões do Universo para consumir toda forma de vida orgânica. Atrocitus decide ir para Ryut e recrutar os Caçadores Cósmicos para enfrentar o novo exército dos Guardiões, mas antes manda John para a Terra para ele se vingar daquele que o causou ira para que ele possa completar sua transformação em um Lanterna Vermelho, pois a habilidade dele de criar construtos será útil na batalha que virá, e envia Bleez para ir junto com ele.

No trajeto, Bleez diz que John se sentirá mais confortável após se vingar, mas ele descorda, dizendo que não quer se tornar uma mera máquina de matar. Ele conta a ela sobre o avô dele, que criou ele e o irmão mais velho como filhos após o pai deles ter ido embora depois que a mãe deles morreu, que fora fora morto por um ladrão. Eles chegam à cidade onde John nasceu e ele decide ir para a casa onde ele cresceu pois ele quer falar com o irmão mais velho dele, mesmo que Bleez o alerte de que isso não é uma boa ideia. O irmão de John se assusta com ele, o que o leva a ter um ataque de fúria e querer localizar o assassino do avô deles. Bleez o ajuda a encontrá-lo, mas John hesita em matar o ladrão quando vê um policial que ele acidentalmente feriu quando se tornou Lanterna Vermelho. Bleez captura o ladrão para que John o mate, dizendo a ele para torturar o criminoso, mas John o mata de forma rápida. Ele é atacado por um construto de seu avô e é salvo por Bleez, que explica a ele que é apenas a consciência de culpa dele se manifestando. John diz que ele não se sente culpado de nada, mas Bleez diz que ele talvez se sinta culpado por não ter feito o criminoso sofrer.

Bleez tenta confortá-lo e diz que Fatalidade estava certa, pois parte dela quer uma vida diferente, mas comenta que criaturas como eles não podem ser outra coisa a não ser sedentos por sangue e vingança e esperar que a dor vá embora. Ela então tentando seduzi-lo visando sugar um pouco do sangue dele para ter a habilidade criar construtos, mas John a rejeita e vai embora, deixando-a furiosa por ser a primeira vez que ela foi rejeitada por um homem. Ela persegue John até Londres, onde o vigia e o vê tentando ter uma vida normal com uma garota chamada Kim, a qual ele conheceu recentemente. Bleez invade o apartamento de Kim, obrigando John a se revelar como Lanterna Vermelho. Após Kim deixar o apartamento assustada, Bleez enfrenta John querendo o sangue dele, mas a luta deles é interrompida por uma transmissão de Atrocitus, que diz que todos os Lanternas Vermelhos devem encontrá-lo e matá-lo pois ele se tornou o responsável pelo Massacre do Setor 666 depois de recusar a oferta do Primeiro Lanterna de alterar a realidade e impedir a destruição de Ryut.

Eles vão ao encontro de Atrocitus para matá-lo. No trajeto, John conversa sobre eles terem que matar Atrocitus e Bleez explica que várias vidas foram perdidas no Massacre do Setor 666 e mais outras foram ceifadas nas guerra que se sucederam após o Massacre, e que cabe a eles vingar essas mortes. Eles encontram Atrocitus que está sendo atacado por todos os Lanternas Vermelhos, porém ele contra ataca dizendo que pela primeira vez desde que os criou está finalmente compartilhando de toda a raiva deles. Ele encerra a luta e lidera os Lanternas Vermelhos para a batalha final contra o Primeiro Lanterna. Após a batalha contra o Primeiro Lanterna, Bleez retornam para Ysmault onde As Inversões, que foram os mentores de Atrocitus, e que estão tentando corromper a Bateria Central. Bleez e os demais são atacados pela magia deles, mas ela é única que consegue resistir aos efeitos do ataque. Vendo que seus ataques não possuem mais efeito, as Inversões fogem de Ysmault prometendo retornar um dia e se vingar. Devido à forma como ela lidou com as Inversões, Skallox propõe que ela assuma o lugar de Atrocitus e use a Coroa Vermelha, mas Bleez diz que além dela, outro candidato seria John, que se demonstrou um ótimo Lanterna Vermelho, mas ele recusa a oferta e volta para a Terra.

Mais tarde Atrocitus volta, e John logo depois, e com votação unânime, incluindo da própria Bleez, ele continua como líder da Tropa dos Lanternas Vermelhos.[7]

Guy Gardner: Líder da Tropa dos Lanternas Vermelhos (2013)[editar | editar código-fonte]

Atrocitus cria dez novos aneis para expandir a Tropa, ao que Bleez questiona se ele realmente pensa se somente com dez novos Lanternas Vermelhos eles conseguirão ser superiores aos Lanternas Verdes. Atrocitus explica que, devido aos Lanternas Vermelhos novatos costumarem ser irracionais, eles precisam primeiro treiná-los e transformá-los em armas para que eles possam treinar mais dez outros Lanternas Vermelhos até que eles tenham mil novos integrantes. Após eles tentarem matar John para tomar o sangue dele e ganharem a habilidade fazer construtos, Guy chega em Ysmault e enfrenta Atrocitus, derrotando-o e arrancando o anel do dedo dele e colocando em seu próprio dedo. Após Dex-Starr fugir com Atrocitus, Guy fica em um estado irracional. Ratchet e Skallox discutem sobre o que fazer com ele, mas Bleez diz que Guy está perfeito do jeito que ele está, e por ele ter sido forte o suficiente para derrotar Atrocitus isso dá a eles a oportunidade para usá-lo como arma.

Sem Bleez perceber, John joga Guy no Oceano de Sangue para que ela possa recuperar a consciência dele. Furiosa, ela discute com ele pois não era que ela queria e os dois quase lutam, com John dizendo que conhece Guy e que ele merece mais do que ser uma fera irracional. Após Guy emergir do Oceano de Sangue, Bleez tenta expulsá-lo de Ysmault dizendo que quer ser a nova líder da Tropa, mas Guy conversa com ela e os demais e diz que eles não precisam de um líder, mas sim que o que eles precisam é escutar uns aos outros e seguir com a melhor ideia, além de propor que eles vão viver em um lugar mais cômodo, ao que Bleez e os demais concordam. Guy então os leva em direção à nave de um pirata espacial chamado Barg, com a intenção detê-lo e tomar sua nave. Bleez diz que sendo que Barg e sua tripulação são piratas isso significa que ela e os outros Lanternas Vermelhos podem matar qualquer um ali na nave, ao que Guy diz que somente se for necessário. Eles se dividem para atacar diferentes pontos da nave até que ela e os demais encontram Guy na sala de comando, onde ele acabou de matar Barg.

Eles vão com a nave para Ysmault. Mais tarde, dentro da nave, Bleez flagra Guy se comunicando com Hal Jordan e descobrindo que ele está espionando os Lanternas Vermelhos para a Tropa dos Lanternas Verdes. Ela ameaça contar para os Lanternas Vermelhos sobre o que descobriu e Guy a ameaça de dizer a eles que ela é quem a espião já que ela já se associou com os Lanternas Verdes antes, comentando que por ele ser quem derrotou Atrocitus será a palavra dela contra a dele. Bleez desiste de entregá-lo para seus colegas da Tropa e a pedido de Guy os chama para realizar uma reunião. Na reunião Guy revela que estava agindo como um espião para a Tropa dos Lanternas Verdes, mas que não quer ter mais nenhuma relação com eles. Hal junto com a Tropa dos Lanternas Verdes e Carol Ferris vem falar com Guy sobre um ser chamado Relíquia que está atacando a Tropa dos Lanternas Verdes. Guy diz a Bleez e os demais que concordou em ajudar Hal, contanto que eles recebessem um setor próprio para patrulhar. Ratchet pergunta se todos eles estão de acordo com a decisão de Guy e Bleez e seus colegas concordam com a decisão.[8]

Patrulhando o Setor 2814 (2014)[editar | editar código-fonte]

Na nave que eles agora chamam de lar, Bleez e Skallox fazem Zillius Zox ficar bêbado para ver qual é o limite dele para bebida alcoolica. Após ele vomitar, Ratchet os repreende dizendo que Atrocitus jamais aprovaria tal comportamento. Bleez e Skallox dizem que eles estão melhores agora do que quando estavam com Atrocitus e que graças a Guy eles têm agora um Setor próprio. Guy conversa com eles e explica a John sobre o que são os Setores Espaciais, e diz que o Setor 2814 possui a Terra e agora o Setor pertence a eles. Ele pergunta do que isso se trata e Bleez explica antes por causa do Setor 2814 ser da Tropa dos Lanternas Verdes, então eles eram a lei, mas como agora eles que são os responsáveis pelo Setor 2814 então eles é quem serão a lei. John questiona o que eles farão sendo responsáveis pelo Setor e Guy diz que eles podem fazer o que quiserem contanto que não machuquem ninguém. Skallox pergunta como fazer os sistemas galácticos saberem que eles são a lei no Setor 2814 e Ratchet sugere que eles vão atrás do Marechal Gensui, que tomou o poder no planeta Kormorax, escravizando e matando os habitantes, e que está construído uma Esfera Dyson, um dispositivo tecnológico construído em volta de um sol com o propósito de usar a energia dele.

Bleez conta que esteve vasculhando os registros da nave e diz a Guy que Barg conhecia Gensui, assim como conhecia toda a escória do universo. Guy então planeja com eles invadir o palácio de Gensui, com John se passando por Barg, já que ele pode usar os contrutos para assumir outra forma, e com Guy, Bleez e Skallox fingindo ser seus seguranças. O plano segue bem sucedido, até que Gensui revela estar com o verdadeiro Barg, que sobreviveu ao ataque de Guy. Eles enfrentam a tropa de Gensui, mas são subjugados quando Gensui os atinge com um campo neurobloqueador, um campo de força que altera as emoções deles, deixando-os relaxados. Sob efeito do campo, Bleez diz que gosta do cabelo de John. Ela e os outros Lanternas são levados para serem executados, ainda envoltos pelo campo. John diz a ela que gosta das asas dela e que elas duas mãos gigantes e que ele gostaria de tocá-las.

A tropa de Gensui atira em Bleez e nos outros Lanternas, mas ele são salvos por Ratchet que usa seus tentáculos, que ao atravessarem o campo o desativa, para protegê-los dos tiros e é atingido por um tiro fatal. Bleez mata Gensui enquanto os outros Lanternas derrotam a tropa dele. Bleez vai ao encontro deles, perguntando como Ratchet, ao que Skallox responde que ele não está bem. Guy pede para John protegê-lo com um escudo para levá-lo à ala médica da nave, mas Ratchet se recusa, dizendo que está agradecido por tê-los conhecido e por ter feito algo significativo como Lanterna Vermelho. Eles levam o corpo dele de volta para a nave enquanto seu anel parte em busca de um novo usuário.[9]

Alerta Vermelho (2014)[editar | editar código-fonte]

Em Ysmault, o povo de Kormorax constrói estátuas em homenagem aos Lanternas Vermelhos por eles terem libertado-os da tirania de Gensui. Bleez conversa com Guy sobre encontrar o anel de Ratchet, pois o próximo usuário ficará em estado de violência irracional e não era isso que Ratchet iria querer. Guy pergunta se isso é mais alguma tentativa dela tomar o controle da Tropa, mas ela responde que não. Guy então permite que ela vá e Johh se oferece para ir junto com ela, justificando que o novo usuário pode ser perigoso demais. Bleez diz que pode se cuidar, mas John insiste em ir junto pois quer conhecer o univers. Relutantemente ela aceita e os dois partem juntos. No trajeto, John pergunta a Bleez sobre como eles irão encontrar o anel, e ela pergunta se ele irá parar de falar se ela responder. John diz que apenas quer ter conhecimento suficiente para o caso de eles encontrarem uma ameaça e ele evitar cometer um erro fatal. Bleez diz que ele deveria ter ficado em Ysmault pois seria mais seguro para eles dois, mas ele diz que não queria perder a oportunidade de explorar universo tendo ela como companhia. Ela então diz que os aneis tem assinaturas de energia e que ela pode usar o anel dela para localizar o anel de Ratchet.

O rastro da assinatura energética os levam até um planeta sem sinais de vida. Ao pousarem lá, eles encontram uma cabana que é onde supostamente o anel está. John abre a porta e eles encontram Atrocitus, Dex-Starr e um novo Lanterna Vermelho, que estavam esperando por eles. Dex-Starr os ataca e John monta um escudo de construto para proteger ele e Bleez do ataque. Ele contra ataca Dex-Starr com um outro construto e dá abertura para Bleez atacar com força total. No entanto, o novo Lanterna Vermelho, Klarn, tem a habilidade de absorver energia, e sendo assim, ele consome a energia da rajada disparada por Bleez e joga de volta para ela e John. Os dois são feridos na luta e se escondem. John diz que um deles deverá ficar, com Bleez pressupondo que ele irá fugir e deixá-la a própria sorte, mas John explica que irá enfrentá-los sozinho enquanto ela retorna para Ysmault. Bleez pergunta por que ele está fazendo isso e John que não está fazendo isso apenas, mas também pelos outros, para que ela possa avisá-los que Atrocitus voltou. Ela diz que não esquecerá do que fez e promete retornar com a Tropa dos Lanternas Vermelhos.

John os enfrenta e ela consegue escapar, retornando para Ysmault. Mas devido aos ferimentos ela desmaia ao encontrar Guy e os outros.[10]

Dia de Julgamento (2014)[editar | editar código-fonte]

Na ala médica da nave, Bleez conta a Guy que Atrocitus está vivo, e que além de ter Dex-Starr ao seu lado ele tem um novo Lanterna Vermelho. Ela lamenta por ter fugido e deixado John. ZIllius tenta tranquilizá-la, mas ela não aceita o fato de eles estarem a salvo enquanto que John pode estar morto. Guy e Zillius planejam encontrar os outros anéis que Atrocitus enviou antes de fugir de Ysmault para impedir que ele tenha seu próprio exército, mas Bleez se opõe, querendo resgatar John. Guy explica que Atrocitus irá atrás deles e que ele os matar terá controle do Setor 2814. Ela se recusa a ajudá-lo e diz que irá encontrar John por conta própria. Guy chama a mais nova integrante da Tropa dos Lanternas Vermelhos, Kara Zor-El, para ficar de olho em Bleez, e após ela tentar sem sucesso empurrá-la Guy explica que Kara é kryptoniana e que na Terra é conhecida como Supergirl.

Kara pede para Bleez retornar para a cama e diz que tem perguntas a fazer. Bleez se irrita com ela, dizendo que ela é tão irritante quanto John, até que ela decide responder as perguntas dela. Mais tarde as duas conversam sobre como Kara se tornou uma Lanterna Vermelha e Bleez comenta sobre como é viver como uma Lanterna Vermelha, dizendo que esse tipo de vida fecha todas portas e que seria bom não ter algo pelo qual sentir raiva, pois a raiva mesmo sendo forte ela só vem através da dor. Kara qual a função dela e dos demais como Lanterna Vermelhos e Bleez responde que após pensar sobre isso por muito tempo chegou à conclusão de que a função deles é garantir que não hajam outros Lanternas Vermelhos. Kara então fala sobre como todos os outros a trataram desde que ela chegou, vendo-a como qualquer coisa exceto como uma pessoa, e como Bleez foi a única a falar como uma pessoa desde que ela se tornou uma Lanterna Vermelha ela pergunta se as duas poderiam ser amigas, ao que Bleez responde que sim.

Bleez e os outros chegam ao planeta Primeen, no Setor 775, onde Skallox e Guy e rastrearam uma grande assinatura de energia de um anel vermelho. Ao chegarem à cidade, eles são atacados pelos soldados. Kara tenta atacá-los com sua visão de calor, mas Bleez a impede, dizendo que eles estão apenas assustados com eles e que não são os inimigos deles, pelo menos não ainda. Guy conversa com os soldados e descobre que, além do ataque estar sendo causado por uma mulher que está em posse de um dos novos anéis vermelhos, Atrocitus está na cidade. Os Lanternas Vermelhos se separam, com Kara acompanhando Bleez. No caminho, Bleez quase sofre um colapso devido a não estar totalmente recuperada de seus ferimentos. Kara propõe procurar por Atrocitus e a nova Lanterna Vermelha por Terra enquanto Bleez permanece em repouso. Relutantemente Bleez aceita, dizendo que Kara não é tão idiota quanto parece.

Após Kara encontrar a nova Lanterna Vermelha, ela e Bleez vão ao encontro de Guy e Skallox, onde Kara informa que tem um plano para ajudar a nova Lanterna. Para isso ela pega o Oceano de Sangue, o qual Zillius colocou em um compartimento de matal e o despeja na cidade, no entanto isso faz com que Atrocitus tenha controle do Oceano de Sangue já que foi ele quem o criou. Kara tenta derrubar o Oceano de Sangue com sua visão de calor, mas só faz com que o fogo se espalhe e é impedida de continuar por Bleez, que a esbofeteia e a adverte sobre perder o controle, dizendo que só porque ela está com um anel que funcionar através da raiva não significa que ela tenha que ceder à raiva a todo instante. Como eles usam os anéis, também criados por Atrocitus e portanto sendo parte dele, Bleez e Skallox decidem realizar um ritual semelhante ao que Atrocitus costumava fazer e juntos com Guy e Kara conseguem dissipar o Oceano de Sangue.

Eles vão ao encontro dele, que está acompanhado da nova Lanterna Vermelha. Atrocitus propõe que eles o deixem partir com a Lanterna Vermelha e eles terão John de volta, mas ela diz que não quer ir com ele e que ver a perspectiva deles. Bleez se opõe a decisão por temer que Atrocitus mate John, mas Kara a segura. Atrocitus declara a Guy e aos demais enquanto os cidadãos da cidade onde eles estão pedem para eles se retirarem devido ao estrago que causaram. Eles se retiram e partem para resgatar John.[11][12]

Atrocidades (2014)[editar | editar código-fonte]

Bleez, Guy e os demais Lanternas Vermelhos seguem para o planeta onde John está, encontrando-o se comportando de forma alterada, irracional. Bleez se aproxima dele e Skallox a adverte dizendo que Atrocitus pode ter colocado algum tipo de armadilha que poderia ser ativada se John fosse libertado. Ainda assim, ela o liberta, justificando tal ato dizendo que John é uma pessoa e também um deles e que por isso não deveria estar acorrentado. John começa a atacá-los com fúria total e Bleez manda que Zillius aponte o canhão da nava para onde eles estão. Ele adverte de que a potência do tiro poderá ser fatal, mas ela manda prosseguir com o plano mesmo assim. Ela se aproxima de John, tentando convencê-lo a lutar contra o impulso da raiva, mas John a ataca e ela o imobiliza com as suas asas. Bleez dá a ordem para Zillius disparar o canhão e ele o faz, atingindo os dois em cheio.[13][14]

Planeta Ira (2016)[editar | editar código-fonte]

Atrocitus decidiu usar a Terra para fazer a Tropa dos Lanternas Vermelhos se expandir[15]. A razão para isso foi em decorrência de o poder da raiva estar diminuindo e isso está causando a morte de vários membros. Para reverter isso ele incumbiu Bleez de construir uma Torre Infernal na Terra, com o objetivo de ampliar a rede cada terráqueo e assim ampliar o poder da Tropa, mas como os novos Lanternas Verdes e Simon Baz e Jessica Cruz descobrem sobre a existência da Torre, Atrocitus se enfurece com ela e a agride. dizendo que ela falhou. Mas, dizendo que ainda não é tarde, ele a incumbe de proteger a Torre, ao que ela diz que não irá falhar.[16]

Possível Futuro (2014)[editar | editar código-fonte]

Bleez está no planeta Garr do Setor 405 enfrentando uma cobra alienígena que está em posse de um anel vermelho. Guy intervém no confronto e tenta acalmá-lo. Bleez pergunta se ele realmente pode fazer isso e Guy consegue fazer a cobra se livrar da influência do anel. Ele dá o anel para ela colocar em dos ossos da asas dela, algo que eles têm feito nos últimos anos ao coletarem diversos aneís da Tropa dos Lanternas Vermelhos. Por estar com vários anéis nos ossos das asas, Bleez inicialmente passa mal com a carga de poder dos anéis, mas depois se recompõe. Ela e Guy seguem com a cobra para Ysmault, que se tornou um lugar cheio de dúvida e um lugar de recuperação para todos aqueles que foram afetados pelo anel vermelho. No trajeto eles conversam sobre como Guy facilmente fazer alguém deixar de ser um Lanterna Vermelho, com Bleez dando a teoria dela de como isso seria possível e Guy dizendo que um dia contaria a como ele faz.

À noite, em uma caverna, eles conversam sobre John, que, junto com Bleez, é o único que restou da Tropa dos Lanternas Vermelhos. Guy pergunta se ela pensa que John poderá ser salvo, mas Bleez duvida, dizendo que há muito tempo ele está longe da salvação. Mais tarde eles seguem para o Setor 666, onde John tem vivido nos últimos anos em posse dos anéis restantes. Ao chegarem lá descobrem que John tem agora a capacidade de criar construtos próprios, o que faz Bleez ter dúvida de estar poderosa o bastante para enfrentá-lo. Guy conta a ela como consegue usar tão bem o anel azul e mostra a ela que ele tem um colar com os anéis dos outros espectros emocionais, contando que já usou todos e que o anel que faz todos eles funcionarem em conjunto é o azul.

John vem enfrentá-los e Guy lida com ele enquanto Bleez enfrenta os construtos dele. Após Guy conseguir "exorcizar" John da influência do espectro emocional da raiva, todos os anéis vermelhos que estavam em posse dele vão para os ossos das asas de Bleez. Ela exige que Guy saia da frente para que ela possa matar John e então Guy matá-la, já que esse foi o acordo que eles fizeram quando começaram a coletar os anéis vermelhos. Guy pede para que ela escute o que ele disse a John para livrá-lo da influência dos anéis vermelhos e John implora para que ela escute Guy. Ela diz que nada que ele disser a fará mudar de ideia, mas que ele poderia tentar. Guy então explica que quando se coloca o anel azul pela primeira vez, ele dá ao usuário uma visão de seu futuro, que é o que o usuário terá para se prender à esperança e suportar quaisquer adversidades. Ele conta que quando teve essa visão a Tropa dos Lanternas Vermelhos não existia mais e ela e John de alguma forma estavam juntos.

Guy faz a energia de seu anel purificá-la e destruir todos os aneís vermelhos. Bleez e John se abraçam e ela pergunta a Guy se esse é mesmo o fim, ao que Guy responde que não sabe, mas que eles sempre podem ter esperança.[17]

Personalidade e aparência[editar | editar código-fonte]

Bleez é uma alienígena do planeta Havania que era conhecida como uma das mulheres mais belas no universo. Ela tem uma aparência humanóide, com cabelos negros, olhos azuis e pele azul, além de ter asas nas costas. Quando está na forma de Lanterna Vermelha, Bleez tem os olhos vermelhos, asas de ossos e o uniforme cobre toda a parte superior do seu corpo e uma máscara em seu seu rosto.

Antes de se tornar uma Lanterna Vermelha Bleez era uma jovem que adorava sua liberdade e tinha uma postura arrogante para com os outros. Ela não tinha interesse em se casar pois todos os pretendentes que vinham pedir ela em casamento se importavam apenas com a aparência dela, e ela queria alguém que a visse como algo mais do que apenas um belo corpo. Após o trauma de ter perdido sua mãe e ter sido violentada sexualmente, Bleez tentou se matar quando Ranx, a nave chamada de "Cidade do Prazer" pelos membros da Tropa Sinestro, tinha sido destruída pela Tropa dos Lanternas Verdes, mas foi impedida pelo seu captor. Depois que ela se tornou uma Lanterna Vermelha e matou seu captor, Bleez inicialmente tinha apenas raiva irracional, tendo dificuldade para falar. Mas depois que Atrocitus a jogou no Oceano de Sangue de Ysmault, onde ela obteve auto-controle depois de muito tempo, Bleez desenvolveu uma personalidade sarcástica além de ter se tornado manipuladora.

Contudo ela já demonstrou ser capaz de compaixão e de se importar com alguém que não fosse ela própria, como quando ela demonstrou pesar pela morte de Ratchet e também quando ficou preocupada com o bem estar de John quando este ficou refém de Atrocitus. Além de ter preocupação para com ele, Bleez já demonstrou ter uma atração e afeto por John, algo que ela costumeiramente tenta negar. Bleez também em certos momentos assumiu um papel de mentora, tanto para John quando ele se tornou um Lanterna Vermelho como para Kara após ela ter se tornado membro da Tropa dos Lanternas Vermelhos. Além disso, Bleez já demonstrou remorso e mágoa por ser uma Lanterna Vermelha, tendo expressado isso várias vezes para John, para Kara e chegou ao ponto de tentar cometer suicídio quando ela foi curada temporariamente dos efeitos do anel vermelho por SImon Baz.

Em outros mídias[editar | editar código-fonte]

Animações[editar | editar código-fonte]

Videogames[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Blackest Night: Tales of the Corps #2. [S.l.]: DC Comics. 2009 
  2. Green Lantern: Emerald Warriors #1-7. [S.l.]: DC Comics. 2010-2011 
  3. Green Lantern: New Guardians #1-9. [S.l.]: DC Comics. 2011-2012 
  4. Green Lantern: New Guardians #11-12. [S.l.]: DC Comics. 2012 
  5. Red Lanterns #1-3. [S.l.]: DC Comics. 2011-2012 
  6. Red Lanterns #4-12. [S.l.]: DC Comics. 2012 
  7. Red Lanterns #13-20. [S.l.]: DC Comics. 2012-2013 
  8. Red Lanterns #21-24. [S.l.]: DC Comics. 2013 
  9. Red Lanterns #25-26. [S.l.]: DC Comics. 2014 
  10. Red Lanterns #27-29. [S.l.]: DC Comics. 2014 
  11. Red Lanterns #30-31. [S.l.]: DC Comics. 2014 
  12. Supergirl #31. [S.l.]: DC Comics. 2014 
  13. Red Lanterns #32-34. [S.l.]: DC Comics. 2014 
  14. Red Lanterns Anual #1. [S.l.]: DC Comics. 2014 
  15. Green Lanterns: Rebirth. [S.l.]: DC Comics. 2016 
  16. Green Lanterns #1. [S.l.]: DC Comics. 2016 
  17. Futures End: Red Lanterns. [S.l.]: DC Comics. 2014 
  18. «VOICE OF BLEEZ». Behind the Voice of Actors. Consultado em 30 de julho de 2018. 
  19. «Characters | All the Rage - secrets LEGO Batman 3 Guide». gamepressure.com. Consultado em 30 de julho de 2018.  line feed character character in |titulo= at position 36 (ajuda)