Blood on the Sun

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Blood on the Sun
Soldados sem Uniforme (PRT)
Sangue sobre o Sol (BRA)
James Cagney e Sylvia Sidney em cena do filme.
 Estados Unidos
1945 •  p&b •  98 min 
Direção Frank Lloyd
Produção William Cagney
Roteiro Lester Cole
Nathaniel Curtis
Garrett Fort
Frank Melford
Elenco James Cagney
Sylvia Sidney
Porter Hall
Gênero drama
Música Miklós Rózsa
Direção de fotografia Theodor Sparkuhl
Direção de arte Wiard Ihnen
A. Roland Fields
Figurino Michael Woulfe
Edição Walter Hannemann
Truman K. Wood
Companhia(s) produtora(s) William Cagney Productions
Distribuição United Artists
Lançamento Estados Unidos 28 de junho de 1945
Portugal 1 de fevereiro de 1946
Idioma inglês
japonês
Orçamento US$ 750 000[1]
Receita US$ 3 400 000[2]

Blood on the Sun (Brasil: Sangue sobre o Sol /Portugal: Soldados sem Uniforme) é um filme norte-americano de 1945, do gênero drama, dirigido por Frank Lloyd e estrelado por James Cagney e Sylvia Sidney.

Notas sobre a produção[editar | editar código-fonte]

John Emery e Sylvia Sidney em cena do filme.
Sylvia Sidney e James Cagney em cena do filme.

Neste primeiro filme de James Cagney em dois anos, os produtores satisfizeram, com grande sucesso, a necessidade do público de odiar os japoneses (na época, em guerra com os Estados Unidos.[2]

Entretanto, como era praxe, todos os nipônicos foram interpretados por chineses, coreanos e caucasianos. Por exemplo, Robert Armstrong encarna o Coronel Tojo, enquanto John Emery vive o Primeiro-Ministro Tanaka. Já a coestrela Sylvia Sidney interpreta uma agente eurasiana.[3]

A perfeita recriação de ambientes japoneses deu ao filme o Oscar de Melhor Direção de Arte.

Blood on the Sun está em domínio público e pode ser visto integralmente no Internet Archive.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Nick Condon é o editor de um jornal americano na Tóquio pré-Segunda Guerra Mundial. Quando dois de seus melhores amigos são mortos, ele suspeita que o "pacífico" governo japonês não é tão pacífico assim... Nick, então, tenta conseguir o documento onde estão explicitados os planos japoneses para a conquista do mundo. Com isso, ele se torna o alvo de uma polícia corrupta e é traído por um colega jornalista. Felizmente, Iris Hilliard, misteriosa jovem com sangue chinês, dispõe-se a ajudá-lo a frustrar os propósitos do Alto Comando Japonês.[3]

Premiações[editar | editar código-fonte]

Patrocinador Prêmio Categoria Situação
Academia de Artes e Ciências Cinematográficas Oscar Melhor Direção de Arte
(preto e branco)
Vencedor

Elenco[editar | editar código-fonte]

Ator/Atriz Personagem
James Cagney Nick Condon
Sylvia Sidney Iris Hilliard
Porter Hall Arthur Bickett
John Emery Primeiro-Ministro Giichi Tanaka
Robert Armstrong Coronel Hideki Tojo
Wallace Ford Ollie Miller
Rosemary DeCamp Edith Miller
John Halloran Capitão Oshima
Leonard Strong Hijikata
James Bell Charley Sprague
Marvin Miller Yamada
Rhys Williams Joseph Cassell
Frank Puglia Príncipe Tatsugi

Referências

  1. «Indies $70,000,000 Pix Output». Variety (em inglês). 3 (3). 3 de novembro de 1944 
  2. a b Bergan, Ronald (1986). The United Artists Story (em inglês). Londres: Octopus Books. ISBN 9780706425819 
  3. a b Erickson, Hal. «Blood on the Sun» (em inglês). AllMovie. Consultado em 20 de novembro de 2016 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Blood on the Sun
Ícone de esboço Este artigo sobre um filme estadunidense é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.