Boa Sorte (filme)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Boa Sorte
Boa Sorte.jpg
 Brasil
2014 •  cor •  
Direção Carolina Jabor
Produção Conspiração Filmes
Coprodução Globo Filmes
Roteiro Jorge Furtado
Pedro Furtado
Baseado em Frontal com Fanta de Jorge Furtado
Elenco João Pedro Zappa
Deborah Secco
Fernanda Montenegro
Gisele Fróes
Felipe Camargo
Cássia Kis Magro
Gênero Drama
Música Lucas Marcier
Cinematografia Bárbara Alvarez (Direção de fotografia)
Cláudio Amaral Peixoto (Direção de arte)
Distribuição Imagem Filmes
Lançamento 20 de novembro de 2014
Idioma Português
Site oficial
Página no IMDb (em inglês)

Boa Sorte é um filme brasileiro dirigido por Carolina Jabor com roteiro de Jorge Furtado e Pedro Furtado. A equipe técnica do longa é composta por Eliana Soaréz e Carolina Jabor na produção, Pedro Buarque de Hollanda e Cecília Grosso na produçao executiva, Ilana Brakarz na coprodução executiva, Deborah Secco e Guel Arraes como produtores associados e Mirela Girardi como coordenadora de produção. O longa-metragem conta ainda com a produção da Conspiração Filmes, coprodução da Globo Filmes e distribuição da Imagem Filmes. É estrelado por João Pedro Zappa e Deborah Secco.[1]

O filme teve suas filmagens entre janeiro e fevereiro de 2013 no Rio de Janeiro, e foi lançado no dia 20 de novembro de 2014.[2]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

João (João Pedro Zappa) é um adolescente com muitos problemas de comportamento o que faz com que sua família o interne em uma clínica psiquiátrica. Lá ele conhece Judite (Deborah Secco) e logo se apaixona por ela. Mas Judite é soropositiva e não tem muito tempo de vida e os dois sabem disso. Então João e Judite vivem um intenso romance dentro da clínica. Eles cometem e descobrem várias loucuras juntos, até que num dia eles marcam de ter uma relação sexual na clinica e João flagra Judite com o enfermeiro da clínica. Os dois se afastam por um tempo até que Judite piora e João volta a vê-la. Ele a acompanha no leito da morte até sua morte. Após a despedida, João para de tomar remédios para ansiedade , sai da clínica, volta a estudar, se forma, se casa, tem uma filha e se divorcia. Finalmente, João realiza o teste de HIV e o resultado é negativo, apesar de seu relacionamento efêmero com Judite, o que é uma felicidade para ele, pois prometeu a Judite que continuaria vivo para lembra-lá.[3]

Elenco[editar | editar código-fonte]

Produção[editar | editar código-fonte]

Para interpretar sua personagem, Deborah Secco emagreceu dez quilos.[4] O roteiro foi baseado no conto Frontal com Fanta, de Jorge Furtado. A adaptação foi feita pelo próprio escritor junto com Pedro Furtado.[4]

Referências

  1. Globo Filmes. «Boa Sorte - Cinema Brasileiro». Consultado em 01 de fevereiro de 2014  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  2. G1. «Filme com Deborah Secco como soropositiva ganha primeiro trailer». Consultado em 17 de setembro de 2014 
  3. Globo Filmes. «Filmes>Boa Sorte>Elenco». Consultado em 01 de fevereiro de 2014  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  4. a b «Ficha técnica completa do filme Boa Sorte'». Cinema10.com.br. 4 de abril de 2013. Consultado em 8 de junho de 2013 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]