Bobby Portis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Bobby Portis
Bobby Portis Arkansas.jpg
Informações pessoais
Nome completo Bobby Portis
Data de nasc. 10 de fevereiro de 1995 (24 anos)
Local de nasc. Little Rock, Estados Unidos
Altura 2,11 m
Peso 112 kg
Informações no clube
Clube atual Estados Unidos New York Knicks
Posição Ala
Clubes de juventude
2013–2015 Estados Unidos Arkansas
Clubes profissionais
Ano Clubes Partidas (pontos)
2015–2019
2017
2019
2019–Presente
Estados Unidos Chicago Bulls
Estados Unidos Windy City Bulls
Estados Unidos Washington Wizards
Estados Unidos New York Knicks
221‬ (2.147)
1 (32)
28 (400)

Bobby Portis (Little Rock, 10 de fevereiro de 1995) é um jogador norte-americano de basquete profissional que atualmente joga pelo New York Knicks, disputando a National Basketball Association (NBA).[1]

Carreira no ensino médio[editar | editar código-fonte]

Portis jogou basquete colegial na Hall High School, em Little Rock. Ele foi um jogador altamente condecorado, ganhando o status McDonald's e Parade All-American e sendo nomeado Mr. Basketball de Arkansas em 2013.

Ao se comprometer com a Universidade do Arkansas, Portis se tornou o primeiro McDonald's All-American a assinar com os Razorbacks desde Corliss Williamson em 1992 e foi considerado um recruta-chave para a reconstrução do programa do técnico Mike Anderson.[2]

Carreira universitária[editar | editar código-fonte]

Como calouro, Portis teve média de 12,3 pontos, 6,8 rebotes e 1,6 bloqueios por jogo. Ele foi nomeado para a equipe de Novatos da Southeastern Conference e para a Segunda-Equipe All-SEC.

Em sua segunda temporada, Portis levou os Razorbacks para o top 25. Durante sua segunda e última temporada, Portis teve uma média de 17,5 pontos, 8,9 rebotes, 1,4 bloqueios, 1,2 assistências e 1,1 roubadas por jogo. Ele foi nomeado um dos 20 finalistas do Prêmio John R. Wooden como o melhor jogador universitário do ano, um dos dois únicos jogadores da SEC.[3][4]

Em 10 de março de 2015, Portis foi selecionado como o Jogador do Ano da SEC pelos treinadores da liga. Isto marca a primeira vez que um jogador de Arkansas foi selecionado desde que Corliss Williamson ganhou o prêmio consecutivamente durante as temporadas 1993-94 e 1994-95. Naquela época, ele era considerado um dos melhores jogadores do basquete universitário na temporada 2014-15 e uma provável escolha na primeira rodada do Draft de 2015.[5]

Carreira profissional[editar | editar código-fonte]

Chicago Bulls (2015–2019)[editar | editar código-fonte]

Temporada de 2015–16[editar | editar código-fonte]

Em 25 de junho de 2015, Portis foi selecionado pelo Chicago Bulls como a 22ª escolha geral no Draft de 2015.[6] Ele assinou seu contrato de novato com os Bulls em 7 de julho de 2015.[7] Em sua estréia na NBA em 3 de novembro de 2015, ele marcou 10 pontos na derrota para o Charlotte Hornets.[8]

Após uma partida contra o Detroit Pistons que teve quatro prorrogações em 18 de dezembro de 2015, os titulares estavam fatigados para o jogo de 19 de dezembro de 2015 contra o New York Knicks. Portis capitalizou e teve a melhor noite de sua jovem carreira com 20 pontos e 11 rebotes.

Temporada de 2016–17[editar | editar código-fonte]

Em 28 de outubro de 2016, os Bulls estenderam o seu contrato até a temporada 2017-18.[9]

Em 6 de janeiro de 2017, Portis foi designado para o Windy City Bulls, afiliado da D-League de Chicago.[10] Ele foi chamado de volta no dia seguinte.[11]

Em 16 de fevereiro de 2017, ele teve 19 pontos em uma vitória por 104-103 sobre o Boston Celtics. Em 2 de março de 2017, ele teve 17 pontos e 13 rebotes na vitória por 94-87 sobre o Golden State Warriors. Em 18 de março de 2017, ele marcou 22 pontos em uma vitória de 95-86 sobre o Utah Jazz.

Temporada de 2017–18[editar | editar código-fonte]

Em 17 de outubro de 2017, Portis e seu companheiro de equipe Nikola Mirotić estiveram envolvidos em uma briga durante os treinos.[12] Um dia depois, Portis foi suspenso pelos Bulls por oito jogos.[13]

Em sua estréia na temporada em 7 de novembro, Portis teve 21 pontos e 13 rebotes em uma derrota por 119-114 para o Toronto Raptors. Em 11 de dezembro, ele marcou 23 pontos em uma vitória por 108-85 sobre o Boston Celtics. Quatro dias depois, ele fez 27 pontos e pegou 12 rebotes na vitória por 115-109 sobre o Milwaukee Bucks. Em 22 de fevereiro de 2018, ele fez 38 pontos em uma derrota de 116-115 para o Philadelphia 76ers. Em 17 de março de 2018, ele registrou 15 pontos e 15 rebotes em uma derrota de 114-109 para o Cleveland Cavaliers.[14]

Temporada de 2018-19[editar | editar código-fonte]

Na abertura da temporada dos Bulls em 18 de outubro de 2018, Portis fez 20 pontos e 11 rebotes na derrota por 127-108 para o Philadelphia 76ers. Em 25 de outubro, ele foi descartado por quatro a seis semanas com uma entorse de seu joelho direito.[15]

Em 10 de dezembro, depois de ficar de fora por quase sete semanas, Portis retornou à ação e fez nove pontos em 19 minutos em uma derrota por 108-89 para o Sacramento Kings.[16]

Em 20 de dezembro, ele foi descartado por duas a quatro semanas com uma entorse no tornozelo direito, uma lesão sofrida na noite anterior contra o Brooklyn Nets. Ele retornou à ação em 6 de janeiro contra os Nets depois de perder sete jogos. Em 30 de janeiro, ele marcou 22 de seus 26 pontos no segundo tempo da vitória por 105-89 sobre o Miami Heat.[17]

Washington Wizards (2019)[editar | editar código-fonte]

Em 6 de fevereiro de 2019, Portis foi negociado, junto com Jabari Parker e uma escolha de Draft da segunda rodada, para o Washington Wizards em troca de Otto Porter.[18][19]

Ele fez sua estréia pelo Wizards dois dias depois, marcando 30 pontos em uma vitória por 119-106 sobre o Cleveland Cavaliers.[20]

New York Knicks (2019 – Presente)[editar | editar código-fonte]

Em 9 de julho de 2019, Portis assinou com o New York Knicks.[21]

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

LEGENDA
 PJ  Partidas jogadas  PI  Partidas iniciadas  MPJ  Minutos por jogo  AP  Arremessos de quadra (%)
 3P  Arremessos de 3 pontos (%)  LL  Lances-livre (%)  RT  Rebotes por jogo  AS  Assistências por jogo
 BR  Roubos de bola por jogo  TO  Tocos por jogo  PPJ  Pontos por jogo  Negrito  Melhor da carreira

Temporada regular[editar | editar código-fonte]

Ano Time PJ MPJ AP 3P LL RT AS BR TO PPJ
2015–16 Chicago 62 17.8 .427 .308 .727 5.4 .8 .4 .4 7.0
2016–17 Chicago 64 15.6 .488 .333 .661 4.6 .5 .3 .2 6.8
2017–18 Chicago 73 22.5 .471 .359 .769 6.8 1.7 .7 .3 13.2
2018–19 Chicago 22 24.1 .450 .375 .780 7.3 1.3 .5 .4 14.1
2018–19 Washington 28 27.4 .440 .403 .809 8.6 1.5 .9 .4 14.3
Carreira 249 20.3 .458 .361 .751 6.2 1.1 .5 .3 10.2

Playoffs[editar | editar código-fonte]

Ano TIme PJ MPJ AP 3P LL RT AS BR TO PPJ
2017 Chicago 6 20.1 .515 .462 .000 6.0 1.2 .5 .5 6.7
Career 6 20.1 .515 .462 .000 6.0 1.2 .5 .5 6.7

Fonte:[22]

Prêmios e homenagens[editar | editar código-fonte]

  • Segunda-Equipe All-American (2015)
  • Jogador do Ano da SEC (2015)
  • Primeira-Equipe All-SEC (2015)
  • Segunda-Equipe All-SEC (2014)
  • Equipe de Novatos da SEC (2014)
  • McDonald's All-American (2013)
  • First-team Parade All-American (2013)
  • Arkansas Mr. Basketball (2013)

Referências

  1. «Official NBA bio of Bobby Portis». NBA.com (em inglês). Consultado em 19 de julho de 2019 
  2. «Medcalf: Arkansas' Portis can change the future». ESPN.com (em inglês). 30 de dezembro de 2014. Consultado em 20 de julho de 2019 
  3. Harper, Doc (22 de outubro de 2014). «Portis Named 1st Team All SEC; Hogs Picked 3rd». Arkansas Fight. Consultado em 20 de julho de 2019 
  4. «Two on Wooden Award top-20». www.secsports.com. Consultado em 20 de julho de 2019 
  5. Harris, Eric. «Bobby Portis is Exceeding Expectations». The Arkansas Traveler (em inglês). Consultado em 20 de julho de 2019 
  6. «Bulls go big in draft with Bobby Portis». Chicago Bulls (em inglês). Consultado em 20 de julho de 2019 
  7. «Bulls sign Bobby Portis». Chicago Bulls (em inglês). Consultado em 20 de julho de 2019 
  8. «Bobby Portis 2015-16 Game Log». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 20 de julho de 2019 
  9. «Bulls exercise options on McDermott, Grant and Portis». Chicago Bulls (em inglês). Consultado em 20 de julho de 2019 
  10. «Chicago Bulls Assign Portis and Zipser to Windy City». Windy City Bulls (em inglês). Consultado em 20 de julho de 2019 
  11. «Chicago Bulls Recall Bobby Portis from Windy City Bulls». OurSports Central (em inglês). 7 de janeiro de 2017. Consultado em 20 de julho de 2019 
  12. «Bulls' Mirotic breaks jaw in fight with teammate». ESPN.com (em inglês). 17 de outubro de 2017. Consultado em 20 de julho de 2019 
  13. «Portis suspended eight games». Chicago Bulls (em inglês). Consultado em 20 de julho de 2019 
  14. «Cavaliers vs. Bulls - Game Recap - March 17, 2018 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 20 de julho de 2019 
  15. «Bulls injury update». Chicago Bulls (em inglês). Consultado em 20 de julho de 2019 
  16. «Bobby Portis Injury Update». Chicago Bulls (em inglês). Consultado em 20 de julho de 2019 
  17. «Bulls vs. Heat - Game Recap - January 30, 2019 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 20 de julho de 2019 
  18. «Bulls complete trade with Wizards». Chicago Bulls (em inglês). Consultado em 20 de julho de 2019 
  19. «Wizards acquire Parker and Portis from Bulls». Washington Wizards (em inglês). Consultado em 20 de julho de 2019 
  20. «Cavaliers vs. Wizards - Game Recap - February 8, 2019 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 20 de julho de 2019 
  21. «New York Knicks Sign Five Players». New York Knicks (em inglês). Consultado em 20 de julho de 2019 
  22. «Bobby Portis Stats». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 19 de julho de 2019