Bodocó

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Bodocó
  Município do Brasil  
Símbolos
Bandeira de Bodocó
Bandeira
Brasão de armas de Bodocó
Brasão de armas
Hino
Gentílico bodocoense
Localização
Localização de Bodocó em Pernambuco
Localização de Bodocó em Pernambuco
Bodocó está localizado em: Brasil
Bodocó
Localização de Bodocó no Brasil
Mapa de Bodocó
Coordenadas 7° 46' 42" S 39° 56' 28" O
País Brasil
Unidade federativa Pernambuco
Municípios limítrofes ao norte com Santana do Cariri e Araripe (ambas no estado do Ceará), ao sul com Parnamirim, a leste com Exu e Granito e a oeste com Ipubi e Ouricuri.
Distância até a capital 640 km
História
Fundação 1924 (98 anos)
Administração
Prefeito(a) Otávio Augusto Tavares Pedrosa Cavalcante[1] (PSB, 2021 – 2024)
Vereadores 13
Características geográficas
Área total [2] 1 621,786 km²
População total (estimativa IBGE/2021[3]) 38 605 hab.
Densidade 23,8 hab./km²
Clima Semiárido (Bsh)
Altitude 443 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
Indicadores
IDH (PNUD/2010[4]) 0,565 baixo
PIB (IBGE/2013[5]) R$ 189 435 mil
PIB per capita (IBGE/2013[5]) R$ 5 150,08
Sítio https://bodoco.pe.gov.br (Prefeitura)

Bodocó é um município brasileiro do estado de Pernambuco.

História[editar | editar código-fonte]

Originalmente, Bodocó foi um distrito, subordinado ao então município de Granito, criado pela lei municipal nº 3, de 17 de novembro de 1909. Essa situação se manteve até 22 de maio de 1924, quando a lei estadual nº 1 650, promoveu Bodocó à condição de sede do município de Granito. Em decorrência, o decreto-lei estadual nº 92, de 31 de março de 1938, rebatizou Granito de Bodocó.[6]

Geografia[editar | editar código-fonte]

Com altitude de 443 metros, o município se localiza à latitude 07°46'42" sul e à longitude 39°56'28" oeste. Sua população estimada em 2018 era de 37 909 habitantes, distribuídos em 1 621,786 km² de área.

Compõem-no três distritos: Bodocó (sede), Claranã e Feitoria.[6]

O município está incluído na área geográfica de abrangência do semiárido brasileiro, definida pelo Ministério da Integração Nacional em 2005.[7] Esta delimitação tem como critérios o índice pluviométrico, o índice de aridez e o risco de seca.

Aspectos físicos[editar | editar código-fonte]

O município localiza-se em sua maior parte na unidade geoambiental das Chapadas Altas. Parte da área do município, a sul, localiza-se na unidade geoambiental da Depressão Sertaneja.

O clima é semiárido, e a vegetação nativa é composta por caatinga.

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

O município situa-se na bacia hidrográfica do rio Brígida. Seus principais tributários são os riachos Sipauba, do Olho d’ Água, Tucano, Sto. Antônio, do Pombal, Gravatá, do Mel, do Camaleão, do Aço, da Volta, Umburana, do Ferreiro, do Manoino, do Algodão, do Lopes, do Caracui, das Letras, Cacimbas, da Garça ou Logradouro e da Selada, todos de regime intermitente. O município conta ainda com o açude Lopes II (23.935.360 m³).

Referências

  1. Prefeito e vereadores de Bodocó tomam posse Portal G1 - acessado em 2 de janeiro de 2021
  2. «Bodocó: Território e ambiente». IBGE Cidades. Consultado em 13 de maio de 2022 
  3. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (27 de agosto de 2020). «Bodocó». Consultado em 25 de abril de 2021 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil» (PDF). Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 3 de agosto de 2013 
  5. a b «Pernambuco » Bodocó » Produto Interno Bruto dos municípios - 2013». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 dez. de 2015 
  6. a b «Bodocó». IBGE Cidades. Consultado em 13 de maio de 2022 
  7. «Ministério da Integração Nacional, 2005. Nova delimitação do semiárido brasileiro» 
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Pernambuco é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.