Bodrum

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para a mesquita de mesmo nome, veja Mesquita de Bodrum.
Turquia Bodrum

Budrum, Halicarnasso, Petrônio

 
—  Distrito (ilçe)  —
Em sentido horário da superior esquerda: Visão de Bodrum do Castelo de São Pedro; Porto Atami; Vista de Bodrum; costa de Bodrum; Marina em Bodrum; Castelo de Bodrum.
Em sentido horário da superior esquerda: Visão de Bodrum do Castelo de São Pedro; Porto Atami; Vista de Bodrum; costa de Bodrum; Marina em Bodrum; Castelo de Bodrum.
Bodrum está localizado em: Turquia
Bodrum
Localização de Bodrum na Turquia
Coordenadas 37° 02' 27" N 27° 25' 53" E
Região Egeu
Província Muğla
Administração
 - Prefeito (belediye başkanı) Mehmet Kocadon (PRP)
Área
 - Total 65 606 km²
População (2014)[1]
 - Total 37 813
    • Densidade 0,58/km2 
Fuso horário EET (UTC+2)
 - Horário de verão EEST (UTC+3)
Sítio www.bodrum.bel.tr

Bodrum ou Budrum (na grafia antiga), conhecida na Antiguidade como Halicarnasso (em grego: Αλικαρνασσός) e na Idade Média como Petrônio (em latim: Petronium), é um porto turco na província de Muğla. Está situado na península de Bodrum, perto da entrada noroeste do golfo de Gökova, em frente da ilha grega de Cós. É um centro de turismo e náutica e na Antiguidade era conhecida como a Halicarnasso de Cária, famosa por seu mausoléu.

A povoação tornou-se em local turístico extremamente popular para europeus do norte devido à sua agradável costa e animada vida noturna (humoristicamente é conhecida como o "dormitório da Europa"). Com uma população de 36 401 habitantes (censo de 2013), recebe centenas de milhares de turistas todos os anos.

História[editar | editar código-fonte]

Embora tenha sido o local de nascimento do escritor e historiador Heródoto (484-420 a.C.), e, já no século I, o também historiador Dionísio de Halicarnasso, a maior glória da cidade foi durante o domínio do sátrapa Mausolo, que reinou em nome dos persas desde 377 a 353 a.C.. Ao morrer em 353 a.C., a sua mulher Artemísia II de Cária, contratou os arquitectos gregos Sátiro e Píteo e os melhores escultores da época para construir um túmulo para o seu defunto marido. Foi este túmulo uma das Sete Maravilhas do Mundo, sendo a origem da palavra "mausoléu".

Depois das invasões de Alexandre, o Grande, dos bárbaros e dos árabes, e de um sismo em 1404, os Cavaleiros de São João demoliram no século XIV o túmulo utilizando os restos para a construção do Castelo de São Pedro de Halicarnasso, entrando a cidade num período obscuro. O castelo e o povoado ficaram conhecidos como Petrônio até que em 1522 foi conquistado por Solimão, o Magnífico para o Império Otomano.

Vila de pescadores até princípios da década de 1970, a moderna cidade foi construída sobre as ruínas da antiga Halicarnasso convertendo-se no destino turístico mais activo da Turquia, atraindo poetas, músicos e outros artistas.

Referências

  1. «TURKEY: Provinces and Major Cities». 2016. Consultado em 22/09/2016. 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Bodream, Jean-Pierre Thiollet, Anagramme Ed., 2010. ISBN 978 2 35035 279 4

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Bodrum
Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia da Turquia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.