Boeing Monomail

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Boeing Model 200 Monomail
Avião
Descrição
Tipo / Missão Aeronave utilitária, monomotor a pistão, monoplano de asa-baixa
País de origem  Estados Unidos
Fabricante Boeing
Quantidade produzida 2
Desenvolvido em Boeing Y1B-9
Primeiro voo em 06 de maio de 1930 (89 anos)
Aposentado em 1933
Variantes
Tripulação 1 (piloto)
Passageiros 6/8
Carga útil 680 kg (1 500 lb)
Especificações (Modelo: Model 221)
Dimensões
Comprimento 13,0 m (42,7 ft)
Envergadura 18,0 m (59,1 ft)
Peso(s)
Peso carregado 3,629 kg (8,00 lb)
Propulsão
Motor(es) 1 × motor a pistão [[|Pratt & Whitney R-1860 Hornet B]], radial, refrigerado a ar
Potência (por motor) 575 hp (429 kW)
Performance
Velocidade máxima 254 km/h (137 kn)
Velocidade de cruzeiro 217 km/h (117 kn)
Alcance (MTOW) 925 km (575 mi)
Teto máximo 4,500 m (14,8 ft)

O Boeing Model 200 Monomail foi uma aeronave utilitária, monomotor a pistão, monoplano e de asa-baixa, desenvolvida pela Boeing no inícios dos anos 30, como aeronave de transporte de correspondências, sendo posteriormente convertido ao transporte de passageiros.[1][2][3]

Design, desenvolvimento e serviço[editar | editar código-fonte]

A aeronave marcou a saída da tradicional configuração de biplanos como aviões de transporte, e para isso, possuía uma asa-baixa, reforçada e de metal.[1][2][3] O trem de pouso retrátil e uma fuselagem estrutural adicionou eficiência aerodinâmica na aeronave.[1][2][3] Um protótipo foi construído para a avaliação para o Exército dos Estados Unidos (sob a designação de Y1C-18), mas não chegou a ser aprovado, e a aeronave uniu-se eventualmente a frota da Boeing na rota do correio aéreo de San Francisco-Chicago, em julho 1931, recebendo a designação de Model 200.

Uma segunda versão foi desenvolvida e designada como Model 221, com uma fuselagem alongada em 20 centímetros, que sacrificou parte de sua capacidade de carga para transportar seis passageiros em uma cabine fechada; Entretanto o piloto sentava-se em um cockpit aberto e exposto. Esta versão voou pela primeira vez em 18 de agosto de 1930. O Model 200 e o Model 221 foram modificados eventualmente para o serviço transcontinental com a designação de Model 221A, com uma fuselagem alongada para uma cabine de oito passageiros. Estas aeronaves foram operadas pela United Airlines na rota Cheyenne-Chicago.[2]

O design avançado do Monomail foi dificultado pela falta de tecnologia adequada de motor e de hélice. Quando as hélices de passo variável e motores mais potentes estavam disponíveis, o projeto já havia sido superado por aeronaves com vários motores, incluindo o própria Boeing 247. No entanto, muitos avanços do Monomail foram incorporados nos projetos dos bombardeiros e aviões de caça mais avançados do início dos anos 30, como o Boeing Y1B-9 e o Model 248 (este último mais tarde viria a ser o P-26 Peashooter da USAAC), respectivamente.[3]

Variantes[editar | editar código-fonte]

Model 200

  • Versão para o transporte de correspondências; Uma unidade construída.

Model 221

  • Versão para o transporte de correspondências e capacidade para até 6 passageiros; Uma unidade construída.

Model 221A

  • Model 200 e Model 221 convertidos para acomodar até 8 passageiros;

Operadores[editar | editar código-fonte]

 Estados Unidos

Especificações (Model 200)[editar | editar código-fonte]

Dados de Boeing.[4]

Características gerais[editar | editar código-fonte]

Atuação[editar | editar código-fonte]

  • Velocidade máxima: 254 km/h
  • Velocidade de cruzeiro: 217 km/h
  • Alcance operacional: 925 km
  • Teto de serviço: 4,500 m

Ver também[editar | editar código-fonte]

Desenvolvimento relacionado:

Aeronaves de configurações, funções e características semelhantes:

Referências

  1. a b c «Boeing Model 200 Monomail». www.aviation-history.com. Consultado em 25 de fevereiro de 2017 
  2. a b c d «Boeing Model 200 Monomail - single-seat cargo/mail transport». www.aviastar.org. Consultado em 25 de fevereiro de 2017 
  3. a b c d «Boeing Monomail | Aircraft |». www.fiddlersgreen.net (em inglês). Consultado em 25 de fevereiro de 2017 
  4. «Boeing: Historical Snapshot: Monomail Transport». www.boeing.com. Consultado em 25 de fevereiro de 2017 
Ícone de esboço Este artigo sobre aviação, integrado ao Projeto Aviação, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.