Boeing New Large Airplane

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
New Large Airplane (NLA)
Avião
Descrição
Tipo / Missão Avião comercial
País de origem  Estados Unidos
Fabricante Boeing
Quantidade produzida 0
Tripulação 2
Passageiros 606
Número de classes 3 classe(s)
Especificações
Dimensões
Comprimento 74,47 m (244 ft)
Envergadura 79,25 m (260 ft)
Altura 23,67 m (77,7 ft)
Propulsão
Motor(es) 4 motores[1]
Performance
Alcance (MTOW) 14 400 km (8 950 mi)
Notas
Fonte: Seattle PI[2]

O Boeing NLA (em inglês: New Large Airplane), foi um conceito da década de 1990 para um novo avião comercial no mercado de aeronaves com mais de 500 assentos, com quatro motores. Pouco maior que o 747, esta aeronave tinha um conceito similar ao McDonnell Douglas MD-12 e posterior Airbus A380. Em 1993, a Boeing decidiu não prosseguir com o desenvolvimento deste conceito, focando em atualizações do 747. Os nomes dados ao projeto foram NLA e Boeing 763-246C.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Norris, Guy; Mark Wagner (2005). Airbus A380: Superjumbo of the 21st Century. [S.l.]: Zenith Press. p. 29. ISBN 978-0-7603-2218-5 
  2. West, Karen (21 de Novembro de 1994). «It's a Bird, It's a Plane... It's Too Big to be a Plane; Makers Plan the Big One But Aren't Sure It'll Be Built». Seattle Post-Intelligencer