Boeing New Large Airplane

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
New Large Airplane (NLA)
Avião
Descrição
Tipo / Missão Avião comercial
País de origem  Estados Unidos
Fabricante Boeing
Quantidade produzida 0
Tripulação 2
Passageiros 606
Número de classes 3 classe(s)
Especificações
Dimensões
Comprimento 74,47 m (244 ft)
Envergadura 79,25 m (260 ft)
Altura 23,67 m (77,7 ft)
Propulsão
Motor(es) 4 motores[1]
Performance
Alcance (MTOW) 14 400 km (8 950 mi)
Notas
Fonte: Seattle PI[2]

O Boeing NLA (em inglês: New Large Airplane ), foi um conceito da década de 1990 para um novo avião comercial no mercado de aeronaves com mais de 500 assentos, com quatro motores. Pouco maior que o 747, esta aeronave tinha um conceito similar ao McDonnell Douglas MD-12 e posterior Airbus A380. Em 1993, a Boeing decidiu não prosseguir com o desenvolvimento deste conceito, focando em atualizações do 747. Os nomes dados ao projeto foram NLA e Boeing 763-246C.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Norris, Guy; Mark Wagner (2005). Airbus A380: Superjumbo of the 21st Century. [S.l.]: Zenith Press. p. 29. ISBN 978-0-7603-2218-5 
  2. West, Karen (21 de Novembro de 1994). «It's a Bird, It's a Plane... It's Too Big to be a Plane; Makers Plan the Big One But Aren't Sure It'll Be Built». Seattle Post-Intelligencer