Bolo inglês

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Bolo de frutas

O bolo inglês é um bolo de frutas tipicamente assado numa forma retangular (embora não obrigatoriamente) forrada com papel manteiga. É um bolo com uma massa compacta, que leva bastante manteiga e açúcar, frutas cristalizadas, passas e frutos secos (nozes, amêndoas, avelãs), e que na época natalícia é feito com antecedência e regado com um licor ou vinho-do-porto. [1]

Bolo de frutas tradicional dos EUA

Apesar dos bolos de Natal em muitos países serem bolos de frutas, existe normalmente uma receita especial para estes. Em Portugal, é o bolo-rei que, embora leve frutas cristalizadas e nozes, tem uma forma e uma massa muito diferente do bolo inglês, como também o “panetoneitaliano; na Alemanha, têm o “stollen”, igualmente diferente do bolo inglês e, na própria Inglaterra, há o “Christmas cake” e o “Christmas pudding”, ambos com frutas mas feitos duma forma diferente do vulgar bolo de frutas.

No Brasil, para além da receita tradicional, [2] também se chama “bolo inglês” a uma massa que não leva frutas e com a qual se fazem “cup-cakes”. [3]

História do bolo inglês[editar | editar código-fonte]

A referência mais antiga é do tempo dos antigos romanos e incluía sementes de romã, pinhões e passas numa papa de cevada. Existem também relatos da Idade Média de cruzados que levavam este bolo nas suas viagens, que duravam vários meses ou anos. [4] No século XVI, a cevada foi substituída por farinha de trigo e o mel por açúcar que vinha das colónias com um bom preço. [1] No século XVIII, os bolos de frutas foram restringidos às festas principais por leis feitas pelas autoridades religiosas que achavam que estes bolos eram “pecaminosos”, mas no século seguinte, o “chá vitoriano” não era servido sem o bolo de frutas. [4]

O nome deste bolo, pelo menos em Portugal e na América do Sul, pode estar relacionado com o acordo com os ingleses, quando Portugal estava a ser invadido por Napoleão. [2] No entanto, mais recentemente nos Estados Unidos, o bolo de frutas está novamente a ser ameaçado pela mesma razão que no século XVIII – ser demasiado pesado e ter-se tornado num presente fácil de conseguir para as festas. [5]

Referências