Bombarda (arma)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde maio de 2015). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Bombarda no Ordensburg Marienburg.

Bombarda era um primitivo disparador de projéteis pesados que surgiu no século XIV (logo após a descoberta da pólvora pelos europeus), com bico pouco comprido, e que não passava de uma chapa de aço forjada em forma de tubo e reforçada com cintas metálicas. Pode-se dizer que a bombarda foi o precursor do canhão e do morteiro.

Utilizava projécteis de pedra ou metal, no entanto para grandes calibres utilizavam-se os de pedra pois eram mais leves e mais baratos. A bombarda mais tarde deu origem ao morteiro, quando ganhou maior força e passou a atirar explosivos.

Devido ao peso, foram criadas em 1365 as bombardas portáveis (ou bombardas de mão). Estas eram mais leves e eram para ser utilizadas e transportadas por um só combatente; porém, assim como o arcabuz, não se podia mirar para baixo (pois a munição rolava para fora da arma).

Bombarda de mão, antecessora das modernas armas de fogo portáveis.

Estas últimas serviram de inspiração para o surgimento do arcabuz na entrada do século XV, cujo mecanismo de ignição estava mais próximo ao de uma espingarda moderna que ao de um canhão.


Ícone de esboço Este artigo sobre armas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre tópicos militares é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.