Boninho

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Boninho
Nome completo José Bonifácio Brasil de Oliveira
Nascimento 4 de novembro de 1961 (59 anos)
São Paulo, SP
Nacionalidade brasileiro
Cônjuge Narcisa Tamborindeguy (c. 1983–86)
Kátia D'Ávila (c. 1995–98)
Ana Furtado (c. 1999)
Filho(a)(s) Mariana
Pedro
Isabela
Ocupação diretor de televisão

José Bonifácio Brasil de Oliveira (São Paulo, 4 de novembro de 1961), mais conhecido como Boninho, é um diretor de televisão brasileiro.

Biografia e carreira[editar | editar código-fonte]

É filho de José Bonifácio de Oliveira Sobrinho, o Boni.[1]

Casou-se em 1983 com a socialite Narcisa Tamborindeguy, união que acabou em 1986, da qual nasceu sua filha Mariana. Entre 1995 e 1998, foi casado com Kátia D'Ávila, mãe de seu filho Pedro. Desde 1999 Boninho é casado com a atriz Ana Furtado, com quem tem uma filha chamada Isabella, nascida em 1 de maio de 2007.

Rádio Excelsior[editar | editar código-fonte]

Começou sua carreira na Rádio Excelsior FM, em 1978.

Globo[editar | editar código-fonte]

Reestruturou a Rádio Globo FM (Sistema Globo de Rádio) e criou e dirigiu o programa de vídeo clipe Clip Clip na Rede Globo, de 16 de setembro de 1984 até março de 1987 (no ar aos domingos às 12h45). Boninho dirigiu diversos vídeos clipes para o Fantástico e para bandas como Ultraje a Rigor, Titãs, Os Ronaldos, entre outras. Fez quadros de games para o Domingão do Faustão, apresentado por Fausto Silva.

Criou, juntamente com o artista gráfico Luiz Ferré e com o manipulador Beto Dorneles, o infantil TV Colosso. Fez o Angel Mix e dirigiu diversos eventos como: Rolling Stones, Lady Gaga, AC/DC, LMFAO, Hollywood Rock, Free Jazz, Prêmio TIM, entre outros. Em 1992, foi o responsável pela criação e programação do canal a cabo Multishow.

Foi o responsável, também, pela divulgação, criação e desenvolvimento do formato reality show no Brasil, como o: No Limite, Hipertensão e desde 2009 o Jogo Duro. Já supervisionou os programas Vídeo Show, Mais Você[2], de Ana Maria Braga, Encontro com Fátima Bernardes e É de Casa. Boninho também foi supervisor nos musicais Superstar, Popstar, The Voice Brasil (apresentado por Tiago Leifert) e The Voice Kids Brasil (apresentado por André Marques). Já foi diretor de núcleo do Estrelas, Caldeirão do Huck e TV Xuxa.

Atualmente é diretor de gênero de variedades na Rede Globo.[3]

Atualmente controla o Domingão do Faustão, o Caldeirão do Huck, o Só Toca Top, o Tamanho Família e os eventos Rock in Rio e Lollapalooza, o reality show Big Brother Brasil, apresentado por Tiago Leifert.

Dirige também carnaval Globeleza, com os apresentadores do Rio de Janeiro e São Paulo.

Em 2020 dirigiu o The Voice Brasil em ano de pandemia. Chegou a participar ao vivo da semifinal do The Voice, interagindo com os jurados e celebrando os participantes.[4]

Trabalho na televisão[editar | editar código-fonte]

Programas[editar | editar código-fonte]

Ano Título Função
1984–87 Clip Clip Diretor Geral
1991–92 Show do Mallandro Diretor
1993–97 TV Colosso Diretor de Núcleo
1994 Réveillon do Faustão Diretor Geral
1996–98 Angel Mix
2000–01 No Limite Diretor Geral
2002–presente Big Brother Brasil Diretor de Núcleo
2004–05 Correndo Atrás
2006–13 Estrelas
2007–19 Mais Você
2009–13 Vídeo Show
2009–15 TV Globinho
2009 Jogo Duro
No Limite
2010–11 Hipertensão
2012 Vídeo Game Verão
2012–presente The Voice Brasil
2013–14 TV Xuxa
2013–19 Encontro com Fátima Bernardes
2013 Caldeirão do Huck
2014–15 SuperStar
2015–19 Vídeo Show
2015 Tomara que Caia
2015–19 É de Casa
2016–presente The Voice Kids
2017–19 Popstar
2019–presente Caldeirão do Huck
Domingão do Faustão
Mestre do Sabor
2020 Ivete Sangalo Em Casa Diretor Artístico
Alok Em Casa
Roberto Carlos Em Casa
Luan Love Em Casa
Arraiá Em Casa
2021–presente The Voice + Diretor de Núcleo
Plantão BBB
Casa Kalimann
No Limite
2019 Só Toca Top Diretor de núcleo

Programas atuais[editar | editar código-fonte]

Controvérsias[editar | editar código-fonte]

Escrevendo para o Splash (UOL) em fevereiro de 2021, Maurício Stycer criticou o posicionamento de Boninho ao tentar jogar a culpa em Lucas Penteado por ter sofrido ataques na casa. Segundo Boninho, Lucas bebia e "virava um Gremlin": "É uma fala muito grave, que expõe a intimidade e ofende a honra de Lucas. Além de também jogar a culpa sobre quem o selecionou para participar do programa. (...) Ao chamar Lucas de "Gremlin", Boninho reforça o argumento dos que acusam o programa de esvaziar, ou "deslegitimizar", um momento importante, que foi o beijo entre dois homens no reality."[5]

Ainda segundo Stycer, o teor do áudio vazado com uma conversa entre Boninho e Projota poderia comprovar que o programa é manipulado: "No terceiro e último trecho da conversa vazada, Boninho antecipa a Projota detalhes do "BBB" e garante que "a casa vai mudar". Para quem suspeita que a direção manipula o programa, a fala do diretor é um prato feito: "Eu sei, cara. Você tá aí. Você entrou num jogo. Você vai falar: vou desistir? O que eu estou falando é o seguinte: Dá um tempo. A casa vai mudar. Ele saiu fora. O clima é outro. Vai mudar as coisas. Curta o seu jogo, o que você está fazendo aí. Você está se divertindo, tá cuidando da tua vida. Respira fundo. Dá um tempo pra você ver o que aconteceu. Tá todo mundo de cabeça quente, com toda razão"."[5]

Em entrevista ao jornal Metrópoles no dia 28 fevereiro de 2021, Nego Di disse que Boninho passou informações para ele no confessionário, pedindo para que ele não falasse do Lucas Penteado na casa.[6] Nego Di também acusou a Rede Globo de conceder um tratamento diferenciado à Karol Conká e Lucas Penteado após a saída da casa, e disse que quebrou um contrato com a empresa no valor de 1.5 milhão de reais.[7] Mais tarde, Boninho bloqueou Nego Di no Instagram.[8]

Referências

  1. «José Bonifácio, o Boni, tem quantos filhos?». OsPaparazzi. 14 de setembro de 2020. Consultado em 26 de janeiro de 2021 
  2. «Boninho pode dirigir atração de Fátima». Folha de S.Paulo. 10 de agosto de 2012. Consultado em 26 de janeiro de 2021 
  3. Cristina Padiglione (27 de novembro de 2020). «Globo divulga nova estrutura da área de Entretenimento». Telepadi. Consultado em 26 de janeiro de 2021 
  4. «Boninho além do BBB. Veja biografia do diretor». OsPaparazzi. Consultado em 16 de dezembro de 2020 
  5. a b Maurício Stycer (7 de fevereiro de 2021). «Manipulação? Boninho culpa Lucas e promete a Projota: BBB 21 "vai mudar"». Splash. UOL. Consultado em 7 de fevereiro de 2021. Cópia arquivada em 7 de fevereiro de 2021 
  6. Leo Dias (28 de fevereiro de 2021). «BBB21: Nego Di revela que Boninho passa informações no confessionário». Metrópoles. Consultado em 28 de fevereiro de 2021 
  7. Leo Dias (3 de março de 2021). «Nego Di quebra contrato e diz: "Multa é R$ 1,5 mi, mas não tenho nada"». Metrópoles. Consultado em 3 de março de 2021 
  8. «Nego Di é bloqueado por Boninho no Instagram: "Acho muito engraçado"». Metrópoles. 3 de março de 2021. Consultado em 3 de março de 2021 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Boninho (diretor)