Borbela e Lamas de Olo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Portugal Portugal Borbela e Lamas de Olo 
  Freguesia  
Localização no concelho de Vila Real
Localização no concelho de Vila Real
País Portugal Portugal
Concelho Vila Real brasão.gif Vila Real
Fundação 28 de janeiro de 2013
Administração
 - Tipo Junta de freguesia
 - Presidente José Armando Ribeiro de Sousa (PS)
Área
 - Total 41,28 km²
População (2011)
 - Total 2 761
    • Densidade 66,9 hab./km²

Borbela e Lamas de Olo (oficialmente, União das Freguesias de Borbela e Lamas de Olo[1]), é uma freguesia portuguesa do concelho de Vila Real, com 41,28 km² de área[2] e 2 761 habitantes (2011[3]). Das 20 freguesias do concelho, é a 2.ª em área, a 6.ª em população residente e a 15.ª em densidade populacional (66,9 hab/km²).

Foi criada aquando da reorganização administrativa de 2012/2013,[1] resultando da agregação das antigas freguesias de Borbela e Lamas de Olo.


Antigas freguesias que deram origem à União das Freguesias de Borbela e Lamas de Olo (Vila Real).
Freguesia atual Freguesias antigas
Brasão Freguesia População[3] Área
(km²)[2]
Brasão Freguesia População[4] (2011) Área[5] (km²)
Coats of arms of None.svg
União das Freguesias de Borbela e Lamas de Olo 2 761 41,28
Coats of arms of None.svg
Borbela 2 652 11,94
Lamas de Olo brasão.gif
Lamas de Olo 109 29,33


Inclui no seu território os seguintes lugares: Bairro da Carvalha, Bairro do NORAD, Borbela (sede), Borralha, Calçada, Courelas, Cravelas de Baixo, Cravelas de Cima, Dornelas, Ferreiros, Flores, Fraga de Almotolia, Lamas de Olo, Outeiro, Prado, Queiró e Relva.

É uma freguesia de cariz assimétrico, por resultar da agregação de duas antigas freguesias muito distintas: Borbela, periurbana, onde coexistiam zonas indistintamente integradas no contínuo urbano da cidade de Vila Real com zonas mais rurais, e Lamas de Olo, quase despovoada e totalmente integrada no Parque Natural do Alvão.


Notas e referências

  1. a b Diário da República, Reorganização administrativa do território das freguesias, Lei n.º 11-A/2013, de 28 de janeiro, Anexo I.
  2. a b Instituto Geográfico Português, Carta Administrativa Oficial de Portugal (CAOP), versão 2013 (ficheiro Excel zipado)
  3. a b Valor obtido somando a população (Censos 2011) das antigas freguesias que lhe deram origem
  4. INE (2012) – "Censos 2011 (Dados Definitivos)", "Quadros de apuramento por freguesia" (tabelas anexas ao documento).
  5. Instituto Geográfico Português, Carta Administrativa Oficial de Portugal (CAOP), versão 2012.1


Ver também[editar | editar código-fonte]


Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre freguesias portuguesas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.