Borboleta-do-manacá

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaBorboleta-do-manacá
Methona confusa (1).jpg

Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Arthropoda
Classe: Insecta
Ordem: Lepidoptera
Família: Nymphalidae
Subfamília: Ithomiidae
Género: Methona
Espécie: M. themisto
Nome binomial
Methona themisto
(Hübner, 1818)

A borboleta-do-manacá (Methona themisto) é uma borboleta da família dos ninfalídeos, que ocorre na mata Atlântica brasileira. Tais borboletas têm asas com detalhes de coloração amarela, branca e negra. Costumam adaptar-se ao ambiente urbano em que há manacás (Brunfelsia pilosa e B. uniflora), planta que serve de alimento para suas lagartas.

As asas podem ter regiões translúcidas. Por esse fato, na região do Rio Grande do Sul, são apelidadas de vitral.

Comportamento[editar | editar código-fonte]

É comum vê-las voando em locais sombreados e úmidos. Quando capturadas apresentam comportamento de tanatose.

Reprodução[editar | editar código-fonte]

Acasalamento

Após o acasalamento, a fêmea põe os ovos, que são de coloração branca, na face inferior das folhas. A larva é negra com anéis amarelos e leva cerca de 30 dias para atingir o estágio adulto.

larva

Imagens externas[editar | editar código-fonte]

Foto [1] Foto [2]

Referências[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre lepidópteros, integrado no Projeto Artrópodes é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.