Borgen (série de televisão)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Borgen
Borgen (PT/BR)
Informação geral
Formato Série
Género Drama político
Duração ± 60 min.
Estado Finalizada
Criador(es) Adam Price
País de origem  Dinamarca
Idioma original Dinamarquês
Produção
Diretor(es) Søren Kragh-Jacobsen
Rumle Hammerich
Produtor(es) Camilla Hammerich
Guionista(s) Adam Price
Jeppe Gjervig Gram
Tobias Lindholm
Elenco Sidse Babett Knudsen
Birgitte Hjort Sørensen
Pilou Asbæk
Mikael Birkkjær
Søren Malling
Compositor da música tema Halfdan E
Exibição
Emissora de televisão original DR1
Transmissão original 26 de setembro de 201010 de março de 2013
N.º de temporadas 3
N.º de episódios 30

Borgen (AFI[ˈb̥ɒːˀʊ̯ən]) é uma série televisiva dinamarquesa de ficção, do género drama político, criada por Adam Price e transmitida originalmente pela DR1, entre 26 de setembro de 2010 e 10 de março de 2013, totalizando 3 temporadas de 10 episódios cada.[1]

A história narra os jogos de interesse que se desenvolvem na política dinamarquesa, através da personagem Birgitte Nyborg, uma líder partidária que se converte na primeira mulher a alcançar o cargo de primeiro-ministro da Dinamarca.[2] "Borgen" (lit.: o castelo) é o termo coloquial utilizado para se referir ao Palácio de Christiansborg, onde estão sediados os três ramos do governo dinamarquês: o Parlamento (legislativo), o Gabinete do Primeiro-Ministro (executivo) e o Supremo Tribunal (judicial).[3]

Em Portugal, as três temporadas da série foram exibidas pela primeira vez na RTP2, entre 5 de janeiro e 13 de fevereiro de 2015, com a transmissão diária de um episódio, em horário nobre.[4][5] Apesar dos elogios na imprensa portuguesa, a série teve apenas uma média diária de 70 a 75 mil espectadores, no referido período.[3][6] No Brasil, as três temporadas da série foram exibidas na Globosat HD e no Sundance Channel.[7][8]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Birgitte Nyborg, a líder do partido centrista Os Moderados (De Moderate), é uma política de personalidade forte que, contra todas probabilidades, se torna a primeira mulher do governo executivo da Dinamarca. Como primeira-ministra, Birgitte Nyborg defronta-se logo com uma questão: até onde se pode ir para manter o poder? Ao longo dos episódios, ela vai percebendo que conciliar a vida pessoal e a vida profissional, bem como os seus ideais e os sacrifícios políticos necessários, não é fácil, especialmente quando se é chefe do governo executivo. Paralelamente, explora-se a relação entre os meios de comunicação social e o poder político, que se condicionam mutuamente.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Ator Personagem Papel desenvolvido
Sidse Babett Knudsen Birgitte Nyborg Líder d'Os Moderados (temporadas 1 e 2)
Primeira-ministra (temporadas 1 e 2)
Líder dos Novos Democratas (temporada 3)
Família Nyborg-Christensen
Mikael Birkkjær Phillip Christensen Marido de Birgitte Nyborg (temporada 1)
Ex-marido de Birgitte Nyborg (temporadas 2 e 3)
Freja Riemann Laura Christensen Filha de Birgitte Nyborg-Christensen e Phillip Christensen
Emil Poulsen Magnus Christensen Filho de Birgitte Nyborg-Christensen e Phillip Christensen
Comitiva profissional de Birgitte Nyborg
Pilou Asbæk Kasper Juul Assessor de imprensa (spin doctor) de Birgitte Nyborg (temporadas 1 e 2)
Jornalista (temporada 3)
Morten Kirkskov Niels Erik Lund Secretário permanente da primeira-ministra
Iben Dorner Sanne Assistente pessoal da primeira-ministra
Hanne Hedelund Jytte Secretária da primeira-ministra (temporada 2)
Equipa do Canal TV1
Birgitte Hjort Sørensen Katrine Fønsmark Jornalista da TV1/Ekspress (temporadas 1 e 2)
Gestora de campanha (temporada 3)
Benedikte Hansen Hanne Holm Jornalista da TV1 (temporadas 1 e 3)
Jornalista do Ekspres (temporada 2)
Søren Malling Torben Friis Editor de notícias da TV1
Lisbeth Wulff Pia Munk Editora da TV1
Thomas Levin Ulrik Mørch Pivô do telejornal da TV1
Christian Tafdrup Alexander 'Alex' Hjort Diretor de programas da TV1
Anders Juul Simon Bech Pivô do telejornal da TV1
Governo de Nyborg
Lars Knutzon Bent Sejrø Ministro das Finanças (temporada 1)
Assessor de Birgitte (temporadas 2 e 3)
Dar Salim Amir Diwan Líder do partido Os Verdes, ministro de Energia e Clima
Stine Stengade Henriette Klitgaard Ministra dos Negócios (Os Moderados)
Jens Jacob Tychsen Jacob Kruse Ministro dos Assuntos Europeus (Os Moderados), depois comissário europeu e, por fim, líder do partido Os Moderados
Novos Democratas
Kristian Halken Erik Hoffmann Anteriormente vice-presidente do partido Nova Direita
Julie Agnete Vang Christensen Nete Buch Anteriormente parlamentar do partido Os Moderados
Jens Albinus Jon Berthelsen Anteriormente parlamentar do partido Os Moderados
Lars Mikkelsen Søren Ravn Consultor económico dos Novos Democratas
Partido Trabalhista
Peter Mygind Michael Laugesen Líder dos Trabalhistas — Editor do jornal Ekspres
Flemming Sørensen Bjørn Marrot Ministro dos Negócios Estrangeiros, líder dos Trabalhistas (substituindo Laugesen)
Lars Brygmann Troels Höxenhaven Ministro da Justiça e líder dos Trabalhistas
Bjarne Henriksen Hans Christian Thorsen Ministro da Defesa (Trabalhista)
Petrine Ager Pernille Madsen Vice-presidente dos Trabalhistas
Ministra da Igualdade (temporada 1)
Ministra das Finanças (temporada 1 e 2)
Líderes partidários
Søren Spanning Lars Hesselboe Líder do partido Liberal
Primeiro-ministro (temporadas 1 e 3)
Ole Thestrup Svend Åge Saltum Líder do partido Liberdade
Marie Askehave Benedikte Nedergaard Membro do partido Liberdade
Jannie Faurschou Yvonne Kjær Líder do partido Nova Direita
Signe Egholm Olsen Anne Sophie Lindenkrone Líder do partido Solidariedade
Membros do Parlamento
Fadime Turan Aicha Nagrawi Pelo partido Solidariedade
Claus Bue Parly Petersen Pelo partido Trabalhista
Mette Kolding Inger Hansen Pelo partido Liberal
Laura Allen Müller Nadia Barazani Pelo partido Novos Democratas
Outras personagens
Alastair Mackenzie Jeremy Welsh Namorado de Birgitte Nyborg (temporada 3)
Claus Riis Østergaard Ole Dahl Assessor de imprensa de Hasselboe
Mille Dinesen Cecelie Toft Namorada de Phillip Christensen — pediatra (temporada 2)

Referências

  1. Stuart Jeffries (14 de novembro de 2013). «Borgen creator Adam Price on what's next for Birgitte Nyborg in the show's third and final series» (em inglês). The Guardian. Consultado em 3 de setembro de 2016. 
  2. «Série dinamarquesa 'Borgen' estreia na RTP2». Destak. 4 de janeiro de 2015. Consultado em 3 de setembro de 2016. 
  3. a b Ana Maria Henriques (20 de fevereiro de 2015). «"Borgen": os dramas da política na Dinamarca são um sucesso». Público. Consultado em 3 de setembro de 2016. 
  4. «"Borgen". A nova série que vai viciar eleitores e políticos». i. 2 de janeiro de 2015. Consultado em 3 de setembro de 2016. 
  5. Inês Borges (1 de fevereiro de 2015). «Nova temporada de "Borgen" chega à RTP2». Espalha Factos. Consultado em 3 de setembro de 2016. 
  6. Telma Miguel (13 de fevereiro de 2015). «Borgen e El Príncipe: Da Dinamarca política aos podres de Ceuta». Sol. Consultado em 3 de setembro de 2016. 
  7. Fernanda Furquim (15 de abril de 2012). «'Borgen', mais uma série dinamarquesa estreia na Globsosat HD». Veja. Consultado em 4 de setembro de 2016. 
  8. «Sundance Channel estreia séries "Borgen" e "Rectify" no Brasil». Jornal Brasil On-Line. 4 de dezembro de 2014. Consultado em 4 de setembro de 2016. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]