Boris Shcherbina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Boris Shcherbina
Nascimento 5 de outubro de 1919
Debaltseve
Morte 22 de agosto de 1990 (70 anos)
Moscou
Sepultamento Cemitério Novodevichy
Cidadania União Soviética
Alma mater Universidade Estatal Ucraniana de Transporte Ferroviário
Ocupação político, Liquidador
Prêmios Ordem de Lenin, Herói do Trabalho Socialista, Ordem da Revolução de Outubro, Ordem da Bandeira Vermelha do Trabalho

Boris Yevdokimovich Shcherbina (Ucrânia, 5 de outubro de 1919Moscou, 22 de agosto de 1990) foi um político ucraniano que atuou como vice-presidente do Conselho de Ministros da União Soviética de 1984 a 1989. Nesse período, supervisionou a gestão de crises soviéticas após duas grandes catástrofes: o acidente nuclear de Chernobil e o sismo de Spitak.[1][2][3][4]

Referências

  1. Sputnik. «Десять Хиросим Спитака – воспоминания казахстанца о страшном землетрясении». Sputnik Казахстан (em russo). Consultado em 31 de maio de 2019 
  2. «Boris Shcherbina». Yahoo UK. 29 de abril de 2019. He died in 1990 at age 70, and it's not clear if he died of radiation or not, given that he ordered the construction of a new town in the highly contaminated area. In a secret 1988 decree that he helped form, Soviet doctors could not cite radiation as a cause of death or illness. 
  3. Blasco, Lucía (31 de maio de 2019). «Chernobyl: como a União Soviética tentou esconder o maior acidente nuclear da história». BBC. Consultado em 31 de julho de 2019 
  4. Spencer, Samuel (26 de junho de 2019). «Chernobyl: What happened to Boris Shcherbina in real life?». Daily Express. Consultado em 31 de julho de 2019 
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.