Bossa Nova (filme)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde abril de 2013). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Bossa Nova
Brasil
2000 •  cor •  95 min 
Direção Bruno Barreto
Produção Lucy Barreto e Luiz Carlos Barreto
Roteiro Alexandre Machado
Fernanda Young
Sérgio Sant'Anna
Elenco Amy Irving
Antônio Fagundes
Alexandre Borges
Débora Bloch
Giovanna Antonelli
Género comédia
romance
Direção de arte Carla Caffé e Cássio Amarante
Direção de fotografia Pascal Rabaud
Figurino Emilia Duncan
Edição Ray Hubley
Companhia(s) produtora(s) Globo Filmes, LC Barreto, Filmes do Equador, Columbia Tristar
Distribuição Columbia Tristar
Idioma português

Bossa Nova é um filme brasileiro do gênero comédia romântica, dirigido por Bruno Barreto, com roteiro baseado no romance Miss Simpson de Sérgio Sant'Anna, e roteirizado por Alexandre Machado, Fernanda Young e Sérgio Sant'Anna.[1]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Miss Simpson é uma norte-americana que vive no Rio de Janeiro e leciona o idioma inglês. Entre os seus alunos estão Acácio, um jogador de futebol que está prestes a se mudar para a Inglaterra, e Nadine, uma fanática por computadores e que está empolgada com o romance virtual que vem mantendo com um suposto artista plástico de Nova Iorque. Num encontro casual, Miss Simpson conhece Pedro Paulo, um advogado que acabou de se separar da mulher, que o trocou pelo professor chinês de tai chi chuan. Encantado com o charme da moça, ele acaba se matriculando em uma de suas turmas.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Amy Irving, a estrela de Bossa Nova.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Novo filme de Bruno Barreto estréia hoje misturando idiomas em um Rio idealizado». Folha de S.Paulo. 31 de março de 2000. Consultado em 10 de maio de 2015