Bráulio Mantovani

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Bráulio Mantovani (São Paulo, julho de 1963) é um roteirista [1] e assistente de direção brasileiro, autor do roteiro do consagrado filme Cidade de Deus, dirigido por Fernando Meirelles.

Formado em Língua e Literatura Portuguesa pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo e Pós-graduado em Roteiro Cinematográfico pela Universidade Autônoma de Madri, começou sua carreira em grupos de teatro, passando a escrever roteiros profissionalmente em 1987. Naquele ano, escreveu, com Maria Bacellar, Carlota/Amorosidade. No início da década de 1990 trabalhou como assistente de câmera e posteriormente assistente de direção do polonês Zbig Rybczynski, em Nova Iorque, trabalhando nos telefilmes The Orchestra (1990), Manhattan (1991) e Washington (1991).

De volta ao Brasil, escreveu o roteiro do curta-metragem Palace II, em 2001, dirigido por Fernando Meirelles. A parceria se repetiu em Cidade de Deus, filme de longa-metragem de 2002, um dos maiores sucessos de público e crítica do cinema brasileiro. Aclamado internacionalmente, consagrou a ambos enquanto cineastas. Cidade de Deus foi indicado a quatro Oscars em 2004, incluindo roteiro.

Filmografia[editar | editar código-fonte]


Referências

  1. Portal (e Comunidade) "Roteiro de Cinema". «( Index > Roteiristas > ) BRÁULIO MANTOVANI». Arquivado desde o original em 05/04/2016. Consultado em 10 de maio de 2016. 
  2. http://www.roteirosonline.com.br/brauliomantovani.htm
  3. " Marcelo Tas / Redação (UOL Entretenimento) ". «"Gosto de sair do cinema perturbado", diz Bráulio Mantovani». Arquivado desde o original em 02/11/2015. Consultado em 10 de maio de 2016.