Braço de Ferro (telenovela)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Braço de ferro
Informação geral
Formato Telenovela
Gênero Infantil
Criador(es) Marcos Caruso
País de origem  Brasil
Produção
Diretor(es) Sérgio Galvão
Tema de abertura "Braço de ferro", por Projeto XK
Exibição
Emissora de televisão original Brasil Rede Bandeirantes
Transmissão original 9 de maio - 30 de julho de 1983
N.º de episódios 50

Braço de Ferro foi uma telenovela brasileira exibida pela Rede Bandeirantes entre 9 de maio e 30 de julho de 1983, às 17h30[1].

Escrita por Marcos Caruso, foi dirigida por Sérgio Galvão e supervisionada por Roberto Talma. Foi dirigindo um episódio da obra que Jayme Monjardim fez sua estreia na televisão.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Um grupo de crianças funda um clube num casarão abandonado que fica em terreno desapropriado, onde conversa sobre seus problemas e busca soluções para cada um deles. A série durou pouco, mas a carreira de alguns de seus atores continuaram por longo tempo, como a de Selton Mello e do cantor do grupo Dominó, Marcos Roberto Quintela.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Crianças[editar | editar código-fonte]

Adultos[editar | editar código-fonte]

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Broom icon.svg
Se(c)ções de curiosidades são desencorajadas pelas políticas da Wikipédia.
Ajude a melhorar este artigo, integrando ao corpo do texto os itens relevantes e removendo os supérfluos ou impróprios (desde fevereiro de 2012).
  • Tratou-se de uma telenovela voltada exclusivamente ao público infantil, com uma linguagem inocente e inteligente, que atraía os telespectadores mirins da emissora. Apesar da ideia inovadora e muito boa, sofreu um pouco com a falta de recursos devido ao baixo orçamento oferecido pela emissora. A qualidade de locações e a escolha do elenco também foi seriamente prejudicada devido à escassez de recursos.
  • O elenco era composto de 90% das crianças, e o elenco adulto servia apenas de apoio, segundo o autor, Marcos Caruso, no lançamento.
  • No mesmo dia, a Bandeirantes lançava Maçã do amor, às sete da noite.

Referências

  1. «Braço de ferro». Teledramaturgia. Consultado em 24 de julho de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]