Brad Jones

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Brad Jones
Brad Jones
Jones em 2014.
Informações pessoais
Nome completo Bradley Scott Jones
Data de nasc. 19 de março de 1982 (39 anos)
Local de nasc. Perth, Austrália
Altura 1.93 m
Informações profissionais
Clube atual Al-Nassr
Número 1
Posição Goleiro
Clubes de juventude
1997–1999
1999–2001
Bayswater City
Middlesbrough
Clubes profissionais
Anos Clubes
2001–2010
2001
2002–2003
2003
2003
2004–2005
2006
2010–2015
2011
2015–2016
2016
2016–2018
2018–
Middlesbrough
Shelbourne (emp.)
Stockport County (emp.)
Rotherham United (emp.)
Blackpool (emp.)
Blackpool (emp.)
Sheffield Wednesday (emp.)
Liverpool
Derby County (emp.)
Bradford City
NEC
Feyenoord
Al-Nassr
Seleção nacional
2001
2003–2004
2007–
Austrália sub-20
Austrália sub-23
Austrália

Bradley 'Brad' Jones (Perth, 19 de março de 1982) é um futebolista australiano que defende o Al-Nassr.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Começou a jogar no Bayswater City, e se mudou para a Inglaterra pouco depois, para atuar no Middlesbrough. Sem chances em seus primeiros meses de Boro, Jones foi emprestado a outros clubes para ganhar experiência. Passou despercebido por Shelbourne (dois jogos), Stockport County (um jogo)e Rotherham United (não entrou em campo nenhuma vez) e passou com certo sucesso por Blackpool e Sheffield Wednesday. O grande momento de sua carreira foi a sua contratação no Liverpool, em agosto de 2010.[1]

No dia 10 de abril de 2012 após expulsão de Doni, Brad Jones entrou com uma missão grande, defender o pênalti que o goleiro brasileiro cometeu. Ele defendeu o pênalti e o dedicou ao seu filho Luca, morto por conta de uma leucemia em novembro de 2011, apontando para o céu.[2] Com essa expulsão, Doni não pôde jogar a partida das semifinais da FA Cup, contra o Everton, maior rival do seu clube, o Liverpool,[3] e coube a Jones a missão de disputar essa partida no gol dos Reds, a partida terminou em vitória vermelha por 2-1, um gol de Luis Suárez e um de Andy Carroll aos 41 minutos da etapa final.[4]

Seleção Australiana[editar | editar código-fonte]

Dias antes do começo da Copa do Mundo de 2010, para a qual fora chamado, Jones deixou a seleção para se dedicar ao seu filho Luca, internado após posterior descoberta de Leucemia. A FIFA, excepcionalmente, autorizou a troca de Jones por Eugene Galeković - já que a entidade só permitia substituições entre os convocados finais se houvesse lesão. Após um ano de tratamento, seu filho morreu.[5][6]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Middlesbrough
Blackpool
Liverpool
Feyenoord
Al-Nassr

Referências

O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Brad Jones

Ligações externas[editar | editar código-fonte]