Branca de Valois

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde junho de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Branca de Valois
Rainha da Germânia
Reinado 11 de julho de 1346 - 1 de agosto de 1348
Antecessor(a) Margarida de Hainaut
Sucessor(a) Ana da Baviera
Rainha da Boêmia
Condessa de Luxemburgo
Reinado 26 de agosto de 1346 - 1 de agosto de 1348
Predecessor Beatriz de Bourbon
Sucessor Ana da Baviera
 
Cônjuge Carlos IV do Luxemburgo
Descendência Margarida da Boêmia, Rainha da Hungria
Catarina, Eleitora de Brandemburgo
Casa Valois (por nascimento)
Luxemburgo (por casamento)
Nascimento 1316
  Fontainebleau, Sena e Marne, França
Morte 1 de agosto de 1348 (32 anos)
Enterro Catedral de São Vito, Praga
Pai Carlos de Valois
Mãe Matilde de Châtillon


Branca de Valois, nascida Margarida (em francês: Blanche; Fontainebleau, 1316Praga, 1 de agosto de 1348) foi rainha da Germânia e Boêmia como a primeira esposa de Carlos IV do Luxemburgo. Ela era a filha mais nova de Carlos de Valois e de sua terceira mulher, Matilde de Châtillon.

Família[editar | editar código-fonte]

Os avós paternos de Branca eram Filipe III de França e Isabel de Aragão. Os avós maternos eram Guido IV de Saint-Pol e Maria da Bretanha, neta do rei Henrique III de Inglaterra e de Leonor da Provença.

Maria era filha de João II da Bretanha e de Beatriz de Inglaterra. Beatriz era filha de Henrique III de Inglaterra e de Leonor da Provença.

Branca era irmã de Isabel de Valois, que se casou com Pedro I de Bourbon e que foi mãe de Joana de Bourbon, Rainha de França. A sua outra irmã era Maria de Valois que se casou com Carlos da Calábria. Maria foi mãe de Joana I de Nápoles.

Casamento e descendência[editar | editar código-fonte]

Em 1328, Branca casou com Carlos da Boémia. O seu esposo era o filho primogénito de João I da Boémia e de Isabel da Boémia.

Carlos e Branca tiveram a seguinte descendência:

A 11 de Julho de 1346, Carlos foi eleito Rei da Germânia em oposição a Luís IV da Baviera. A sua eleição foi apoiada pelo Papa Clemente VI, que estava também em conflito com Luís.

Enquanto que o conflito com a Germânia continuava, o sogro de Branca, João I da Boémia estava aliado a Filipe VI de França. João foi morto na Batalha de Crécy (26 de Agosto de 1346). Carlos conseguiu escapar à Batalha, e tornou-se rei da Boémia, sucedendo ao pai. Foi assim que Branca se tornou Rainha consorte da Boémia.

Morte[editar | editar código-fonte]

A 11 de Outubro de 1347, Luís IV faleceu repentinamente, e Carlos ganhou o reconhecimento como Rei da Germânia. Porém, Branca faleceu antes da coroação do esposo, a 25 de Julho de 1349.

Tesouro de Środa[editar | editar código-fonte]

Provável coroa de Branca, encontrada no Tesouro de Środa.

Em 8 de junho de 1985, durante a demolição de um antigo prédio na cidade de Środa Śląska, na Polônia, foi encontrado um tesouro contendo diversas moedas de ouro e prata, dois pingentes, três anéis, um broche e uma coroa dourada feminina que provavelmente pertencia à Rainha Branca.

Galeria[editar | editar código-fonte]

Ancestrais[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Beatriz de Bourbon
Rainha da Boêmia
Condessa de Luxemburgo

26 de agosto de 1346 - 1 de agosto de 1348
Sucedido por
Ana da Baviera
Precedido por
Margarida II, Condessa de Hainaut
Rainha da Germânia
11 de julho de 1346 - 1 de agosto de 1348
Sucedido por
Ana da Baviera


O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Branca de Valois