Branden Dawson

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Branden Dawson
Dawson jogando para o Michigan State no Carrier Classic de 2011
Dawson jogando para o Michigan State no Carrier Classic de 2011
Informações pessoais
Data de nasc. 1 de fevereiro de 1993 (25 anos)
Local de nasc. Gary, Indiana, Estados Unidos
Altura 1,98 m
Peso 104 kg
Informações no clube
Clube atual Sun Rockers Shibuya
Posição Ala
Clubes de juventude
2011–2015 Michigan State Spartans
Clubes profissionais
Ano Clubes Partidas (pontos)
2015–2016
2015
2015–2016
2016
2016–2017
2017
2017–2018
Los Angeles Clippers
Bakersfield Jam
Grand Rapids Drive
Erie BayHawks
Erie BayHawks
Hapoel Tel Aviv BC
Sun Rockers Shibuya
6 (5)[1]
6 (38)[1]
15 (101)[1]
8 (159)[1]
33 (426)[1]
8 (64)[1]
10 (66)[1]


* Partidas e pontos pelo clube profissional
contam apenas os jogos da liga nacional e
e estão atualizados até 26 de junho de 2018.

Branden Dawson (nascido em 1 de fevereiro de 1993) é um basquetebolista profissional americano jogador que joga para o Sun Rockers Shibuya da B. League japonesa. Nascido em Gary, Indiana, ele cursou seu ensino médio na Lew Wallace High School e jogou basquete universitário para o Michigan State Spartans. Em seu último ano com o Spartans, ele auxiliou sua equipe a chegar às semifinais do Campeonato de Basquetebol Masculino da NCAA - Divisão I de 2015.

Carreira no ensino médio[editar | editar código-fonte]

Dawson jogou basquete escolar pela Lew Wallace, sob o comando do técnico Renaldo Thomas.[2] Ele teve que ficar de fora a maior parte de sua temporada de calouro, por ser academicamente inelegível.[2] Dawson foi selecionado para o McDonald's All-American Game de 2011 após seu último ano.[3] Em sua última temporada, Dawson ajudou sua equipe a vencer campeonato seccional; marcando um recorde em sua equipe, com 13 pontos, além de 8 rebotes e 6 roubos de bola, auxiliando a sua equipe a vencer a George Rogers Clark Jr./Sr. High School.[4] Nas finais regionais contra a Western, Dawson teve seus melhores jogos em pontuação e rebotes, com 28 e 15, respectivamente, mas sua equipe perdeu por 69-65.[5] Em seu último ano, ele teve uma média de 28,7 pontos, 18,6 rebotes e 5,6 assistências pela Lew Wallace.[6] Dawson foi classificado como um recruta cinco estrelas de acordo com ambos Rivals.com e Scout.com e recebeu uma avaliação de 96, pela ESPN.[7][8][9]

Carreira na universidade[editar | editar código-fonte]

Após interesse de várias escolas, recebendo ofertas da Purdue, Indiana, UCLA, Georgetown e Marquette, entre outras, Dawson se comprometeu verbalmente com a Universidade Estadual de Michigan, em agosto de 2010.[10][11] Ele marcou 15 pontos e 9 rebotes no seu primeiro jogo para o Spartans, um amistoso contra a Ferris State, no qual o Spartans venceu por 85-57.[12][13] Dawson marcou 10 pontos em sua estreia oficial para a Michigan State, uma derrota por 67-55 para a North Carolina, no Carrier Classic de 2011.[14][15] Ele marcou seu recorde na temporada, 16 pontos, em duas ocasiões, contra a Universidade de Missouri–Kansas City e Minnesota.[16][17][18][19] Sua temporada como calouro chegou ao fim após romper seu ligamento cruzado anterior esquerdo, em um jogo contra a Universidade Estadual de Ohio.[20][21] Ele ainda conseguiu uma média de 8,5 pontos e 4,5 rebotes por jogo.[6]

Dawson marcou um duplo-duplo na abertura de sua segunda temporada, com 15 pontos e 10 rebotes, contra a Connecticut.[22] Em janeiro, a atuação duplo-duplo de Dawson contra Purdue, com 14 pontos e 11 rebotes, foi ofuscada por uma suposta briga física com Travis Carroll; a conferência Big Ten, após rever imagens do incidente, decidiu não disciplinar Dawson.[23][24] Dawson se envolveu em uma briga com seu companheiro de equipe e colega de quarto Adreian Payne, pouco antes de um jogo fora de casa contra a Penn State; ambos Dawson e Payne não foram autorizados a iniciar o jogo pelo técnico Tom Izzo.[25][26] Alguns dias após o incidente com o Payne, Dawson teve seu melhor desempenho da temporada, tanto em pontuação como em rebotes, com 18 e 13, respectivamente, ajudando os Spartans a superar a Wisconsin por 49-47.[6][27] Ele melhorou suas estatísticas para 8,9 pontos e 5,9 rebotes por jogo em sua segunda temporada.[6]

Em janeiro de 2014, Dawson quebrou a mão direita, depois de bater na mesa durante uma sessão de cinema.[28][29] Ele teve médias de 11,2 pontos, 8,3 rebotes e 1,6 assistências em 28,3 minutos por jogo durante sua terceira temporada.[6] Em sua última temporada, ele foi nomeado para o Segundo Time Geral da Big Ten e para o Time Defensivo Geral da Big Ten.[30] Em 35 jogos em sua última temporada, Dawson teve uma média de 11,9 pontos, 9,1 rebotes e 1,7 assistências por jogo.[6] Ele levou a Michigan State para a "Final Four" (semifinal) em seu último ano, no qual eles perderam para a Duke. "Esta é a razão principal pela qual eu escolhi a Michigan State," Dawson disse. "Era para ser parte dos campeonatos e Final Fours. O que aconteceu nos meus quatro anos aqui significa muito. Eu nunca vou esquecer a Michigan State."[31]

Durante seus quatro anos de carreira na Michigan State, Dawson jogou 130 jogos, começando 121. Ele teve uma média de 26,6 minutos por jogo, com 10,1 pontos, e 6,9 rebotes. Ao longo dos quatro anos, Dawson nunca efetuou arremessos de três pontos.[32] Na época de sua graduação, Dawson foi o líder da Michigan State de todos os tempos em tocos, com 142.[33]

Estatísticas na universidade[editar | editar código-fonte]

LEGENDA
 PJ  Partidas jogadas  PI  Partidas iniciadas  MPJ  Minutos por jogo  AP  Arremessos de quadra (%)
 3P  Arremessos de 3 pontos (%)  LL  Lances-livre (%)  RT  Rebotes por jogo  AS  Assistências por jogo
 BR  Roubos de bola por jogo  TO  Tocos por jogo  PPJ  Pontos por jogo  Negrito  Melhor da carreira

Fonte:[6]

Ano Equipe PJ PI MPJ AP 3P LL RT AS BR TO PPJ
2011–12 Michigan State 31 31 20,6 ,577 ,594 4,5 ,9 ,9 ,8 8,4
2012–13 Michigan State 36 35 26,9 ,531 ,538 5,9 1,3 1,6 ,9 8,9
2013–14 Michigan State 28 23 28,3 ,613 ,656 8,3 1,6 1,3 ,9 11,2
2014–15 Michigan State 35 32 30,1 ,535 ,490 9,1 1,7 1,2 1,7 11,9
Carreira 130 121 26,6 ,559 ,558 6,9 1,4 1,3 1,1 10,1

Carreira profissional[editar | editar código-fonte]

Los Angeles Clippers (2015-2016)[editar | editar código-fonte]

Em 25 de junho de 2015, Dawson foi selecionado pelo New Orleans Pelicans como a 56ª escolha geral no Draft da NBA de 2015, sendo negociado com o Los Angeles Clippers por compensações monetárias mais tarde naquela noite.[34] Após o marcar 12,8 pontos e 10,3 rebotes em 25,5 minutos por jogo na NBA Summer League de 2015, ele assinou um contrato de dois anos com o Clippers em 15 de julho.[35][36] Durante sua temporada de estreia, usando a regra de atribuição flexível, Dawson foi atribuído diversas vezes para o Bakersfield Jam, Grand Rapids Unidade e Erie BayHawks da NBA Development League.[37] Em 28 de dezembro, ele fez sua estreia na NBA, marcando um toco em três minutos de ação contra o Washington Wizards.[38] Em 2 de janeiro de 2016, em uma vitória sobre o Philadelphia 76ers, Dawson marcou seus dois primeiros pontos na NBA em nove minutos de ação.[39] Em 17 de julho de 2016, ele foi dispensado pelo Clippers.[40]

Erie BayHawks (2016-2017)[editar | editar código-fonte]

Em 8 de setembro de 2016, Dawson assinou com o Orlando Magic,[41] mas foi dispensado no dia 16 de outubro, depois de aparecer em dois jogos da pré-temporada.[42] No dia 29 de outubro, ele foi adquirido pelo Erie BayHawks da NBA Development League como um jogador afiliado do Magic.[43] Em 29 de Março de 2017, Dawson foi dispensado pelo BayHawks.[44]

Hapoel Tel Aviv (2017–presente)[editar | editar código-fonte]

Em 31 de Março de 2017, Dawson assinou com o Hapoel Tel Aviv, da Ligat HaAl.[45]

Estatísticas de carreira na NBA[editar | editar código-fonte]

Temporada Regular[editar | editar código-fonte]

LEGENDA
 PJ  Partidas jogadas  PI  Partidas iniciadas  MPJ  Minutos por jogo  AP  Arremessos de quadra (%)
 3P  Arremessos de 3 pontos (%)  LL  Lances-livre (%)  RT  Rebotes por jogo  AS  Assistências por jogo
 BR  Roubos de bola por jogo  TO  Tocos por jogo  PPJ  Pontos por jogo  Negrito  Melhor da carreira
Ano Equipe PJ PI MPJ AP 3P LL RT AS BR TO PPJ
2015-16 Los Angeles Clippers 6 0 4,8 ,400 1,000 ,7 ,2 ,8
Carreira 6 0 4,8 ,400 1,000 ,7 ,2 ,8

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Dawson nasceu em 1 de fevereiro de 1993, filho de Leon Albritton e Cassandra Dawson.[6][46] Em 30 de março de 2010, em seu primeiro ano no ensino médio, Dawson se tornou pai de um filho chamado My'Shawn.[47][48] Dawson recebeu um diploma em sociologia da Universidade Estadual de Michigan.[49]

Referências

  1. a b c d e f g «Branden Dawson Player Profile - RealGM» (em inglês). RealGM. Consultado em 26 de junho de 2018.. Cópia arquivada em 26 de junho de 2018 
  2. a b Hanlon, Steve (20 de novembro de 2009). «Lew Wallace's Branden Dawson is a nationally ranked recruit». The Times of Northwest Indiana. Consultado em 17 de junho de 2015. 
  3. Moll, Allen (15 de fevereiro de 2011). «2011 McDonald's All American Rosters Announced». The Hoop Doctors. Consultado em 17 de junho de 2015. 
  4. Trembacki, Paul (5 de março de 2011). «Depth charges Lew Wallace boys basketball team to repeat title». The Times of Northwest Indiana. Consultado em 28 de julho de 2015. 
  5. Honeycutt, Paul (12 de março de 2011). «Wallace falls short in dramatic finish». The Times of Northwest Indiana. Consultado em 28 de julho de 2015. 
  6. a b c d e f g h «Branden Dawson Bio». Michigan State Athletics. Consultado em 17 de junho de 2015. 
  7. «Branden Dawson». Rivals.com. Consultado em 30 de agosto de 2015. 
  8. «Branden Dawson». Scout.com. Consultado em 30 de agosto de 2015. 
  9. «Branden Dawson – Basketball Recruiting». ESPN.com. Consultado em 30 de agosto de 2015. 
  10. «Welcome Aboard: Branden Dawson». SB★NATION. 4 de agosto de 2010. Consultado em 18 de junho de 2015. 
  11. Biggers, Adam (4 de agosto de 2010). «Branden Dawson Commits to Michigan State». Bleacher Report. Consultado em 18 de junho de 2015. 
  12. «And So It Begins: Michigan State 85 – Ferris State 58». SB★NATION. 1 de novembro de 2011. Consultado em 18 de junho de 2015. 
  13. «Spartans Top Ferris State, 85-58, In Exhibition Opener». Michigan State Athletics. 30 de outubro de 2011. Consultado em 19 de junho de 2015. 
  14. «MSU Falls To No.1 UNC In Carrier Classic, 67-55». Michigan State Athletics. 11 de novembro de 2011. Consultado em 19 de junho de 2015. 
  15. «UNC basketball beats Michigan State aboard aircraft carrier USS Carl Vinson with President Barack Obama in attendance». Daily News (New York). 11 de novembro de 2011. Consultado em 19 de junho de 2015. 
  16. «No. 19 Spartans Make It Ten Straight, Rout UMKC 89-54». Michigan State Athletics. 19 de dezembro de 2011. Consultado em 26 de junho de 2015. 
  17. Howell, Brandon (20 de dezembro de 2011). «Branden Dawson leads Spartans to 89-54 rout of Missouri-Kansas City». mlive.com. Consultado em 26 de junho de 2015. 
  18. «Coach Izzo gets his 400th win». Michigan State Athletics. 25 de janeiro de 2012. Consultado em 26 de junho de 2015. 
  19. «No. 10 Michigan St. tops Minnesota 68-52 for Izzo's 400th». Chicago Tribune. 25 de janeiro de 2012. Consultado em 26 de junho de 2015. 
  20. Katz, Andy (5 de março de 2012). «Branden Dawson has torn ACL». ESPN. Consultado em 17 de junho de 2015. 
  21. Tjarks, Jonathan (4 de março de 2012). «Branden Dawson Injury: Torn ACL Will End Michigan State Freshman's Season». SB★NATION. Consultado em 17 de junho de 2015. 
  22. «Spartans Drop Season Opener To Huskies, 66-62». Michigan State University Athletics. 9 de novembro de 2012. Consultado em 30 de agosto de 2015. 
  23. Daniel Martin (9 de janeiro de 2013). «Michigan State's Branden Dawson denies that he punched Purdue's Travis Carroll». NBC Sports. Consultado em 30 de agosto de 2015. 
  24. Leung, Diamond (8 de janeiro de 2013). «Michigan State's Branden Dawson 'bummed out' by negative reaction from Purdue fans». mlive.com. Consultado em 30 de agosto de 2015. 
  25. Katz, Andy (17 de janeiro de 2013). «Tom Izzo benches two starters». ESPN. Consultado em 30 de agosto de 2015. 
  26. Rexrode, Joe (16 de janeiro de 2013). «Punches thrown by Michigan State players in Penn State Inn fight». USA Today. Consultado em 30 de agosto de 2015. 
  27. Bielawski, Sean (22 de janeiro de 2013). «Michigan State vs. Wisconsin: Are Spartans Suddenly the Big Ten Favorite?». Bleacher Report. Consultado em 30 de agosto de 2015. 
  28. Rexrode, Joe (24 de janeiro de 2014). «Michigan State's Branden Dawson out with broken bone in right hand». USA TODAY. Consultado em 18 de junho de 2015. 
  29. Van Stratt, Gillian (23 de janeiro de 2014). «Michigan State's Branden Dawson breaks bone in hand, out 4-to-5 weeks». mlive.com. Consultado em 18 de junho de 2015. 
  30. Austin, Kyle (9 de março de 2015). «Three Michigan State players named All-Big Ten; Branden Dawson named second-team, all-defensive team». mlive.com. Consultado em 17 de junho de 2015. 
  31. Oren, Paul (5 de abril de 2015). «NBA Draft is next step for Lew Wallace grad Branden Dawson». The Times of Northwest Indiana. Consultado em 18 de junho de 2015. 
  32. «2014–15 Individual Career History». Michigan State Athletics. Consultado em 19 de junho de 2015. 
  33. Couch, Graham (9 de abril de 2015). «Valentine, Trice, Dawson belong in MSU's top 50». Lansing State Journal. Consultado em 17 de junho de 2015. 
  34. «CLIPPERS ACQUIRE RIGHTS TO BRANDEN DAWSON». NBA.com. 25 de junho de 2015. Consultado em 27 de junho de 2015. 
  35. Bolch, Ben (15 de julho de 2015). «Clippers sign second-round draft pick Branden Dawson». Los Angeles Times. Consultado em 30 de agosto de 2015. 
  36. «CLIPPERS SIGN BRANDEN DAWSON». NBA.com. 15 de julho de 2015. Consultado em 15 de julho de 2015. 
  37. «2015-16 NBA Assignments». NBA.com. Consultado em 3 de janeiro de 2016.. Arquivado do original em 28 de junho de 2015 
  38. «Paul, Crawford lead Clippers to 108-91 win over Wizards». NBA.com. 28 de dezembro de 2015. Consultado em 28 de dezembro de 2015. 
  39. «Clippers rout NBA-worst 76ers 130-99 for 6th straight win». NBA.com. 2 de janeiro de 2016. Consultado em 3 de janeiro de 2016. 
  40. «LA CLIPPERS WAIVE BRANDEN DAWSON». NBA.com. 17 de julho de 2016. Consultado em 17 de julho de 2016. 
  41. «Orlando Magic Sign Six Players». NBA.com. 8 de setembro de 2016. Consultado em 8 de setembro de 2016. 
  42. «Magic Waive Alexander, Dawson, Murphy». NBA.com. 16 de outubro de 2016. Consultado em 16 de outubro de 2016. 
  43. «Nine Players Added to 2016 Training Camp Roster». NBA.com. 29 de outubro de 2016. Consultado em 30 de outubro de 2016. 
  44. «BayHawks Waive Branden Dawson». NBA.com. 29 de março de 2017. Consultado em 1 de abril de 2017. 
  45. «Branden Dawson signs at Hapoel Tel Aviv». eurobasket.com. 31 de março de 2017. Consultado em 1 de abril de 2017. 
  46. Leung, Diamond (18 de fevereiro de 2012). «Michigan State's Branden Dawson has matured thanks to family in Gary and East Lansing». mlive.com. Consultado em 17 de junho de 2015. 
  47. Leung, Diamond (8 de fevereiro de 2013). «Michigan State's Branden Dawson challenged with balancing basketball, fatherhood». mlive.com. Consultado em 17 de junho de 2015. 
  48. Rexrode, Joe (1 de março de 2015). «MSU's Dawson finds motivation in role as father». Detroit Free Press. Consultado em 18 de junho de 2015. 
  49. Mayo, David (15 de maio de 2015). «For ex-MSU standout Branden Dawson, NBA Draft Combine invitation was a godsend». mlive.com. Consultado em 9 de junho de 2015. 

Links externos[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Branden Dawson