Brasão de Blumenau

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Brasão do município de Blumenau.

O brasão de Blumenau é um dos símbolos oficiais do município de Blumenau, Santa Catarina. Foi adotado por lei em 1936 pela Câmara Municipal, mas devido a Constituição Federal de 1937 proibir o uso de brasões e bandeiras estaduais e municipais, somente foi restabelecido através de Lei Municipal nº19, de 21 de junho de 1948. O brasão foi idealizado pelo historiador Afonso d' Escragnolle Taunay e é utilizado em todos os papéis, talões, selos, placas, etc, tanto da Prefeitura como da Câmara Municipal.

Intepretação[editar | editar código-fonte]

O brasão é formado por um escudo do tipo português. Sobre o escudo há uma coroa mural amarela, com três torres completas visíveis (sendo 6 no total), que representa o valor de município.

Os tenentes (como são chamadas as figuras que suportam o escudo), representam, à esquerda, o fundador da cidade, o Dr.Hermann Bruno Otto Blumenau, segundo fotografia de 1860, e, à direita, um machadeiro com seu machado, a partir de uma fotografia de um colono no mesmo ano.

O escudo em si é divido em seis partes, algumas delas representando os Estados alemães que trouxeram um maior contingente de emigrações, com o acréscimo de um escudete no centro. As seis partes são constituídas da seguinte forma:

No ângulo superior esquerdo, em fundo vermelho há um leão-leopardo amarelo, representando Braunschweig, a pátria do Dr. Blumenau, e Württemberg. À direita, em fundo branco está uma águia vermelha, segurando um cetro na esquerda e uma espada na direita, representando os estados da Prússia e do Tirol.

No canto inferior esquerdo, em fundo listrado amarelo e preto, uma faixa verde, representando a bandeira da Saxônia. No canto inferior direito, em fundo branco, um leão azul, representando o estado alemão da Baviera.

A parte central do escudo representada a fusão teuto-brasileira, fundindo peças germânicas com pertencentes das armas brasileiras e catarinenses. No ângulo central esquerdo, em fundo azul está a parte principal das Armas Nacionais Brasileiras. Já à direita, também em azul, símbolos do antigo escudo de Santa Catarina: a "roda anavalhada de Santa Catarina", a âncora e a chave de prata cruzadas, todas as três peças em prata.

O escudete central, sobreposto ao todo, constitui as "armas falantes" de Blumenau, que significa "campo de flores". Possui fundo azul e cinco estrelas amarelas representando a constelação do Cruzeiro do Sul, o campo de flores à margem de um rio branco (no caso, o Rio Itajaí-Açu).

Abaixo do escudo, há uma faixa em azul com a inscrição: Pro Sancta Catharina Et Brasilia ("Por Santa Catarina e Pelo Brasil"). Atrás da faixa, uma roda dentada de engrenagem de ferro, representando a grande indústria blumenauense que cresce no parque industrial brasileiro.

Erros de confecção[editar | editar código-fonte]

O brasão de Blumenau possui erros crassos, considerando-se as convenções da heráldica municipal (também denominada "civil") brasileira:

  • A "coroa-mural", peça dourada representada logo acima do escudo possui um desenho altamente equivocado. Em primeiro lugar, as portas das torres formato retangular dão a idéia de parecerem janelas. Janelas podem ser opcionais no desenho, mas portas não, e estas devem ser representadas em formato de arco ou similar. Depois, a cor deve ser prata, não ouro, pois o dourado é reservado apenas a capitais de estado. A coroa também deve ter cinco torres, e não três, como aparente no desenho atual. Tal convenção é herança da heráldica portuguesa, presente por exemplo, nos brasões de Itabuna (BA), Alta Floresta (MT) ou então Cachoeirinha (RS). Do jeito que está, com três torres e na cor dourada, indica-se que Blumenau é uma aldeia não emancipada, e capital de estado ao mesmo tempo.
  • A roda dentada que aparece por trás do listel deve ser incorporada ao escudo, em espaço reservado exclusivamente para a mesma, ou em último caso, eliminada.

Referências[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre heráldica é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.