Brasão de armas do Gabão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde abril de 2019). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Brasão de armas do Gabão
Brasão de armas do Gabão
Detalhes
Adoção 15 de Julho de 1963
Lema
  1. UNITI PROGREDIEMUR ("Avancemos Unidos")
  2. UNION, TRAVAIL, JUSTICE ("União, Trabalho, Justiça")

O brasão de armas do Gabão foi desenhado pelo heraldista e vexilologista Suíço Louis Mühlemann, um dos fundadores da FIAV e também o desenhista do antigo brasão de armas do Congo. Está em uso desde 15 de Julho de 1963.

Os suportes do símbolo são duas panteras que simbolizam a vigilância e coragem do presidente que protege a nação. Os bezantes na parte superior do escudo simbolizam a riqueza mineral do país. O navio na parte inferior representa o Gabão avançando para um futuro brilhante. A árvore Aucoumea no topo do escudo simboliza o comércio de madeira.

O brasão é incomum devido a ter dois listéis com lemas em duas línguas diferentes. O listel na base do escudo tem o lema em Francês "UNION, TRAVAIL, JUSTICE" ("União, Trabalho, Justiça"). O segundo listel localizado por debaixo dos ramos da Aucoumea tem o lema em Latim "UNITI PROGREDIEMUR" ("Avancemos Unidos").

Ícone de esboço Este artigo sobre heráldica é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.