Brasil 247

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Brasil 247 é um site brasileiro de informações e análises políticas de esquerda idealizado pelo jornalista Leonardo Attuch, também editor-responsável do site.[1] Lançado em 13 de março de 2011, foi o primeiro jornal brasileiro com conteúdo desenvolvido exclusivamente para iPad, inspirado no The Daily. Na ocasião, o projeto previa um investimento de R$ 4 milhões ao longo de 12 meses.[2]

Atualmente, o site mantém 12 seções (Poder, Brasil, Mundo, Economia, Cultura, Mídia, Saúde, Seu Dinheiro, Relatório Reservado, Empreeder, Esporte e Livraria) e 14 páginas regionais, além de blogs de colunistas, um canal de vídeo TV 247 e duas revistas eletrônicas - Brasil 247 [3] e Oásis [4]


Controvérsia[editar | editar código-fonte]

Citação na operação Lava Jato[editar | editar código-fonte]

Em 2015, no âmbito da Operação Lava Jato, o lobista Milton Pascowitch declarou, em delação premiada, que sua empresa, a Jamp Engenheiros, teria repassado 180 mil reais à Editora 247 Ltda., a pedido de João Vaccari Neto, ex-tesoureiro do PT. Segundo o lobista, a operação foi feita com base em contrato de prestação de serviços estabelecido entre a Jamp e a Consist Software. Esta, por sua vez, teria acertado contratos com o site Brasil 247. Pascowitch afirmou não ter sido prestado nenhum serviço pela Consist que justificasse o pagamento, feito em quatro parcelas. Em nota à imprensa, o Brasil 247 rebateu as afirmações do delator, afirmando que foi contratada pela Jamp para a produção de conteúdo sobre o setor de engenharia e que os serviços foram efetivamente prestados, tendo sido emitidas as respectivas notas fiscais e recolhidos os impostos devidos.[5]

Referências

  1. «Quem Somos». Brasil 247. Consultado em 2 de setembro de 2013 
  2. «Primeiro jornal brasileiro para iPad chega com duas edições diárias». G1. 15 de março de 2011. Consultado em 17 de julho de 2017 
  3. TV 247
  4. Revista Oásis
  5. «Site 'Brasil 247' recebeu propina de Vaccari, diz lobista». Carta Capital. 3 de agosto de 2015. Consultado em 6 de março de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre meios de comunicação é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.