Brasil nos Jogos Parapan-Americanos de 2019

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Brasil nos Jogos Parapan-Americanos
Flag of Brazil.svg
Código do CPI:BRA
CPN:Comitê Paraolímpico Brasileiro
Site oficial
Jogos Parapan-Americanos de 2019
Competidores 337 em 17 esportes
Porta-bandeira Leomon Moreno (abertura)
Maciel Sousa (encerramento)
Medalhas
Posição: 1
Gold medal Paralympics.svg
124
Silver medal Paralympics.svg
99
Bronze medal Paralympics.svg
85
Medals Paralympics.svg
308
Participações nos Jogos Parapan-Americanos
199920032007201120152019

O Brasil competiu nos Jogos Parapan-Americanos de 2019 em Lima, no Peru durante os dias 23 de agosto e 1º de setembro de 2019.

A delegação brasileira nos VI Jogos Parapan-Americanos foi composta por 337 atletas, totalizando 512 integrantes, entre os quais atletas-guias, calheiros, goleiros e pilotos, sendo a maior delegação da história dos Jogos Parapan-Americanos[1].

O principal objetivo da delegação brasileira era de manter a hegemonia continental que dura desde a edição do Parapan Rio-2007, em que a equipe terminou sempre na primeira colocação no quadro geral de medalhas.

O Parapan de Lima marcou a inclusão de três novas modalidades no programa de competição: Parabadminton, Parataekwondo e Tiro esportivo.

A edição deu vaga direta em quatro modalidades para os Jogos Paralímpicos de Tóquio 2020. Sendo elas, basquetebol em cadeiras de roda, rugby em cadeira de rodas, tênis em cadeiras de rodas e vôlei sentado[2].

Em 22 de agosto de 2019, o jogador de goalball Leomon Moreno foi nomeado a porta-bandeira da equipe durante a cerimônia de abertura[3]. Leomon é medalhista paralímpico de prata e bronze e considerado o melhor jogador de goalball do mundo[4]

No dia 1º de setembro, o Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) anunciou que Maciel Sousa Santos, atleta da bocha, seria o porta-bandeira da cerimônia de encerramento dos jogos. Maciel é campeão paralímpico e foi medalhista de ouro e prata em Lima[5].

O país terminou os Jogos de Lima 2019 com o tetracampeonato, conquistando, também, o seu melhor resultado da história, superando os Jogos de Toronto tanto no número de medalhas de ouro quanto no total de medalhas.

Nos jogos de Lima, a delegação brasileira quebrou outros dois recordes: o de país que mais conquistou ouros em uma edição, com 124 medalhas de ouro, e o país que mais conquistou medalhas no geral em uma mesma edição, com 308, superando o até então recorde do México, nos Jogos da Cidade do México de 1999, que havia conquistado 121 medalhas de ouro e 307 no total[6][7].

Medalhistas[editar | editar código-fonte]

Athletics pictogram (Paralympics).svg Paratletismo[editar | editar código-fonte]

Wheelchair badminton pictogram (Paralympics).svg Para-Badminton[editar | editar código-fonte]

Wheelchair basketball pictogram (Paralympics).svg Basquete em cadeira de rodas[editar | editar código-fonte]

Boccia pictogram (Paralympics).svg Bocha[editar | editar código-fonte]

Cycling (road) pictogram (Paralympics).svg Para-Ciclismo de Estrada[editar | editar código-fonte]

Cycling (track) pictogram (Paralympics).svg Para-Ciclismo de Pista[editar | editar código-fonte]

Football 5-a-side pictogram (Paralympics).svg Futebol de 5[editar | editar código-fonte]

Football 7-a-side pictogram (Paralympics).svg Futebol de 7[editar | editar código-fonte]

Goalball pictogram (Paralympics).svg Goalball[editar | editar código-fonte]

Judo pictogram (Paralympics).svg Judô[editar | editar código-fonte]

Powerlifting pictogram (Paralympics).svg Para-Levantamento de peso[editar | editar código-fonte]

Swimming pictogram (Paralympics).svg Para-Natação[editar | editar código-fonte]

Wheelchair rugby pictogram (Paralympics).svg Rugby em cadeira de rodas[editar | editar código-fonte]

Taekwondo pictogram (Paralympics).svg Para-Taekwondo[editar | editar código-fonte]

Wheelchair tennis pictogram (Paralympics).svg Tênis em cadeira de rodas[editar | editar código-fonte]

Table tennis pictogram (Paralympics).svg Para-Tênis de mesa[editar | editar código-fonte]

Shooting pictogram (Paralympics).svg Tiro desportivo[editar | editar código-fonte]

Sitting volleyball pictogram (Paralympics).svg Voleibol sentado[editar | editar código-fonte]

Multi medalhistas[editar | editar código-fonte]

Atletas que ganharam 2 ouros ou mais:

Atletas multi medalhistas
Atleta Medalha de ouro Medalha de prata Medalha de bronze Total
Phelipe Rodrigues 7 0 1 8
Daniel Dias 5 0 0 5
Joana Neves 4 2 1 7
Wendell Belarmino Pereira 4 2 0 6
Cecília Jerônimo de Araújo 4 1 2 7
Maria Carolina Gomes Santiago 4 0 0 4
Douglas Matera 3 3 0 6
Ruiter Silva 3 3 0 6
Lucas Mozela 3 1 0 4
Laila Suzigan 2 3 2 7
Vanilton do Nascimento Filho 2 1 2 5
Gabriel dos Santos 2 1 2 5
Ariosvaldo Fernandes 2 1 0 3
Gabriel Cristiano Silva 2 1 0 3
Geraldo Rosenthal 2 1 0 3
Lauro César Chaman 2 1 0 3
Petrúcio Ferreira 2 1 0 3
Geraldo Rosenthal 2 1 0 3
Alessandro Rodrigo Silva 2 0 0 2
Andrey Garbe 2 0 0 2
Carlos Carbinatti 2 0 0 2
Carlos Farrenberg 2 0 0 2
Evelyn Oliveira 2 0 0 2
Jerusa Geber 2 0 0 2
Joyce de Oliveira 2 0 0 2
Luiz Manara 2 0 0 2
Paulo Salmin 2 0 0 2
Vítor Antônio de Jesus 2 0 0 2

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]