Brian Battistone

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Brian Battistone (Santa Bárbara (Califórnia), 10 de Agosto de 1979) é um tenista profissional estadunidense.

Ele é conhecido no circuito por adaptar o famoso saque "viagem ao fundo do mar", muito utilizado no vôlei, ao tênis. Com isso, seu saque alcança os 220 km/h.[1] Além disso, ele utiliza uma raquete de tênis com dois cabos, bastante favorável para o voleio.[2] Em formato de Y, ela permite aos jogadores usarem uma ou duas mãos para forehands, backhands e voleios.

Brian e o irmão (o também tenista Dann Battistone) são donos da patente da raquete, chamada por eles de "The Natural".[3]

Finais Torneios Challenger[editar | editar código-fonte]

Duplas: 11 (4v-7d)[editar | editar código-fonte]

Legend (pre/post 2009)
ATP Challenger Series /
ATP Challenger Tour (4-7)
No. Resultado Data Torneio Superfície/Piso Parceiro Adversários Placar
1. Campeão 12 de Outubro de 2008 Estados Unidos Sacramento Duro Estados Unidos Dann Battistone Estados Unidos John Isner
Estados Unidos Rajeev Ram
1:6, 6:3, [10:4]
2. Campeão 21 de Novembro de 2009 Estados Unidos Champaign Duro (i) Estados Unidos Dann Battistone Filipinas Treat Conrad Huey
Índia Harsh Mankad
7:5, 7:65
3. Vice-Campeão 04 de Abril de 2010 França Open Prévadiès Saint–Brieuc Saibro Estados Unidos Ryler DeHeart Bielorrússia Uladzimir Ignatik
Espanha David Marrero
4–6, 6–4, [10–5]
4. Campeão 15 de Maio de 2010 Estados Unidos Sarasota Saibro Estados Unidos Ryler DeHeart Alemanha Gero Kretschmer
Alemanha Alex Satschko
5:7, 7:64, [10:8]
5. Campeão 30 de Maio 2010 Estados Unidos Carson Duro Estados Unidos Nicholas Monroe Rússia Artem Sitak
Portugal Leonardo Tavares
5:7, 6:3, [10:4]
6. Vice-Campeão 07 de Agosto de 2010 Espanha Challenger de Segovia[5] Saibro Índia Harsh Mankad Brasil Thiago Alves
Brasil Franco Ferreiro
2–6, 7-5, [8–10]
7. Vice-Campeão 11 de Setembro de 2010 Itália AON Open Challenger Saibro Suécia Andreas Siljeström Alemanha Andre Begemann
Alemanha Martin Emmrich
6–1, (3)6–7, [7–10]

Referências

  1. globoesporte.globo.com/ Irmãos inovam com raquete e saque "viagem"
  2. revistatenis.uol.com.br/ As maluquices e a história destes irmãos (que já foram missionários da Igreja Mórmon) são atrações do circuito de duplas
  3. tenisnews.band.uol.com.br/
  4. brinkster.com/ É ver para crer
  5. uol.com.br/ Challenger de Segovia (Espanha) - Sintético - 85 mil euros Final de duplas

Links Externos[editar | editar código-fonte]