Bridget Bailey

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde dezembro de 2017). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)


Bridget Bailey
Personagem de Heroes
Interpretado por Tehmina Sunny
Primeira aparição Um de nós, Um deles
Informações
Habilidade(s) Clarisciência
Nome real Bridget Bailey
Idade 32
Aniversário 26 de agosto de 1974
Casa Londres, Inglaterra
Ocupação Agente da Companhia, ex-advogada
Projeto Séries de Televisão

Bridget Bailey é uma humana evoluída, com poder de Clarisciência, foi introduzida pela BBC em sua página de informação sobre Heroes evoluções. Ela trocava mensagens com Mohinder Suresh mostrada pela NBC.como foi incluída na parte de Heroes evoluções.

Heroes Evoluções[editar | editar código-fonte]

Bridget Bailey é uma advogada que tinha contato com Chandra Suresh. Após a morte de Chandra, Bridget começa a comunicar-se com Mohinder Suresh. No website da BBC, o gabinete no apartamento de Mohinder também tem algumas pistas possíveis. Bridget envia várias mensagens via e-mail para Mohinder. (Veja mensagens de Bridget para ver toda a sua correspondência com Suresh).

Um de nós, Um deles[editar | editar código-fonte]

Bridget é a chamada até a cela por Angela. Angela diz a Sylar sobre a capacidade de Bridget de descobrir o passado das coisas só com o toque, e diz que Bridget está ali para alimentá-lo. Enquanto Angela está saindo, Bridget grita. Mais tarde, o corpo de Bridget é encontrado com uma linha de sangue em torno de sua cabeça.

Habilidades[editar | editar código-fonte]

Bridget tem o habilidade de Clarisciência. Ela é capaz de perceber a história de um objeto com um único toque. Com o tempo, Bridget aprendeu a controlar sua habilidade, ela pode alterar as suas visões de objetos como uma "memória superficial" ou mais profunda.

Referências