Bright Victory

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde maio de 2014). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)


Bright Victory
Só Resta a Lembrança[1] (BR)
 Estados Unidos
1951 •  pb •  96 min 
Direção Mark Robson
Produção Robert Buckner
Roteiro Robert Buckner
Baynard Kendrick (romance)
Elenco Arthur Kennedy
Peggy Dow
Julie Adams
Gênero Drama
Música Frank Skinner
Direção de arte Bernard Herzbrun
Nathan Juran
Direção de fotografia William H. Daniels
Figurino Rosemary Odell
Edição Russell F. Schoengarth
Milton Carruth (não creditado)
Companhia(s) produtora(s) Universal Pictures
Distribuição Universal Pictures
Lançamento Estados Unidos 16 de julho de 1951
Portugal 11 de junho de 1952
Idioma inglês
Página no IMDb (em inglês)

Bright Victory (Só Resta a Lembrança BRA ) é um filme norte-americano de 1951, do gênero drama, dirigido por Mark Robson e estrelado por Arthur Kennedy e Peggy Dow.

Produção[editar | editar código-fonte]

Bright Victory, um dos dois bem intencionados dramas de consciência social dirigidos Mark Robson e aclamados pela crítica (o outro foi Home of the Brave),[2] é um dos melhores exemplos dos filmes do tipo "contra todas as expectativas" dos anos 1950.[3] Além disso, ele se preocupa também com os métodos utilizados para a reabilitação de pessoas atingidas pela cegueira.

Arthur Kennedy, mais conhecido pelos papéis de coadjuvante -- pelos quais recebeu quatro indicações ao Oscar --, tem uma das melhores e mais comoventes atuações de sua carreira[4] como um veterano de guerra que perdeu a visão. Seu desempenho mereceu da Academia sua única indicação à estatueta de Melhor Ator.

Rock Hudson, cavando um lugar ao sol de Hollywood, é o 18º nome do elenco. Ele aparece brevemente como um soldado.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Cegado por atirador de elite nazista durante a Segunda Guerra Mundial, Larry Nevins tenta a reabilitação em um hospital militar. Os problemas são muitos: cabeça quente, autocomiseração, preconceito racial. Ele recebe a ajuda de Judy, uma bancária que o ama.

Premiações[editar | editar código-fonte]

Patrocinador Prêmio Categoria Situação
Academia de Artes e Ciências Cinematográficas Oscar Melhor Ator (Arthur Kennedy)
Melhor Mixagem de Som
Indicado
Indicado
Associação de Correspondentes Estrangeiros de Hollywood Golden Globe Melhor Filme Dramático
Melhor Ator em Filme Dramático (Arthur Kennedy)
Melhor Roteiro - Cinema
Indicado
Indicado
Vencedor
Writers Guild of America WGA Award Melhor Roteiro Sobre Problemas Norte-Americanos Vencedor
New York Film Critics Circle Awards NYFCC Melhor Ator (Arthur Kennedy) Vencedor
Festival de Cannes Palma de Ouro Melhor Filme Indicado

Elenco[editar | editar código-fonte]

Ator/Atriz Personagem
Arthur Kennedy Larry Nevins
Peggy Dow Judy Greene
Julie Adams Chris Paterson
James Edwards Joe Morgan
Will Geer Lawrence Nevins
Nana Bryant Claire Nevins
Jim Backus Bill Grayson
Minor Watson Edward Paterson
Joan Banks Janet Grayson
Richard Egan Sargento John Masterson
John Hudson Cabo John Flagg
Marjorie Crossland Senhora Paterson
Donald Miele Moose Garvey
Murray Hamilton Peter Hamilton
Larry Keating Jess Coe
Portal A Wikipédia tem os portais:

Referências

  1. Só Resta a Lembrança no CinePlayers (Brasil)
  2. QUINLAN, David, The Illustrated Guide to Film Directors, Londres: Batsford, 1983 (em inglês)
  3. ERICKSON, Hal. «Bright Victory». AllMovie. Consultado em 11 de maio de 2014 
  4. HIRSCHHORN, Clive, The Universal Story, Londres: Octopus Books, 1986 (em inglês)
Ícone de esboço Este artigo sobre um filme estadunidense é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.