Bristol-Myers Squibb

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Bristol-Myers Squibb Company
Unidade da Bristol-Myers Squibb R&D na Princeton Rd, Princeton, New Jersey, Estados Unidos
Tipo Companhia Aberta
Indústria Farmacêutica
Fundação 1887, fusão 1989
Sede Nova York, Estados Unidos
Presidente Dr. Giovanni Caforio, CEO
Empregados 25.000 (dezembro 2016)
Website oficial http://www.bristol.com.br/

Bristol-Myers Squibb, conhecida como BMS, é uma Indústria Farmacêutica Americana, com sede na cidade de Nova Iorque.

Bristol-Myers Squibb elabora produtos farmacêuticos de prescrição em várias áreas terapêuticas, incluindo câncer,HIV/AIDS, doenças cardiovasculares, diabetes, hepatite, artrite reumatoide. Sua missão é “descobrir”, desenvolver e entregar medicamentos inovadoras que ajude pacientes a superarem diversas doeças graves.

Suas principais áreas de pesquisa e desenvolvimento estão localizadas em Lawrence Township, New jersey (Formalmente como Squibb, próximo a Princeton) e Wallingford, Connecticut (Formalmente como Bristol-Myers); com outros locais em East Syracuse, Nova York; Hopewell e New Brunswick, New Jersey; e em Swords, Irlanda; Braine-l'Alleud, Belgica; Tokyo, Japão; e Bangalore, India.

História[editar | editar código-fonte]

Squibb[editar | editar código-fonte]

A Squibb corporation foi fundada em 1858 por Edward Robinson Squibb no Brooklyn, Nova York. A Squibb era conhecido como um vigoroso defensor do controle de qualidade e padrões de alta pureza na indústria farmacêutica no seu tempo, a ponto de auto-publicar uma alternativa à Farmacopeia dos EUA (Squibb's Ephemeris of Materia Medica) depois de não convencer a American Medical Association a incorporar padrões de maior pureza. Menções do Materia Medica, produtos Squibb e a opinião de Edward Squibb sobre a utilidade do melhor método de preparação para vários medicamentos são encontradas em muitos documentos médicos do final do século XIX. A Squibb Corporation serviu como um dos principais fornecedores de produtos médicos para o Exército da União durante a Guerra Civil Americana, fornecendo kits médicos portáteis contendo morfina, anestésicos cirúrgicos e quinina para o tratamento da malária (que era endêmica na maior parte do Leste dos Estados Unidos durante aquele período).

Bristol-Myers[editar | editar código-fonte]

Em 1887, os graduados do Hamilton College, William McLaren Bristol e John Ripley Myers compraram a Clinton Pharmaceutical Company de Clinton, Nova York. Em 1898, decidiram renomea-la para Bristol, Myers and Company, mas, após a morte de John Ripley Myers, em 1899, William McLaren Bristol trocou o nome para Bristol-Myers Corporation. O primeiro produto nacionalmente reconhecido foi Sal Hepatica, um sal mineral laxante em 1903. Seu segundo sucesso nacional foi a pasta de dentes Ipana, de 1901 até a década de 1960. 

Em 1943, Bristol-Myers adquiriu a Cheplin Biological Laboratories, produtora de Lactobacillus acidophilus em East Syracuse, Nova York, e converteu a fábrica para produzir penicilina para as forças aliadas durante a Segunda Guerra Mundial. Após a guerra, a empresa renomeou a fábrica para Bristol Laboratories, em 1945, e entrou no mercado de antibióticos civis, onde enfrentou a competição da Squibb, que abriu a maior fábrica de penicilina do mundo durante o ano de 1944 em New Brunswick, New Jersey. A produção de penicilina na fábrica de East Syracuse foi finalizada em 2005, quando se tornou menos oneroso produzir no exterior, mas a instalação continua a ser usada para o desenvolvimento do processo de fabricação e produção de outros biofármacos para ensaios clínicos e uso comercial.

Fusão[editar | editar código-fonte]

Em 1989 a Bristol-Myers e Squibb foram unidas para formar a Bristol-Myers Squibb.

Em 1999, o Presidente Bill Clinton premiou a Bristol-Myers Squibb com a National Medal of Technology, o maior reconhecimento da nação para a conquista tecnológica com o objetivo de “expandir e melhorar a vida humana através de pesquisas e desenvolvimentos farmacêuticos inovadores e para redefinir a ciência do estudo clínico através de ensaios inovadores e complexos que são modelos reconhecidos na indústria".

Bristol-Myers Squibb[editar | editar código-fonte]

Entre as principais áreas de atuação da companhia estão a oncologia, virologia, imunologia, neurologia e doenças cardiovasculares.

 Em 2011, investiu mais de US$3,8 bilhões em pesquisas para desenvolvimento de novas drogas sendo que parte desses recursos foram destinados a mais de 500 centros de pesquisa no Brasil, que são parceiros nos principais projetos de desenvolvimento.

Reconhecimentos[editar | editar código-fonte]

Ao longo dos anos, a Bristol-Myers Squibb e seus funcionários têm recebido inúmeros prêmios e reconhecimentos, incluindo a Medalha Nacional de Tecnologia, o Prêmio Lasker de Pesquisa Médica e o Prêmio Prix Galien. Além disso, é aclamado ano após ano como uma das melhores empresas para mães que trabalham, um ótimo lugar para cientistas trabalharem e um reconhecido líder da indústria em termos de meio ambiente, saúde e segurança.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma empresa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.