Broad City

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Broad City
Broad City – A Cidade das Minas (BR)
Informação geral
Formato
Gênero Comédia
Duração 22 minutos
Criador(es) Ilana Glazer
Abbi Jacobson
País de origem  Estados Unidos
Idioma original inglês
Produção
Produtor(es) Lilly Burns
John Skidmore
Produtor(es) executivo(s) lana Glazer
Abbi Jacobson
Amy Poehler
Dave Becky
Tony Hernandez
Samantha Saifer
Elenco Ilana Glazer
Abbi Jacobson
Tema de abertura "Latino & Proud"
Compositor da música tema DJ Raff
Exibição
Emissora de televisão original Comedy Central
Formato de exibição 1080i (HDTV
Formato de áudio Stereo (2014–15)
5.1 surround sound (2016–)
Transmissão original Estados Unidos 22 de janeiro de 2014
Brasil 3 de junho de 2016
N.º de temporadas 3
N.º de episódios 30

Broad City (no Brasil, Broad City – A Cidade das Minas),[1] é uma série de televisão estadunidense de comédia criada e protagonizada por Ilana Glazer e Abbi Jacobson. A série foi desenvolvida a partir de uma websérie homônima, que foi produzida de forma independente entre 2009 e 2011.[2] A criação da série online começou quando Glazer recebeu comentários negativos sobre um projeto que ela e um sócio havia trabalhado. Após expressar sua frustração para Jacobson, ambas decidiram trabalhar juntas em um projeto, eventualmente criando a série Broad City.[3] A série é baseada na amizade verdadeira de Glazer e Jacobson, e na tentativa de "adaptá-la" em Nova Iorque.[4] Amy Poehler é um dos produtores executivos e apareceu no final da websérie.[2] A série foi lançada pelo canal de televisão paga Comedy Central em 22 de janeiro de 2014.[5] No Brasil, a série estreou também pelo Comedy Central em 3 de junho de 2016.[6]

A segunda temporada estreou em 14 de janeiro de 2015,[7] enquanto a terceira temporada estreou em 17 de fevereiro de 2016.[8][9] A série foi renovada por duas novas temporadas.[10] Em 7 de dezembro de 2016, Abbi e Ilana anunciaram a data de estreia da quarta temporada para agosto do ano seguinte.[11]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Broad City segue Ilana e Abbi, duas mulheres judias americanas de vinte e poucos anos, que experimentam aventuras por descuido e frivolidade em Nova Iorque. Ilana procura evitar trabalhar tanto quanto possível ao perseguir seu hedonismo incansável, por outro lado, Abbi tenta fazer uma carreira como ilustradora, entretanto, ela é frequentemente desviada em esquemas de Ilana.[1][6]

Elenco[editar | editar código-fonte]

Elenco principal[editar | editar código-fonte]

Jacobson (esquerda) e Glazer (direita) na Semana da Internet em Nova Iorque (Maio de 2015).

Elenco recorrente[editar | editar código-fonte]

Episódios[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Lista de episódios de Broad City
Temporada Episódios Lançamento original
First aired Last aired
1 10 22 de janeiro de 2014 (2014-01-22) 26 de março de 2014 (2014-03-26)
2 10 14 de janeiro de 2015 (2015-01-14) 18 de março de 2015 (2015-03-18)
3 10 17 de fevereiro de 2016 (2016-02-17) 20 de abril de 2016 (2016-04-20)

Produção[editar | editar código-fonte]

Glazer e Jacobson encontraram-se quando ambas frequentavam cursos na Upright Citizens Brigade. Em fevereiro de 2010, elas começaram sua própria série online através do YouTube, que se tornou popular. Amy Poehler tomou conhecimento da série e orientou Glazer e Jacobson, tornando-se um produtor executivo quando o programa chegou à televisão. Quando Glazer e Jacobson escreveram o roteiro do primeiro episódio,seus personagens foram nomeados Evelyn Wexler e Carly Abrams, respectivamente,[14] mas acabaram usando seus primeiros nomes reais. A dupla continuou escrevendo a maioria dos episódios, com aproximadamente a metade dos episódios até hoje tendo seus nomes como escritores.

Paul W. Downs, que produziu e interpretou Trey, escreveu vários episódios da série junto à Lucia Aniello, que também produziu e dirigiu alguns episódios. Paul escreveu "Working Girls" (episódio 1.3), "Knockoffs" (episódio 2.4) e "Coat Check" (episódio 2.9).[15]

Recepção[editar | editar código-fonte]

Avaliações[editar | editar código-fonte]

Desde sua estreia em 2014, Broad City tem uma classificação positiva, com média de 1,2 milhões de telespectadores por episódio, tornando-se a primeira temporada da Comedy Central com a maior audiência desde 2012 entre os mais jovens, incluindo adultos de 18 a 34 anos.[16]

Apesar do sucesso comercial inicial e das revisões críticas positivas em curso, em março de 2016, o programa recebeu bem menos de 1 milhão de espectadores, chegando a ter menos de 600 mil durante a segunda semana do mês.[17]

Revisões críticas[editar | editar código-fonte]

O programa recebeu aclamação da crítica. O site de revisão agregada Metacritic, recebeu a primeira temporada com "opiniões geralmente favoráveis" e com uma pontuação de 75 baseado em 14 revisões críticas.[18] Karen Valby do Entertainment Weekly descreveu o programa como uma "comédia profundamente estranha, estranhamente doce e completamente hilariante".[19] O The Wall Street Journal referiu-se ao programa como um "camuflado ataque ao feminismo". O crítico Megan Angelo fez uma referência a citação de Abbi Jacobson, principal estrela de Broad City: "Se você assistir a um de nossos episódios, não há uma grande mensagem, mas se você assistir a todos, acho que eles estão capacitando as mulheres".[20] Caroline Framke, crítica do The A.V. Club, escreveu que "Broad City" era uma série que "vale a pena assistir", apesar de sua "premissa bem posta", e que a série é "notavelmente auto-possuída, mesmo em seu primeiro episódio."[2]

A primeira temporada recebeu uma classificação de 96% no Rotten Tomatoes, baseado em opiniões de 23 críticos e com o consenso afirmando: "De seus talentosos produtores à sua escrita inteligente e uma leva soberba, Broad City possui um incomum, mas bom Pedigree."[21] Por outro lado, o The A.V. Club nomeou "Broad City" o segundo melhor programa de TV de 2014.[22]

A segunda temporada recebeu revisões positivas. No Metacritic, recebeu uma contagem de 89 em 100 baseado em revisões de 8 críticos, indicando "aclamação universal."[23] No Rotten Tomatoes, a temporada recebeu a classificação total de 100% com base em 11 críticas, o consenso afirma: "Liderado por duas das mulheres mais engraçadas na TV, Broad City usa a química vibrante das estrelas para emprestar um elemento de autenticidade ao caótico show, ainda iluminando a marca de comédia."[24]

A terceira temporada também recebeu revisões positivas. No Metacritic, recebeu uma contagem de 87 em 100 baseado em revisões de 8 críticos,[25] por outro lado, a temporada recebeu a classificação total de 100%, baseado em 17 críticas e com o consenso afirmando: "Broad City retorna com uma outra forte temporada com perspectiva hilariante das lutas de Jacobson e de Glazer na cidade de Nova Iorque."[26]

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Prêmio Categoria Destinatário(s) Resultado Ref
2014 Critics' Choice Television Award Melhor Série de Comédia Broad City Indicado [27]
Melhor Atriz em Série de Comédia Ilana Glazer Indicado
2015 Critics' Choice Television Awards Melhor Série de Comédia Broad City Indicado [28]
Melhor Atriz em Série de Comédia Ilana Glazer Indicado
Melhor Atriz Convidada em Série de Comédia Susie Essman Indicado
2017 MTV Movie & TV Awards Melhor Performance de Comédia Ilana Glazer & Abbi Jacobson Pendente [29]

Controvérsias[editar | editar código-fonte]

Incidente com a camiseta "Broad Fucking City"[editar | editar código-fonte]

Em 23 de março de 2015, o estudante universitário Daniel Podolsky foi removido de um voo da Southwest Airlines, que foi fundada em St Louis, após um atendente de portão declarar um problema com a linguagem da camiseta "Broad Fucking City".[30] Ele tinha sido selecionado para um folheto no evento SXSW da Comedy Central. Inicialmente, recebendo cobertura em uma filial local da Fox, KTVI. A história foi publicada pelo portal TheBlaze de Glenn Beck,[31] tornando-se viral, alcançando as primeiras páginas de BuzzFeed, CNN, Vice News e também foi selecionada para o Moment of Zen do The Daily Show.[32] Ilana Glazer respondeu pelo Twitter, "Eu amo você, Daniel Podolsky", juntamente com uma ligação para a história no portal Blaze.[33]

Lançamentos caseiros[editar | editar código-fonte]

Título do DVD Temporada Episódios Formato de exibição Duração Ano
Primeira temporada 1 10 16:9 220 minutos 2 de dezembro de 2014
Segunda temporada 2 10 16:9 220 minutos 5 de janeiro de 2016
Terceira temporada 3 10 16:9 210 minutos 10 de janeiro de 2017

Referências

  1. a b «"'Broad City - A Cidade das Minas' estreia nova temporada"». Jornal do Oeste. 12 de fevereiro de 2017. Consultado em 1 de maio de 2017.. Cópia arquivada em 1 de maio de 2017 
  2. a b c Framke, Caroline (22 de janeiro de 2014). «Broad City: 'What A Wonderful World'» (em inglês). The A.V. Club. Consultado em 1 de maio de 2017.. Cópia arquivada em 30 de janeiro de 2014 
  3. Alter, Charlotte. «8 Things You Didn't Know About Abbi and Ilana» (em inglês). Time. Consultado em 1 de maio de 2017.. Cópia arquivada em 1 de maio de 2017 
  4. «Id Girls» (em inglês). The New Yorker. Consultado em 1 de maio de 2017.. Cópia arquivada em 18 de janeiro de 2015 
  5. a b c «Breaking News – Abbi Jacobson and Ilana Glazer's "Broad City" Comes to Comedy Central(R) on Wednesday, January 22 at 10:30 P.M. ET/PT» (em inglês). TheFutonCritic.com. 10 de dezembro de 2013. Consultado em 1 de maio de 2017.. Cópia arquivada em 31 de janeiro de 2014 
  6. a b Carvalho, Bruno. «Broad City estreia no Brasil pelo Comedy Central». Ligado em Série. Consultado em 1 de maio de 2017.. Cópia arquivada em 1 de maio de 2017 
  7. Furquim, Fernanda (10 de novembro de 2014). «Trailer: segunda temporada de 'Broad City' estreia em janeiro». Veja. Consultado em 1 de maio de 2017.. Cópia arquivada em 1 de maio de 2017 
  8. Dockterman, Eliana (14 de janeiro de 2015). «Broad City Renewed for Season 3» (em inglês). Time. Consultado em 1 de maio 2017.. Cópia arquivada em 18 de janeiro de 2015 
  9. Fox, Jesse David (19 de novembro 2015). «Guess When Broad City Comes Back for Its Third Season? Come On, Please, Just Guess» (em inglês). Vulture.com. Consultado em 1 de maio de 2015.. Cópia arquivada em 25 de dezembro de 2015 
  10. Iannucci, Rebecca (6 de janeiro de 2016). «Broad City Renewed for Seasons 4, 5» (em inglês). TVLine. Consultado em 1 de maio 2017.. Cópia arquivada em 26 de fevereiro de 2016 
  11. Cook-Wilson, Winston (7 de dezembro de 2016). «Broad City Season 4 Is Coming Summer 2017» (em inglês). Spin. Consultado em 1 de maio de 2017.. Cópia arquivada em 1 de maio de 2017 
  12. a b «Broad City». AdoroCinema. Consultado em 1 de maio de 2017.. Cópia arquivada em 1 de maio de 2017 
  13. a b c d e «Broad City - Créditos». AdoroCinema. Consultado em 1 de maio de 2017.. Cópia arquivada em 1 de maio de 2017 
  14. «Pilot episode script» (PDF) (em inglês). Consultado em 1 de maio de 2017.. Cópia arquivada (PDF) em 4 de março de 2016 
  15. Press, Joy (12 de fevereiro de 2016). «The Secret Weapons of 'Broad City' Make Fine Art From Crude Humor» (em inglês). The New York Times. Consultado em 1 de maio de 2017.. Cópia arquivada em 1 de maio de 2017 
  16. «Comedy Central Renews 'Broad City' for Second Season» (em inglês). The Hollywood Reporter. Consultado em 1 de maio de 2017.. Cópia arquivada em 25 de fevereiro de 2014 
  17. «Wednesday cable ratings: 'Broad City' falls» (em inglês). TV By the Numbers. Consultado em 1 de maio de 2017.. Cópia arquivada em 15 de março de 2016 
  18. «Broad City : Season 1» (em inglês). Consultado em 1 de maio de 2017.. Cópia arquivada em 9 de agosto de 2015 
  19. Valby, Karen (13 de março de 2014). «Broad City» (em inglês). Entertainment Weekly. Consultado em 1 de maio de 2017.. Cópia arquivada em 9 de agosto de 2015 
  20. Angelo, Megan (14 de fevereiro de 2011). «The Sneak-Attack Feminism of 'Broad City'» (em inglês). The Wall Street Journal. Consultado em 1 de maio de 2017.. Cópia arquivada em 4 de março de 2014 
  21. «Broad City: Season 1» (em inglês). Rotten Tomatoes. 22 de janeiro de 2014. Consultado em 1 de maio de 2017.. Cópia arquivada em 1 de maio de 2017 
  22. Erik Adams; Joshua Alston; Gwen Ihnat; Kayla Kumari Upadhyaya; Myles McNutt; Genevieve Valentine; Scott Von Doviak (11 dezembro de 2014). «The best TV shows of 2014 (part 2)» (em inglês). The A.V. Club. Consultado em 1 de maio de 2017.. Cópia arquivada em 11 de dezembro de 2014 
  23. «Broad City» (em inglês). Metacritic. Consultado em 1 de maio de 2017.. Cópia arquivada em 21 de janeiro de 2015 
  24. «BROAD CITY: SEASON 2» (em inglês). Rotten Tomatoes. Consultado em 1 de maio de 2017.. Cópia arquivada em 1 de maio de 2017 
  25. «Broad City : Season 3» (em inglês). Consultado em 1 de maio de 2017.. Cópia arquivada em 14 de julho de 2016 
  26. «BROAD CITY: SEASON 3» (em inglês). Rotten Tomatoes. Consultado em 1 de maio de 2017.. Cópia arquivada em 1 de maio de 2017 
  27. Sandberg, Bryn Elise (19 de junho de 2014). «Critics' Choice Television Awards 2014 Winners List (Updating Live)» (em inglês). The Hollywood Reporter. Consultado em 1 de maio de 2017.. Cópia arquivada em 20 de junho de 2014 
  28. «Critics' Choice Awards Winners: Full List» (em inglês). Variety. 31 de maio de 2015. Consultado em 1 de maio de 2017.. Cópia arquivada em 19 de junho de 2015 
  29. Vianna, Katiúscia (6 de abril de 2017). «MTV Movie & TV Awards 2017: Veja a lista completa dos indicados». AdoroCinema. Consultado em 1 de maio de 2017.. Cópia arquivada em 1 de maio de 2017 
  30. «Man kicked off Southwest flight over language on t-shirt» (em inglês). FOX2now.com. 23 de março de 2015. Consultado em 1 de maio de 2017.. Cópia arquivada em 25 de março de 2015 
  31. Noble, Zach (24 de março de 2015). «College Student Gets Kicked Off Flight After People Noticed What Was on His Shirt» (em inglês). The Blaze. Consultado em 1 de maio de 2017.. Cópia arquivada em 9 de agosto de 2015 
  32. Pearl, Mike (25 de março de 2015). «Turns Out You Can Get Kicked off a Plane for Wearing a Shirt with the Word 'Fuck' on It» (em inglês). Vice. Consultado em 1 de maio de 2017.. Cópia arquivada em 9 de agosto de 2015 
  33. «Twitter» (em inglês). Consultado em 1 de maio de 2017.. Cópia arquivada em 9 de agosto de 2015 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]