Brook Taylor

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Brook Taylor
Conhecido(a) por Teorema de Taylor, série de Taylor
Nascimento 18 de agosto de 1685
Londres
Morte 30 de novembro de 1731 (46 anos)
Londres
Nacionalidade Britânico
Alma mater St John's College (Cambridge)
Orientador(es) John Machin, John Keill
Instituições St John's College (Cambridge)
Campo(s) Matemática

Brook Taylor (Londres, 18 de agosto de 1685 – Londres, 30 de novembro de 1731) foi um matemático britânico.[1] Foi eleito Membro da Royal Society em 1712.

Taylor teve um trabalho publicado pelo seu neto após sua morte em 1793, intitulado Contemplatio Philosophica. Vários trabalhos seus foram publicados em Phil. Trans., vols. xxvii. a xxxii., incluindo relatórios sobre trabalhos em magnetismo e atração capilar. Publicou em 1719 o livro New Principles of Linear Perspective, uma versão melhorada do seu trabalho pioneiro intitulado Linear Perspective de 1715. Obra que foi revisada por John Colson em 1749 e reeditada em 1811. Taylor realizou a primeira investigação satisfatória sobre refração astronômica.

Taylor é também muito conhecido pelo seu trabalho sobre séries de Taylor, publicado em 1715 em Methodus incrementorum directa et inversa.

Methodus incrementorum directa et inversa, 1715

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]