Bruce Gentry, Daredevil of the Skies

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Bruce Gentry, Daredevil of the Skies
O Disco Voador[1] [2]  (BR)
 Estados Unidos
1949 • P&B • 15 capítulos min 
Direção Spencer Gordon Bennet
Thomas Carr
Codireção R. M. Andrews
Produção Sam Katzman
Roteiro Lewis Clay
George H. Plympton
Joseph F. Poland
Ray Bailey (personagem)
Elenco Tom Neal
Judy Clark
Ralph Hodges
Gênero Aventura
Idioma inglês
Música Mischa Bakaleinikoff
Direção de arte Paul Palmentola
Efeitos especiais Howard Swift
Cinematografia Ira H. Morgan
Edição Earl Turner
Dwight Caldwell
Estúdio Columbia Pictures
Distribuição Columbia Pictures
Lançamento Estados Unidos 10 de fevereiro de 1949
Cronologia
Último
Último
Congo Bill (1948)
Batman and Robin (1949)
Próximo
Próximo
Página no IMDb (em inglês)

Bruce Gentry, cujo nome original era Bruce Gentry, Daredevil of the Skies, é um seriado estadunidense de 1949, gênero aventura, dirigido por Spencer Gordon Bennet e Thomas Carr, em 15 capítulos, estrelado por Tom Neal e Judy Clark. Foi produzido e distribuído pela Columbia Pictures, e veiculou nos cinemas estadunidenses a partir de 10 de fevereiro de 1949.

Foi o 39º entre os 57 seriados produzidos pela Columbia Pictures, e foi baseado no personagem dos quadrinhos Bruce Gentry, criado por Ray Bailey. Pode ter sido a primeira vez que apareceu nas telas um “disco voador”.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Dr Benson, um amigo do piloto Bruce Gentry, é raptado por um misterioso vilão mascarado, The Recorder (que só emite ordens através de gravações), a fim de aperfeiçoar os discos voadores dos vilões. O industrial Paul Radcliffe contrata Bruce para investigar os discos, pois acha que eles podem ter um uso comercial.

Necessário para a produção dos discos voadores é um mineral chamado Platonite. A única fonte, uma abandonada mina no terreno pertencente a Juanita e Frank Farrell, esgotou-se, e The Recorder precisa roubar suprimentos do governo dos EUA.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Produção[editar | editar código-fonte]

O disco voador é descrito por Harmon e Glut como "um embaraçoso e ruim desenho animado sobre as cenas de ação". Animação também aparece na resolução de um cliffhanger, no qual um Gentry animado é usado ao invés de um dublê.[3]

Esta pode ter sido, no entanto, a primeira aparição cinematográfica de um disco voador.[4]

Cliffhangers[editar | editar código-fonte]

No final do capítulo catorze, Gentry dirige uma moto sobre um penhasco. Na resolução no início do capítulo quinze, Gentry é substituído por uma animação que mostra ele ter escapado à morte pelo uso de um pára-quedas escondido sob o casaco.[3]

Os cliffhangers e suas resoluções, nos capítulos 1 e 12 são quase idênticos.[3]

Crítica[editar | editar código-fonte]

De acordo com Harmon e Glut, Bruce Gentry foi "uma dos mais próximas tentativas de imitar os seriados da Republic, um estúdio conhecido por soberbamente encenar seqüências de ação, mas a Columbia não conseguiu os mesmos".[3]

Cline decreve o seriado como um "bonita e boa aventura de aviação".[5]

Capítulos[editar | editar código-fonte]

  1. The Mysterious Disc
  2. The Mine of Menace
  3. Fiery Furnace
  4. Grande Crossing
  5. Danger Trail
  6. A Flight for Life
  7. A Flying Disc
  8. Fate Takes the Wheel
  9. Hazardous Heights
  10. Over the Falls
  11. Gentry at Bay
  12. Parachute of Peril
  13. Menace of the Mesa
  14. Bruce's Strategy
  15. The Final Disc

Fonte:[6]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Notas e referências[editar | editar código-fonte]

  1. MATTOS, A. C. Gomes de. Heróis dos Quadrinhos nos Seriados Sonoros Americanos. In: Histórias de Cinema. Acessado em 03-08-2013.
  2. BARBOZA, Nelson Alves. Cinema - Arte, Cultura, História. Rio de Janeiro: 2007. In: Cinema - Arte, Cultura, História
  3. a b c d Harmon, Jim; Donald F. Glut. The Great Movie Serials: Their Sound and Fury. [S.l.]: Routledge. 158–159 p. ISBN 978-0-7130-0097-9
  4. Bruce Gentry, Serial Filler, retrieved 20/04/07
  5. Cline, William C.. In the Nick of Time. [S.l.]: McFarland & Company, Inc.. 27 p. ISBN 0-7864-0471-X
  6. Cline, William C.. In the Nick of Time. [S.l.]: McFarland & Company, Inc.. 248 p. ISBN 0-7864-0471-X

Ligações externas[editar | editar código-fonte]