Bruce Kulick

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Bruce Kulick
Bruce Kulick 1.jpg
Informação geral
Nome completo Bruce Howard Kulick
Nascimento 12 de dezembro de 1953 (64 anos)
Origem Brooklyn, Nova Iorque
País EUA Flag of the United States.svg
Gênero(s) Rock
Hard Rock
Glam Rock
Instrumento(s) Guitarra Solo
Vocal
Baixo
Teclados
Período em atividade 1977 - Atualmente
Afiliação(ões) Kiss
Blackjack
Página oficial Kulick.net

Bruce Howard Kulick, mais conhecido como Bruce Kulick, nasceu em 12 de Dezembro de 1953 no Brooklyn em Nova Iorque. Ficou mais conhecido participando como guitarrista do grupo de rock Kiss por 12 anos.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Bruce tinha um contato antigo com o grupo, seu irmão Bob Kulick era amigo de Paul, Gene e Ace desde o início do Kiss, tendo comandado as guitarras no disco solo de Paul, e tendo tocado as guitarras solo nas músicas inéditas do disco "Killers". Antes do Kiss, Bruce tocou na banda Blackjack, na Good Rats. A entrada de Bruce na banda, segundo ele mesmo: "Certo dia Paul chegou lá em casa e eu achei que ele queria falar com Bob. Quando fui dizer-lhe que meu irmão estava na Inglaterra tocando com Meat Loaf, ele me contou que Mark estava doente e perguntou se eu gostaria de entrar em seu lugar. Eu aceitei na hora, mas fiquei surpreso, pois achava que uma banda como o Kiss preferiria um guitarrista mais famoso ou melhor que eu". Foi Bruce quem solou nas músicas Lonely Is The Hunter e Murder In High Heels do disco "Animalize". A partir do ano de 1984 Bruce se tornou o guitarrista solo do Kiss. No começo de sua carreira com o Kiss, segundo Gene e Paul, Bruce parecia mais uma árvore no palco, pois não se movimentava muito. Com o passar do tempo foi se movimentando mais, e Gene e Paul sempre brincam com isso quando lembram de sua entrada no Kiss. Bruce permaneceu no grupo até 1996. No disco "Carnival Of Souls: The Final Sessions" (que não seria lançado, só foi lançado por causa da pirataria) Bruce cantou sua primeira música no Kiss, a música I Walk Alone. Bruce até hoje participa das KISS Expo, sempre muito atencioso com os fãs. Após sua saída do Kiss, Bruce lançou seu trabalho solo e está atualmente no Grand Funk Railroad. Seu mais recente trabalho solo é o disco Transformer, que para alguns fãs está melhor do que o anterior (Audio Dog). Bruce foi o único membro do Kiss a usar seu nome mesmo na banda, sem trocar.

Bruce Kulick no Brasil[editar | editar código-fonte]

Bruce Kulick já esteve no Brasil em diversas oportunidades, sendo a primeira com o Kiss, ocasião em que se apresentou no estádio do Pacaembu em São Paulo.

Seu retorno aconteceu apenas em 2007, por ocasião da realização da primeira Kiss Fest, em Campinas, estado de São Paulo, quando se apresentou com integrantes da banda cover Killers nos dias 11 e 12 de Maio de 2007, sendo os shows realizados no Manifesto Bar, na Capital Paulista, e na casa de shows Excalibur, em Campinas.

Em Dezembro do mesmo ano Kulick retornou ao país, desta vez se apresentando em Curitiba-PR e São Paulo-SP tendo a banda Mundo Cao como banda de apoio.

Em 2011 novos shows em São Paulo e Campinas, desta vez se apresentando com os músicos da banda argentina Kefren em eventos Kiss Expo com a presença de Lydia Criss, ex-esposa do baterista Peter Criss. No ano de 2013 novas apresentações no Brasil, desta vez com membros da banda Killers, em São Paulo (Manifesto Bar e evento particular), Santos-SP (Teatro Municipal) e no teatro do navio Zenith, durante cruzeiro denominado Motorcycle Rock Cruise em viagem pelo litoral brasileiro.

O ano de 2016 marca a última visita de Kulick ao Brasil, ocasião em que se apresentou no mês de fevereiro com os integrantes da banda cover Parasite, de Porto Alegre-RS, com shows na capital gaúcha e no Rio de Janeiro-RJ, Curitiba-PR e São Paulo. A mesma turnê ainda se estendeu no mês de março, quando fez seu último show no Brasil, no Grainne's Pub em Campinas-SP, desta vez acompanhado pelos músicos da Killers.


AVANTASIA

Bruce também participou da metal ópera Avantasia nos discos The Wicked Symphony e Angel of Babylon.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Billy Squier[editar | editar código-fonte]

  • Tale of the Tape (1980)

Blackjack[editar | editar código-fonte]

Lordi[editar | editar código-fonte]

Avantasia[editar | editar código-fonte]

Kiss[editar | editar código-fonte]

Union[editar | editar código-fonte]

  • Union (1998)
  • Live in the Galaxy (1999)
  • The Blue Room (2000)
  • Do Your Own Thing Live (2005)

Solo[editar | editar código-fonte]

Outros Trabalhos[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Bruce Kulick