Bruno Rios Estradiote

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Bruno Rios
Bruno Rios
Bruno em treino no CT da Portuguesa .
Foto: (Reprodução/Instagram)
Informações pessoais
Nome completo Bruno Rios Estradiote
Data de nasc. 9 de janeiro de 1990 (30 anos)
Local de nasc. Guarulhos, Brasil
Informações profissionais
Clube atual BrasilParnahyba
Posição Atacante
Clubes de juventude
20002002
2003
2004 - 2005
2006 - 2007
Brasil Portuguesa
Brasil Corinthians
BrasilPortuguesa
Brasil Vasco da Gama
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2008
2009
2009
2010
2010-2011
2011-2012
2014-presente
BrasilBragantino
BrasilAtlético Joseense - SP
Brasil Bragantino
Bolívia Oriente Petrolero
Brasil União Mogi
Brasil Serrano
BrasilPortuguesa
8 (4)
12 (5)
20 (14)
9 (5)
15 (9)
10 (5)
0 (0)
Seleção nacional
2007
Brasil Brasil Sub-17 4 (3)

Bruno Rios Estradiote, mais conhecido como Bruno Rios[1] (Guarulhos, 9 de janeiro de 1990), é um futebolista brasileiro.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Nascido na cidade de Guarulhos em São Paulo, Bruninho foi revelado pela Portuguesa, time da capital paulista, onde jogou cinco anos nas categorias de base.Bruno teve uma leve passagem pelo Corinthians, voltando depois de uma temporada para a Lusa. Entrou na história da Portuguesa por ter sido o primeiro jogador da categoria de base a ser convocado para a Seleção Brasileira,e, depois de se destacar ao lado do atacante vascaíno Alex Teixeira na seleção brasileira Sub-17, os dirigentes do Vasco da Gama decidiram contratar o jovem para ser mais uma das promessas do clube. Com a metade da temporada de 2008, Bruninho acertou sua ida ao Bragantino.[2] No meio da temporada de 2009, Bruno transferiu-se por empréstimo para o Atlético Joseense, da cidade de São José, no interior de São Paulo. Com uma boa atuação em 2009, Bruno despertou o interesse de clubes do exterior, assim como o Oriente Petrolero, que contratou o mesmo para a temporada de 2010. Depois de uma rápida passagem pelo time boliviano, Bruno acerta o seu retorno ao Brasil para o União Mogi, time de Mogi das Cruzes, para a disputa do Paulistão Segunda Divisão. Com uma boa campanha e sendo um dos destaques do time mogiano, Bruno desperta o interesse dos dirigentes do Serrano, clube que acabara de subir para a 1ª Divisão do Campeonato Baiano e que posteriormente, contrata o jovem atacante.[3]

Pausa no Futebol[editar | editar código-fonte]

Com o término do Campeonato Baiano e da Copa do Governador, Bruno não renova seu contrato com o Serrano, e acaba indo passar por uma temporada de treinos no Empoli, modesto time da Itália que disputa a primeira divisão do Campeonato Italiano, mais conhecido como Serie A, mas que na época disputava a Série B, equivalente á segunda divisão. Depois desse período de treinos, Bruno volta ao Brasil e é diagnosticado[4] com Aplasia Medular, uma doença rara que é caracterizada pela deficiência medular. Devido a esse diagnóstico, teve que ser internado[5] para realizar um transplante de medula e começar um tratamento.

Retorno ao Futebol[editar | editar código-fonte]

Após um ano de tratamento e ser curado, Bruno Rios volta ao futebol para o lugar onde deu início a sua carreira, a Portuguesa, para a disputa do Brasileirão - Série C em 2015, terceira divisão do Campeonato Brasileiro e para a disputa da segunda divisão do Campeonato Paulista de 2016, conhecida como Paulistão - Série A2. Atualmente ele defende o Parnahyba

Referências

Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre um futebolista brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.