Bryophyllum delagoense

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


Como ler uma infocaixa de taxonomiaBryophyllum delagoensis
Hábito da planta
Hábito da planta
Classificação científica
Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Eudicots
Ordem: Saxifragales
Família: Crassulaceae
Género: Bryophyllum
Espécie: B. delagoensis
Nome binomial
Bryophyllum delagoensis
(Eckl. & Zeyh.) Druce

Bryophyllum delagoensis é uma planta suculenta nativa de Madagascar. Assim como outros membros da seção ''Bryophyllum'' do gênero Kalanchoe, é notável por desenvolver vegetativamente pequenas plântulas nas franjas das suas folhas.

A capacidade da planta de reproduzir-se vegetativamente, a sua tolerância à seca, e a sua popularidade como planta ornamental, permitiram-lhe tornar-se numa planta invasora em locais como a Austrália Oriental e muitas ilhas do Pacífico. Nos Neotrópicos é até ocasionalmente polinizada por beija-flores. [1]

Além de tomar o lugar de plantas nativas, B. delagoensis é também indesejada por conter cardioglicosídeos bufadienolidas[2] os quais podem causar envenenamento cardíaco, sobretudo em animais que pastam[3]. Em 1997, 125 cabeças de gado morreram depois de ingerirem esta erva próximo de Moree, Nova Gales do Sul, Austrália.[4]

Sinônimos[editar | editar código-fonte]

A espécie Bryophyllum delagoense possui 6 sinônimos reconhecidos atualmente.[5]

  • Bryophyllum delagoense (Eckl. & Zeyh.) Schinz
  • Bryophyllum tubiflorum Harv.
  • Bryophyllum verticillatum (Elliott) A.Berger
  • Kalanchoe delagoensis Eckl. & Zeyh.
  • Kalanchoe tuberosa H. Perrier
  • Kalanchoe verticillata Scott-Elliot

Galeria[editar | editar código-fonte]

Notas

  1. Por exemplo, Amazilia lactea no Brasil (Baza Mendonça & dos Anjos 2005)
  2. Bryotoxins A, B and C: McKenzie et al. (1987), Steyn & van Heerden (1998)
  3. McKenzie & Dunster (1986), McKenzie et al. (1987)
  4. North West Weeds: http://www.northwestweeds.nsw.gov.au/mother_of_millions.htm Arquivado em 13 de fevereiro de 2013, no Wayback Machine.
  5. «Bryophyllum delagoense» (em inglês). The Plant List. 2010. Consultado em 21 de julho de 2019 

Referências[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Bryophyllum delagoense
  • Baza Mendonça, Luciana & dos Anjos, Luiz (2005): Beija-flores (Aves, Trochilidae) e seus recursos florais em uma área urbana do Sul do Brasil [Hummingbirds (Aves, Trochilidae) and their flowers in an urban area of southern Brazil]. Revista Brasileira de Zoologia 22(1): 51–59. doi:10.1590/S0101-81752005000100007 PDF fulltext
  • McKenzie, R.A. & Dunster, P.J. (1986): Hearts and flowers: Bryophyllum poisoning of cattle. Australian Veterinary Journal 63(7): 222-227. doi:10.1111/j.1751-0813.1986.tb03000.x PMID 3778371 (HTML abstract)
  • McKenzie, R.A.; Franke, F.P. & Dunster, P.J. (1987): The toxicity to cattle and bufadienolide content of six Bryophyllum species. Australian Veterinary Journal 64(10): 298-301. doi:10.1111/j.1751-0813.1987.tb07330.x PMID 3439945 (HTML abstract)
  • Steyn, Pieter S & van Heerden, Fanie R. (1998): Bufadienolides of plant and animal origin. Nat. Prod. Rep. 15(4): 397-413. doi:10.1039/a815397y PDF fulltext