Bucelas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
 Portugal Bucelas  
—  Freguesia  —
Igreja Matriz de Bucelas
Igreja Matriz de Bucelas
Bandeira de Bucelas
Bandeira
Brasão de armas de Bucelas
Brasão de armas
Localização no concelho de Loures
Localização no concelho de Loures
Bucelas está localizado em: Portugal Continental
Bucelas
Localização de Bucelas em Portugal
Coordenadas 38° 54' N 9° 07' O
País  Portugal
Concelho LRS.png Loures
Elevação a vila 4 de dezembro de 1927
Administração
 - Tipo Junta de freguesia
 - Presidente Élio Alexandre Capricha Matias (PCP-PEV)
Área
 - Total 33,97 km²
População (2011)
 - Total 4 663
    • Densidade 137,3 hab./km²
Gentílico: Bucelense
Código postal 2670 Bucelas
Orago Nossa Senhora da Purificação
Sítio www.jf-bucelas.pt

Bucelas é uma freguesia portuguesa do concelho de Loures, com 33,97 km² de área e 4 663 habitantes (2011). A sua densidade demográfica é 137,3 hab/km².

Realiza-se aqui em Outubro a Festa do Vinho e das Vindimas.

Geografia[editar | editar código-fonte]

A freguesia inclui os sítios da Alrota (na serra do mesmo nome), Bemposta, Bucelas, Chamboeira, Charneca, Freixial, Vila de Rei e Vila Nova. Confina com as freguesias de Fanhões e São Julião do Tojal, e com os concelhos de Mafra (freguesia do Milharado), Arruda dos Vinhos (freguesias do Arranhó e Santiago dos Velhos) e Vila Franca de Xira (freguesias de Alverca do Ribatejo e Vialonga).

População[editar | editar código-fonte]

População da freguesia de Bucelas [1]
1864 1878 1890 1900 1911 1920 1930 1940 1950 1960 1970 1981 1991 2001 2011
2 074 2 186 2 383 2 596 2 917 2 943 3 112 3 449 3 776 3 904 4 307 5 171 4 932 4 810 4 663

Nos anos de 1864 e 1878 pertencia ao concelho dos Olivais, extinto por decreto de 22/07/1886

História[editar | editar código-fonte]

Está atestada a presença humana em Bucelas desde os tempos celtas (como bem o evoca o brasão de armas da vila). Conheceu depois a ocupação dos romanos (é de destacar a presença do monumental Cipo junto da Igreja Matriz Paroquial de Nossa Senhora da Purificação de Bucelas).

Em tempos antigos, porém, a sede da freguesia não se achava em Bucelas, mas sim, em Vila de Rei; a sede da paróquia apenas foi transferida em 1522.

Durante muito tempo, Bucelas foi terra reguengueira, tendo a Coroa doado-a aos condes de Castanheira; extinta esta linhagem, retornou à posse da Coroa, que, na pessoa do rei Pedro II de Portugal a doou a seu filho segundo Francisco, Duque de Beja e Condestável do Reino, o qual, por sua vez, a integrou nos domínios da Casa do Infantado.

Célebre pelos seus vinhos (inclusivamente com região demarcada), Bucelas conheceu grande desenvolvimento na segunda metade do século XIX e início do século XX, motivo pelo qual foi elevada a vila a 4 de Dezembro de 1927, em conjunto com Sacavém (também no concelho de Loures), através do mesmo decreto n.º 14676,[2] atendendo à sua população, ao facto de ser um centro industrial na área da serralharia, e à sua produção vitícola, «universalmente conhecida».

Património[editar | editar código-fonte]

Cultura[editar | editar código-fonte]

  • Museu da Vinha e do Vinho

Heráldica[editar | editar código-fonte]

Bucelas usa a seguinte bandeira e brasão de armas:

Um escudo de azul, com falcata celta e gládio romano, os dois de prata, cruzados em aspa. Em chefe uma águia de ouro; em contra-chefe, uma folha de videira de verde, contornada de ouro e posta em pala. Uma coroa mural de prata de quatro torres. Um listel branco com a legenda a negro, em maiúsculas: «BUCELAS». Bandeira esquartelada de azul e amarelo; cordões e borlas de ouro e azul.

Religião[editar | editar código-fonte]

Bucelas tem por orago Nossa Senhora da Purificação.

O pároco da freguesia detém a intitulação de prior. A Igreja de Bucelas, matriz desde 1522, foi sagrada em 23 de Janeiro de 1569 pelo bispo de Viseu D. Jorge de Ataíde, que a regera anteriormente.

Uma Confraria dedicada ao Espírito Santo deteve em Bucelas um pequeno hospital/albergue, para assistência aos peregrinos e pobres.

Colectividades[editar | editar código-fonte]

Notas

  1. Instituto Nacional de Estatística (Recenseamentos Gerais da População) - https://www.ine.pt/xportal/xmain?xpid=INE&xpgid=ine_publicacoes
  2. «Decreto n.º 14676, de 4 de Dezembro de 1927» (PDF). Diário do Governo, n.º 270, I Série, de 4-XII-1927. Dre.pt 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Bucelas