Buchada de bode

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Buchada de bode com Grão de bico.

Buchada de bode, ou simplesmente buchada, é um prato típico da região Nordeste do Brasil. A iguaria tem origem no prato denominado «maranho», da culinária portuguesa tradicional. A buchada remete também ao prato «Crux mechi» da gastronomia libanesa.

Características[editar | editar código-fonte]

Em todo o Nordeste, a buchada é feita com as entranhas (rins, figado e vísceras) do bode, lavadas, aferventadas, cortadas, temperadas e cozidas em bolsas (que medem cerca de 8 cm de diâmetro), feitas com o próprio estômago do animal. No Nordeste, mais rigorosamente, a buchada em si tem em seu interior apenas as chamadas vísceras brancas — as tripas e as outras partes do estômago que não foram utilizadas para fazer as bolsas. As vísceras vermelhas, como o coração, rins, pulmões, fígado e o baço (preparo «à passarinha»), compõem um prato diferente, o sarrabulho ou sarapatel, dependendo da espécie de animal.

Em geral, no Nordeste, berço da iguaria, diz-se simplesmente «buchada», já que se supõe que esta é feita do bode. Entretanto, não é raro que se encontre a buchada preparada com vísceras de carneiro ou mesmo de boi. Ademais, é mais comum encontrar a buchada recheada com as vísceras vermelhas no Sul e Sudeste do que no Norte e Nordeste do país.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre culinária é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.