Bucho Doce

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

O bucho doce é um doce com tradições ancestrais da culinária portuguesa, pertencente às regiões minhotas de Monção e Melgaço.

Características[editar | editar código-fonte]

Realizado tradicionalmente em ambiente de festa, após a matança do porco, era costume confecionar o doce regional com o bucho do animal, que depois de bem limpo e seco no fumeiro, era utilizado para cozinhar um preparado de pão, ovos, canela e açúcar. Hoje em dia, a receita é recriada nas localidades com recurso a panos de linho, sendo apreciada com várias coberturas, desde mel a compotas, ou de modo simples.[1][2][3][4][5][6][7]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. «Bucho (Doce)». PÚBLICO 
  2. Castro, Cristina. A Doçaria Portuguesa: Norte. [S.l.: s.n.] 312 páginas. ISBN 978-989-99714-0-0 
  3. Saramago, Alfredo; Fialho, Manuel (1997). Doçaria dos conventos de Portugal. [S.l.]: Assírio & Alvim 
  4. «Receita de Bucho Doce (Melgaço)». Doces Regionais 
  5. SAPO. «Bucho Doce - Receita de Melgaço». SAPO Lifestyle 
  6. «Bucho Doce». NO PONTO. 8 de janeiro de 2016 
  7. Ferreira, Márcio (24 de janeiro de 2018). «Bucho doce é a sobremesa mais desejada em Riba de Mouro». Alto Minho TV