Bundesliga de 2021–22

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Campeonato Alemão de Futebol
Bundesliga
Bundesliga logo (2017).png
Dados
Participantes 18
Organização DFB
Anfitrião Alemanha
Período 13 de agosto de 2021 – 14 de maio de 2022
Gol(o)s 192
Partidas 63
Média 3,05 gol(o)s por partida
Melhor marcador 7 gols:
Melhor ataque Bayern de Munique – 24 gols
Melhor defesa 5 gols:
Maior goleada
(diferença)
Bayern de Munique 7–0 Bochum
Allianz ArenaMunique
18 de setembro de 2021
Público 1 120 282
Média 17 782,3 pessoas por partida
◄◄ 2020–21 Soccerball.svg 2022–23 ►►

A Bundesliga de 2021–22 é a 59ª edição da primeira divisão do futebol alemão. O campeonato iniciou em 13 de agosto de 2021 e terminará em 14 de maio de 2022.[1] O Bayern de Munique é o atual campeão.[2]

Regulamento[editar | editar código-fonte]

Os 18 clubes se enfrentam em jogos de ida e volta no sistema de pontos corridos. O clube que somar o maior número de pontos será declarado campeão. Além do campeão, o 2º, 3º e 4º colocados garantem vagas na Liga dos Campeões da UEFA. O 5º colocado ganha vaga na Liga Europa da UEFA, enquanto o 6º colocado garante vaga na fase preliminar da Liga Conferência Europa da UEFA.

Por outro lado, os últimos dois colocados são rebaixados à 2. Bundesliga. O 16º colocado, por sua vez, disputa um play-off contra o 3º colocado da 2. Bundesliga para saber quem jogará a elite na temporada seguinte.[3]

Critérios de desempate[editar | editar código-fonte]

  • Maior saldo de gols;
  • Maior número de gols pró;
  • Confronto direto.[3]

Participantes[editar | editar código-fonte]

Promovidos e rebaixados[editar | editar código-fonte]

Pos. Rebaixados da Bundesliga
17º Werder Bremen
18º Schalke 04
Pos. Promovidos da 2. Bundesliga
Bochum
Greuther Fürth

Equipes por estado[editar | editar código-fonte]

Estado N.º Equipes
Flag of North Rhine-Westphalia.svg Renânia do Norte-Vestfália 6 Arminia Bielefeld, Bayer Leverkusen, Bochum, Borussia Dortmund, Borussia Mönchengladbach e Köln
Flag of Baden-Württemberg.svg Baden-Württemberg 3 Freiburg, Hoffenheim e Stuttgart
Flag of Bavaria (striped).svg Baviera Augsburg, Bayern de Munique e Greuther Fürth
Flag of Berlin.svg Berlim 2 Hertha Berlim e Union Berlin
Flag of Lower Saxony.svg Baixa Saxônia 1 Wolfsburg
Flag of Hesse.svg Hesse Eintracht Frankfurt
Flag of Rhineland-Palatinate.svg Renânia-Palatinado Mainz 05
Flag of Saxony.svg Saxônia RB Leipzig

Informações das equipes[editar | editar código-fonte]

Equipe Cidade Treinador Capitão Estádio (mando) Capacidade Material Esportivo
Arminia Bielefeld Bielefeld Alemanha Frank Kramer Alemanha Fabian Klos
Alemanha Manuel Prietl
Schüco-Arena 27.300[4] Itália Macron
Augsburg Augsburgo Alemanha Markus Weinzierl Países Baixos Jeffrey Gouweleeuw WWK Arena 30.660[5] Estados Unidos Nike
Bayer Leverkusen Leverkusen Suíça Gerardo Seoane Finlândia Lukáš Hrádecký BayArena 30.210[6] Alemanha Jako
Bayern de Munique Munique Alemanha Julian Nagelsmann Alemanha Manuel Neuer Allianz Arena 75.000[7] Alemanha Adidas
Bochum Bochum Alemanha Thomas Reis França Anthony Losilla Vonovia Ruhrstadion 27.599[8] Estados Unidos Nike
Borussia Dortmund Dortmund Alemanha Marco Rose Alemanha Marco Reus Signal Iduna Park 81.365[9] Alemanha Puma
Borussia Mönchengladbach Mönchengladbach Áustria Adi Hütter Alemanha Lars Stindl Borussia-Park 54.057[10] Alemanha Puma
Eintracht Frankfurt Frankfurt am Main Áustria Oliver Glasner Alemanha Sebastian Rode Deutsche Bank Park 51.500[11] Estados Unidos Nike
Freiburg Friburgo em Brisgóvia Alemanha Christian Streich Alemanha Christian Günter Europa-Park Stadion[nota 1] 34.700[14][15] Dinamarca Hummel
Greuther Fürth Fürth Alemanha Stefan Leitl Suécia Branimir Hrgota Sportpark Ronhof Thomas Sommer 16.626[16] Alemanha Puma
Hertha Berlim Berlim Hungria Pál Dárdai Bélgica Dedryck Boyata Olympiastadion 74.649[17] Estados Unidos Nike
Hoffenheim Sinsheim Alemanha Sebastian Hoeneß Alemanha Benjamin Hübner PreZero Arena 30.150[18] Espanha Joma
Köln Colônia Alemanha Steffen Baumgart Alemanha Jonas Hector RheinEnergieStadion 49.698[19] Alemanha Uhlsport
Mainz 05 Mainz Dinamarca Bo Svensson França Moussa Niakhaté Opel Arena 34.000[20] Itália Kappa
RB Leipzig Leipzig Estados Unidos Jesse Marsch Áustria Marcel Sabitzer Red Bull Arena 42.558[21] Estados Unidos Nike
Stuttgart Estugarda Estados Unidos Pellegrino Matarazzo Japão Wataru Endo Mercedes-Benz Arena 60.449[22] Alemanha Jako
Union Berlin Berlim Suíça Urs Fischer Áustria Christopher Trimmel An der Alten Försterei 22.012[23] Alemanha Adidas
Wolfsburg Wolfsburg Países Baixos Mark van Bommel Bélgica Koen Casteels Volkswagen Arena 30.000[24] Estados Unidos Nike

Mudanças de treinadores[editar | editar código-fonte]

Clube Antecessor Motivo Data da vaga Pos Sucessor Data da
nomeação
Ref.
Borussia Dortmund Alemanha Edin Terzić (interino) Fim do período como interino 13 de dezembro de 2020 Pré-temporada Alemanha Marco Rose 15 de fevereiro de 2021 [25][26]
Borussia Mönchengladbach Alemanha Marco Rose Contratado pelo Borussia Dortmund 15 de fevereiro de 2021 Áustria Adi Hütter 13 de abril de 2021 [26][27]
Bayer Leverkusen Alemanha Hannes Wolf Fim do período como interino 23 de março de 2021 Suíça Gerardo Seoane 19 de maio de 2021 [28][29]
Köln Alemanha Friedhelm Funkel 8 de abril de 2021 Alemanha Steffen Baumgart 11 de maio de 2021 [30]
Eintracht Frankfurt Áustria Adi Hütter Contratado pelo Borussia Mönchengladbach 13 de abril de 2021 Áustria Oliver Glasner 26 de maio de 2021 [31][32]
Bayern de Munique Alemanha Hans-Dieter Flick Resignado 27 de abril de 2021 Alemanha Julian Nagelsmann 27 de abril de 2021 [33]
RB Leipzig Alemanha Julian Nagelsmann Contratado pelo Bayern de Munique Estados Unidos Jesse Marsch 29 de abril de 2021 [33][34]
Wolfsburg Áustria Oliver Glasner Contratado pelo Eintracht Frankfurt 26 de maio de 2021 Países Baixos Mark van Bommel 2 de junho de 2021 [32][35]

Classificação[editar | editar código-fonte]

Symbol arrow up.svg Atualizado em 3 de outubro de 2021.[36]

Pos Equipes Pts J V E D GM GS SG Classificação ou rebaixamento
1 Bayern de Munique 16 7 5 1 1 24 7 +17 Fase de Grupos da Liga dos Campeões da UEFA de 2022–23
2 Bayer Leverkusen 16 7 5 1 1 20 7 +13
3 Borussia Dortmund 15 7 5 0 2 19 13 +6
4 Freiburg 15 7 4 3 0 11 5 +6
5 Wolfsburg 13 7 4 1 2 9 8 +1 Fase de Grupos da Liga Europa da UEFA de 2022–23
6 Köln 12 7 3 3 1 13 9 +4 Play-offs da Liga Conferência Europa da UEFA de 2022–23
7 Union Berlin 12 7 3 3 1 10 9 +1
8 RB Leipzig 10 7 3 1 3 15 7 +8
9 Mainz 05 10 7 3 1 3 7 5 +2
10 Borussia Mönchengladbach 10 7 3 1 3 9 10 –1
11 Hoffenheim 8 7 2 2 3 12 11 +1
12 Stuttgart 8 7 2 2 3 12 13 –1
13 Eintracht Frankfurt 8 7 1 5 1 8 10 –2
14 Hertha Berlim 6 7 2 0 5 8 20 –12
15 Augsburg 5 7 1 2 4 3 13 –10
16 Arminia Bielefeld 4 7 0 4 3 3 10 –7 Play-off do Rebaixamento
17 Bochum 4 7 1 1 5 4 16 –12 Zona de rebaixamento à 2. Bundesliga de 2022–23
18 Greuther Fürth 1 7 0 1 6 5 19 –14

Confrontos[editar | editar código-fonte]

  ARM AUG LEV BMU BOC BVB BMG EIN FRE GRF HER HOF KÖL MAI RBL STU UNB WOL
Arminia Bielefeld 0–4 1–1 0–0 0–0
Augsburg 1–4 1–0 0–4
Bayer Leverkusen 3–4 4–0 1–0
Bayern de Munique 7–0 a 1–2 5–0 3–2
Bochum 1–3 2–0 0–0
Borussia Dortmund 2–1 a 5–2 3–2 4–2
Borussia Mönchengladbach 3–1 1–1 1–0
Eintracht Frankfurt 0–0 1–1 1–1
Freiburg 3–0 2–1 1–1
Greuther Fürth 1–1 1–3 0–2
Hertha Berlim 1–2 2–1 1–2
Hoffenheim 0–2 2–2 3–1
Köln 2–1 3–1 3–1 1–1
Mainz 05 0–0 3–0 1–0 1–2
RB Leipzig 1–4 3–0 6–0 4–0
Stuttgart 1–3 2–3 5–1 3–1
Union Berlin 1–0 0–0 1–1 2–1
Wolfsburg 1–0 1–3 1–1 1–0

Desempenho por rodada[editar | editar código-fonte]

Clubes que lideraram o campeonato ao final de cada rodada:

Rodadas
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38
STU WOL BMU

Clubes que ficaram na última posição do campeonato ao final de cada rodada:

Rodadas
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38
AUG HER GRF

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Symbol arrow up.svg Atualizado em 3 de outubro de 2021.[36]

Hat-tricks[editar | editar código-fonte]

Jogador Para Contra Resultado Data Ref.
Polónia Robert Lewandowski Bayern de Munique Hertha Berlim 5–0 28 de agosto de 2021 [37]

Notas

  1. O Freiburg mandou seus três primeiros jogos em casa no Dreisamstadion, com capacidade para 24.000 pessoas,[12] para depois sediar as partidas no Europa-Park Stadion permanentemente.[13]

Referências

  1. «Rahmenterminkalender für die Saison 2021/22 veröffentlicht». DFL.de (em alemão). Federação Alemã de Futebol. 4 de dezembro de 2020. Consultado em 27 de fevereiro de 2021 
  2. Gerd Wenzel (11 de maio de 2021). «Bayern é campeão, fica sabendo no vestiário e sai para o abraço». DW Brasil. Consultado em 18 de maio de 2021 
  3. a b «Regulamento». Sr. Goool. Consultado em 8 de agosto de 2020 
  4. «Stadion». arminia-bielefeld.de (em alemão). Arminia Bielefeld. Consultado em 19 de setembro de 2020 
  5. «Zahlen und Fakten». fcaugsburg.de (em alemão). FC Augsburg. Consultado em 16 de julho de 2018. Arquivado do original em 19 de junho de 2017 
  6. «Die BayArena». bayer04.de (em alemão). Bayer 04 Leverkusen Fußball GmbH. Consultado em 16 de julho de 2018 
  7. «Allgemeine Informationen zur Allianz Arena». allianz-arena.com (em alemão). FC Bayern München AG. Consultado em 16 de julho de 2018 
  8. «Zahlen und Fakten: Über das Stadion». VfL Bochum (em alemão). Consultado em 23 de maio de 2021 
  9. «Signal Iduna Park». bvb.de (em alemão). Borussia Dortmund GmbH & Co. KGaA. Consultado em 16 de julho de 2018 
  10. «Das ist Der Borussia-Park». borussia.de (em alemão). Borussia Mönchengladbach. Consultado em 16 de julho de 2018 
  11. «Eckdaten». eintracht.de (em alemão). Eintracht Frankfurt. 2 de fevereiro de 2015. Consultado em 16 de julho de 2018 
  12. «Dreisamstadion | SC Freiburg». scfreiburg.com (em alemão). SC Freiburg. Consultado em 3 de agosto de 2021 
  13. «Freiburg spielt noch dreimal im Dreisamstadion». kicker.de (em alemão). Kicker. 3 de agosto de 2021. Consultado em 3 de agosto de 2021 
  14. «Freiburgs neues Stadion soll rechnerisch klimaneutral werden». kicker.de (em alemão). kicker. 14 de junho de 2021. Consultado em 2 de julho de 2021 
  15. «Das ist das neue SC-Stadion». scfreiburg.com. SC Freiburg. 31 de agosto de 2017. Consultado em 16 de dezembro de 2020 
  16. «Zahlen und Fakten: Sportpark Ronhof | Thomas Sommer». SpVgg Greuther Fürth (em alemão). Consultado em 23 de maio de 2021 
  17. «Das Berliner Olympiastadion». herthabsc.de (em alemão). Hertha BSC. Consultado em 16 de julho de 2018 
  18. «Die Wirsol Rhein-Neckar-Arena in Zahlen». achtzehn99.de (em alemão). TSG 1899 Hoffenheim Fußball-Spielbetriebs GmbH. Consultado em 16 de julho de 2018 
  19. «RheinEnergieSTADION». Rheinenergiestadion.de. Kölner Sportstätten GmbH. Consultado em 29 de dezembro de 2015 
  20. «Unsere Arena». mainz05.de (em alemão). 1. FSV Mainz 05 e. V. Consultado em 16 de julho de 2018 
  21. «Daten und Fakten». dierotenbullen.com (em alemão). RasenBallsport Leipzig. Consultado em 16 de julho de 2018 
  22. «Daten & Fakten». mercedes-benz-arena-stuttgart.de (em alemão). VfB Stuttgart Arena Betriebs GmbH. Consultado em 21 de maio de 2017 
  23. «Unsere Heimat seit 1920». fc-union-berlin.de (em alemão). 1. FC Union Berlin. Consultado em 28 de maio de 2019. Arquivado do original em 5 de julho de 2019 
  24. «Daten und Fakten». vfl-wolfsburg.de (em alemão). VfL Wolfsburg. Consultado em 1 de dezembro de 2015 
  25. «Borussia Dortmund trennt sich von Lucien Favre». bvb.de (em alemão). Borussia Dortmund. 13 de dezembro de 2020. Consultado em 13 de dezembro de 2020 
  26. a b «Rose agrees to BVB move». Borussia Dortmund (em inglês). 15 de fevereiro de 2021. Consultado em 15 de fevereiro de 2021 
  27. «Adi Hütter to take over as Borussia head coach». Borussia Mönchengladbach (em inglês). 13 de abril de 2021. Consultado em 13 de abril de 2021 
  28. «Wolf übernimmt für Bosz – Hermann kehrt zurück». bayer04.de (em alemão). Bayer Leverkusen. 23 de março de 2021. Consultado em 23 de março de 2021 
  29. «Seoane wird Cheftrainer – Wolf kehrt zum DFB zurück». bayer04.de (em alemão). Bayer Leverkusen. 19 de maio de 2021. Consultado em 19 de maio de 2021 
  30. «Baumgart wird neuer Trainer beim 1. FC Köln». kicker.de (em alemão). 11 de maio de 2021. Consultado em 11 de maio de 2021 
  31. «Adi Hütter to leave Eintracht Frankfurt at the end of the season». Eintracht Frankfurt (em inglês). 13 de abril de 2021. Consultado em 13 de abril de 2021 
  32. a b «Oliver Glasner appointed new head coach» (em inglês). Eintracht Frankfurt. 26 de maio de 2021. Consultado em 26 de maio de 2021 
  33. a b «Julian Nagelsmann to become FC Bayern head coach». fcbayern.com (em inglês). Bayern Munich. 27 de abril de 2021. Consultado em 27 de abril de 2021 
  34. «Jesse Marsch to become RB Leipzig head coach from 2021/22». dierotenbullen.com (em inglês). RB Leipzig. 29 de abril de 2021. Consultado em 29 de abril de 2021 
  35. «Mark van Bommel named new Wolves coach». vfl-wolfsburg.de (em inglês). VfL Wolfsburg. 2 de junho de 2021. Consultado em 2 de junho de 2021 
  36. a b «Resumo - Bundesliga - Alemanha». Soccerway. Consultado em 2 de outubro de 2021 
  37. «Bayern de Munique vs. Hertha Berlin». Soccerway. Consultado em 28 de agosto de 2021 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]