Bury a Friend

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
"Bury a Friend"
Single de Billie Eilish
do álbum When We All Fall Asleep, Where Do We Go?
Lançamento 30 de janeiro de 2019 (2019-01-30)
Formato(s)
Gênero(s)
Duração 3:13
Gravadora(s)
Composição
Produção O'Connell
Cronologia de singles de Billie Eilish
"When I Was Older"
(2019)"
"Wish You Were Gay"
(2019)"
Vídeo musical
"Bury a Friend" no YouTube

"Bury a Friend" (estilizado em letras minúsculas) é uma canção da cantora estadunidense Billie Eilish. A canção foi lançada em 30 de janeiro de 2019 pelas editoras discográficas Darkroom e Interscope Records. Serve como terceiro single do seu álbum de estreia, When We All Fall Asleep, Where Do We Go?.[1][2]

Antecedentes e desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

O irmão de Eilish, Finneas O'Connell (foto) contribuiu para a composição e produção da música.[3]

Em 29 de janeiro de 2019, Billie Eilish anunciou formalmente seu álbum de estréia, intitulado When We All Fall Asleep, Where Do We Go? e também revelou que ela iria lançar um single no dia seguinte às 09:00. Ela postou ainda um teaser de 16 segundos, apresentando seu canto enquanto era agarrada e empurrada por mãos enluvadas.[4][5] "Bury a Friend" foi finalmente lançado na data prevista, tendo estreado na programação do Beats 1.[6] Eilish fez uma aparição no programa Future Sounds de Annie Mac na BBC Radio 1 para conversar sobre a faixa.[7] Foi enviado para as rádios alternativa americana em 19 de fevereiro de 2019 pela Darkroom e Interscope Records.[8] "Bury a Friend" foi escrito por Eilish, juntamente com seu irmão Finneas O'Connell, enquanto a produção foi realizada exclusivamente por este último. Foi masterizado por John Greenham e mixado por Rob Kinelski, com os dois também servindo como equipe de estúdio.[3]

A criação da música aconteceu em Chicago, que Eilish e seu irmão visitaram para uma apresentação do Lollapalooza. Eles compareceram a um estúdio com uma sonoridade jazz em mente, e Eilish desenhou um monstro preto para mostrar a seu irmão como ela queria que a música soasse.[9] Eilish desejava ouvir seu nome no começo da faixa, para o qual ela mandou uma mensagem para o rapper Calvin (conhecido como Mehki Raine); ele finalmente enviou a ela uma gravação por telefone para ela usar.[9][10] A cantora descobriu o rapper nas mídias sociais, enquanto repetidamente etiquetava fotos suas com a legenda "Cadê a Billie?" no Instagram dela. Ela decidiu conhecê-lo e os dois logo se tornaram amigos.[11]

Composição e interpretação lírica[editar | editar código-fonte]

Eilish credita a música por definir o tom de When We All Fall Asleep, Where Do We Go?, afirmando: "Eu soube imediatamente sobre o que seria, quais seriam os visuais e tudo em termos de como eu queria que fosse percebido".[12] "Bury a Friend" foi descrito como um synth-pop,[13] e música eletrônica por críticos da imprensa.[14] Suzy Exposito da Rolling Stone chamou de "R&B-gótico" uma reminiscência de Antichrist Superstar (1996) do Marilyn Manson.[15] "Bury a Friend" é moderadamente rápido, com 120 batidas por minuto (BPM) e está escrito na clave de Sol menor.[16] Sua instrumentação minimalista[17] apresenta um hip hop e uma batida "galopante", semelhante a "Black Skinhead" de Kanye West (2013).[10][18] Percussão "estrondosa", melodias de sintetizador "dispersas", gritos, bem como uma gravação estridente de um ortodontista que raspa os acessórios do aparelho dentário de Eilish também está incluído.[19][20][21] Charlie Harding, do Vox, apontou "uma forma de música quebrada com estranhos versos alternativos e uma ponte colocada de forma não tradicional após um verso, em vez de seguir imediatamente ao penúltimo coro. O efeito é desestabilizador, e ainda acessível ao ouvinte comum ".[22] A melodia apresentada durante o refrão foi comparada com "People Are Strange" do The Doors (1967),[23] e descrita sonoramente como "inócua quanto uma rima infantil", contrastando o resto da música.[24]

As letras "sombrias" e "violentas" da faixa[25] são escritas da perspectiva de "o monstro debaixo da sua cama. Qualquer coisa pode ser o monstro - pode ser alguém que você ama tanto que está tomando conta da sua vida. Eu acho que o amor e terror e ódio são a mesma coisa".[26] Laura Dzubay, da Consequence of Sound, interpretou: "[Eilish] assume a posição de um monstro lá para assombrar alguém (um amante ou ela mesma [...])".[24] Samantha Cathie, do The Michigan Daily, pensou que o fato de a cantora estar "se odiando" refletia nas frases: "Como eu quero me afogar, como quero acabar comigo" e "Honestamente, pensei que seria já está morto".[27] Eilish faz várias perguntas durante o refrão da música: "O que você quer de mim? Por que você não foge de mim? Por que você não tem medo de mim? Por que você se importa comigo? Quando todos dormimos, onde é que vamos?".[22][24][28] Outras letras incluem: "Pise no vidro, grampeie a língua / enterre um amigo, tente acordar / aula de canibal, matando o filho / enterre um amigo, eu quero acabar comigo"[13] Os vocais "suaves" da cantora[29] em "Bury a Friend" variam entre as notas de F#3 and B♭4.[16] Eles são tratados com camadas de efeitos vocais, e um "truque brincalhão [é usado] em cada gancho".[10] Eilish descreveu a faixa como um "dueto de música quase sussurrada entre [ela] e uma versão distorcida de si mesma".[25]

Recepção[editar | editar código-fonte]

A produção da música foi comparada à do álbum de Kanye West (foto) Yeezus.[25][30]

Após seu lançamento, "Bury a Friend" recebeu críticas positivas de críticos de música . Várias publicações viram a música como seu melhor single, além de um destaque em When We All Fall Asleep, Where Do We Go?.[10][23][31][32][33] Foi comparada a "Royals" de Lorde (2013),[23] bem como com Yeezus (2013) do Kanye West.[25][30] Thomas Smith, da NME, viu "Bury a Friend" como "um dedo médio considerável para quem esperava uma balada cintilante adequada ao seu único EP de 2017, Don't Smile at Me", bem como uma" declaração "para" vocalizar as incertezas e inquisições de uma geração pronta para deixar sua marca".[10] Lisa Wright, do DIY, rotulou a música como "intoxicante e intrigante - ou seja, exatamente o que você quer de uma nova estrela ".[34] Chloe Gilke, do Uproxx, elogiou a faixa escrevendo "cheio de flores bizarras e gritantes e mergulha no pesadelo [...] e de alguma forma as letras da música são tão específicas e assustadoras".[31] Da mesma forma, um editor da The Music Network comentou a "natureza [sinistra] em nome e letra, [...] inquietante [...], mas há algo tranquilo e pensativo nisso".[31] Roisin O'Connor do The Independent, elogiou "Bury a Friend" como "excelente", assim como notou sua "qualidade imperiosa" e "antêmica". Ela comentou ainda sobre o uso bem-sucedido da "fórmula" de Eilish: "murmurando em tons baixos e frios em uma batida pulsante".[35] Em uma crítica morna, o Cantie do The Michigan Daily viu a música como "um pouco decepcionante". Ela escreveu: "[A] decepção é o seu aparente abraço de criar uma criação anormal porque é legal, em vez de criar algo com a beleza do som como prioridade. [...] A faixa é instável, cortando rapidamente diferentes melodias - essas melodias batem, mas são fugazes".[27] Joe Coscarelli observou uma "estrutura estranha" e "letras de pesadelo".[36]

"Bury a Friend" alcançou sucesso comercial. Ele estreou no número 74 na Billboard Hot 100 dos EUA antes de passar para o número 14 com 29,1 milhões de transmissões e 18.000 de downloads vendidos em sua primeira semana completa de rastreamento, tornando-se o pico mais alto do Eilish no gráfico no momento.[37][38] A música também se tornou o primeiro número um da cantorq nas paradas de rádio da Billboard, liderando a parada de músicas alternativas em maio de 2019. Isso fez de Eilish a 10ª mulher solo em um papel principal a alcançar o número um na parada da parada em três décadas de história.[39] No Reino Unido, "Bury a Friend" alcançou o número seis, tornando-se o primeiro top 10 de Eilish no país.[40] A música alcançou ainda o número um na Suécia,[41] e entre os dez primeiros em países como Nova Zelândia, Austrália e Canadá.[42][43][44] Foi premiada com várias certificações, principalmente a tripla platina pela Music Canada por vendas de 160.000 cópias.[45]

Vídeo musical[editar | editar código-fonte]

Um videoclipe que acompanhava "Bury a Friend" foi postado ao canal oficial de Eilish no YouTube em 30 de janeiro de 2019.[46] Foi dirigido por Michael Chaves no período de um dia.[14][28] O clipe contém elementos de terror e, portanto, foi considerado pelos revisores como "assustador" e "assustador"..[10][12] Eilish elaborou: "Eu tive essa idéia de está nua. Como uma coisa do tipo abdução, completamente sem controle, apenas um corpo desamparado e pessoas colocando seringas nos meus braços e no meu pescoço. Isso é um dos maiores medos das pessoas - agulhas - e é isso que venho fazendo recentemente: aperfeiçoar os medos das pessoas".[26] O vídeo começa com bandidos acordando de um pesadelo enquanto Eilish "aparentemente possuída" está deitado debaixo da cama. A cantora posteriormente percorre um complexo de apartamentos degradado antes de ser puxada e cutucada por mãos cobertas com luvas de látex pretas. Eilish é então injetada com seringas antes que ela "misteriosamente" desapareça embaixo da cama de Crooks.[12] As cenas também mostra a cantora levitando com pés de "boneca quebrada".[20][47] Os críticos compararam o visual a vários trabalhos lançados por outros artistas, incluindo Alice Glass,[34] Chris Cunningham e Floria Sigismondi.[25] Outros compararam com os filmes Suspiria (2018) e Get Out (2017),[31][48] a série de televisão The Haunting of Hill House,[48] e o romance de 1977 de Stephen King, The Shining.[20]

Apresentações ao vivo e outros usos[editar | editar código-fonte]

Eilish performando "Bury a Friend" durante o festival Pukkelpop em agosto de 2019.

Para fins promocionais, Eilish performou "Bury a Friend" várias vezes. Ela apareceu na BBC Radio 1 em fevereiro de 2019,[49] e no Jimmy Kimmel Live! em março. Para a última apresentação, a cantora cantou em um palco escuro e cheio de fumaça e "convocou um pano grande que balançava atrás dela, lançando uma sombra de monstro enquanto ela se inclinava para trás". Ela usava um suéter preto folgado e shorts ao lado de uma estampa de rosto carrancuda verde neon".[13] Em abril, maio e junho, Eilish apresentou a faixa no Festival de Música e Artes Coachella Valley,[50] Big Weekend da BBC Radio 1[51] e no Glastonbury Festival, respectivamente.[52] Ela ainda cantou durante Pukkelpop em agosto,[53] e incluiu "Bury a Friend" no set de sua turnê When We All Fall Asleep Tour (2019).[54]

A música foi destaque na série de televisão The Society. Kaitlin Reilly notou semelhança entre a letra e o enredo da série.[55] Zeds Dead remixou "Bury a Friend" foi aclamado por Kat Bein da Billboard, que incluiu em sua lista de 12 Melhores Remixes de Billie Eilish. O remix mostra a música original "percorrendo [...] alguns filtros sônicos. O ambiente temperamental dá lugar a sintetizadores de peso baixo e a dubstep. A bateria começa em um estilo de garagem britânico mais lento depois da metade".[56]

Lista de faixas[editar | editar código-fonte]

Download digital e streaming
Título Duração
1. "Bury a Friend"   3:13

Créditos[editar | editar código-fonte]

Lista-se abaixo os profissionais envolvidos na elaboração de "Bury a Friend", adaptado do serviço Tidal:[3]

  • Billie Eilish: composição, vocalista principal
  • Finneas O'Connell: composição, produção
  • Rob Kinelski: masterização, mixagem
  • John Greenham: engenharia de masterização

Desempenho comercial[editar | editar código-fonte]


Referências

  1. ‎bury a friend by Billie Eilish (em inglês), consultado em 1 de fevereiro de 2019 
  2. «Billie Eilish Unveils Haunting Video for New Single 'bury a friend': Watch». Billboard. Consultado em 1 de fevereiro de 2019 
  3. a b c «Try the TIDAL Web Player». listen.tidal.com (em inglês). Consultado em 1 de fevereiro de 2019 
  4. «Billie Eilish announces debut album with hauting image». Alternative Press. Consultado em 27 de novembro de 2019 
  5. «Billie Eilish announces debut album title, says 'new song out tomorrow'». The Fader. Consultado em 27 de novembro de 2019 
  6. «Billie Eilish Debuted A Dark New Song, 'Bury A Friend,' And Shared Details About Her Upcoming Album». Uproxx. Consultado em 27 de novembro de 2019 
  7. «Billie Eilish on the phone and Hozier brings the party». BBC. Consultado em 27 de novembro de 2019 
  8. «Future Releases on Alternative Radio Stations, Independent Artist Song Releases». All Access. Consultado em 27 de novembro de 2019 
  9. a b «A Snippet into Billie's Mind - bury a friend». YouTube. Consultado em 27 de novembro de 2019 
  10. a b c d e f Smith, Thomas. «Billie Eilish's horror-lovin' 'Bury A Friend' is a haunting new track from our recent cover star». NME. Consultado em 27 de novembro de 2019 
  11. «Billie Eilish, Anderson .Paak, Jimmie Allen & More Review Their Favorite Albums of 2018». Billboard. Consultado em 27 de novembro de 2019 
  12. a b c Espinoza, Joshua. «Billie Eilish Announces Debut Album, Drops Horror-Inspired Video for "bury a friend"». Complex. Consultado em 27 de novembro de 2019 
  13. a b c Acevedo, Angelica. «Billie Eilish Gives Ominous Performance Of 'Bury a Friend' On 'Jimmy Kimmel': Watch». Billboard. Consultado em 27 de novembro de 2019 
  14. a b Exposito, Suzy. «Billie Eilish Gets Creepy in NewBury a Friend' Video, Details Debut LP». Rolling Stone. Consultado em 27 de novembro de 2019 
  15. Exposito, Suzy. «Review: Billie Eilish's 'When We All Fall Asleep, Where Do We Go?' Is Noir Pop With Bite». Rolling Stone. Consultado em 27 de novembro de 2019 
  16. a b «Billie Eilish "Bury a Friend" Sheet Music». Musicnotes.com. Consultado em 27 de novembro de 2019 
  17. Dean, Lucas. «Billie Eilish Releases New Single And Music Video». Hotpress.com. Consultado em 27 de novembro de 2019 
  18. Tucker, Ken. «Wily And Clever, Billie Eilish's Debut Album Sounds Like No One Else». NPR. Consultado em 27 de novembro de 2019 
  19. Hussein, Wandera. «Billie Eilish shares new song and video "bury a friend"». The Fader. Consultado em 27 de novembro de 2019 
  20. a b c Love, Michael. «Billie Eilish Is Here to Haunt You With a New Video». Paper. Consultado em 27 de novembro de 2019 
  21. Cubit, Brea. «Billie Eilish and Her Brother Finneas Explain the Captivating Creative Process Behind Her Music». PopSugar. Consultado em 27 de novembro de 2019 
  22. a b Harding, Charlie. «Billie Eilish, the neo-goth, chart-topping 17-year-old pop star, explained». Vox. Consultado em 27 de novembro de 2019 
  23. a b c Smith, Thomas. «Get on board with Billie Eilish – her 10 best songs so far». NME. Consultado em 27 de novembro de 2019 
  24. a b c Dzubay, Laura. «Song of the Week: Billie Eilish Asks the Big Questions on "Bury a Friend"». Consequence of Sound. Consultado em 27 de novembro de 2019 
  25. a b c d e Unterberger, Andrew. «Billie Eilish Is Inches Away From Redefining Pop Stardom in 2019». Billboard. Consultado em 27 de novembro de 2019 
  26. a b Weiner, Jonah. «Billie Eilish's Teenage Truths». Rolling Stone. Consultado em 27 de novembro de 2019 
  27. a b Cantie, Samantha. «Eilish goes haunted and hackneyed on 'bury a friend'». The Michigan Daily. Consultado em 27 de novembro de 2019 
  28. a b Nied, Mike. «Billie Eilish's Hot Streak Continues With Haunting Single, "Bury A Friend"». Idolator. Consultado em 27 de novembro de 2019 
  29. «SOTD: Billie Eilish's 'bury a friend' is a devilish masterpiece». The Music Network. Consultado em 27 de novembro de 2019 
  30. a b Carley, Brennan. «The 4.5 Songs You Need to Hear This Week». GQ. Consultado em 27 de novembro de 2019 
  31. a b c d Gilke, Chloe. «All The Best New Pop Music From This Week». Uproxx 
  32. Yeung, Neil Z. «When We All Fall Asleep, Where Do We Go? – Billie Eilish». AllMusic. Consultado em 27 de novembro de 2019 
  33. Snapes, Laura. «Billie Eilish: When We All Fall Asleep, Where Do We Go? review – thrilling Gen Z terror-pop». The Guardian. Consultado em 27 de novembro de 2019 
  34. a b Wright, Lisa. «Tracks: Black Midi, The Chemical Brothers, Billie Eilish & more». DIY. Consultado em 27 de novembro de 2019 
  35. O'Connor, Roisin. «When We All Fall Asleep, Where Do We Go? Review». The Independent. Consultado em 27 de novembro de 2019 
  36. Coscarelli, Joe. «A Staple Gun. A Dental Drill. See How Billie Eilish Made a Haunted Pop Hit». The New York Times. Consultado em 27 de novembro de 2019 
  37. «Ariana Grande's '7 Rings' Spends Third Week Atop Billboard Hot 100, Marshmello Makes Fortnite-Fueled Flight to No. 2». Billboard. Consultado em 27 de novembro de 2019 
  38. «Billie Eilish scores first No. 1 on Alternative Digital Song Sales chart». Alternative Press. Consultado em 27 de novembro de 2019 
  39. «Billie Eilish Scores First Airplay Chart No. 1 as 'Bury a Friend' Tops Alternative Songs». Billboard. Consultado em 27 de novembro de 2019 
  40. a b Copsey, Rob. «The Official Top 40 biggest songs of 20199» (em inglês). Official Charts Company. Consultado em 19 de abril de 2020 
  41. a b «Billie Eilish – Bury a Friend (Sverigetopplistan)» (em inglês). Sverigetopplistan. Consultado em 19 de abril de 2020 
  42. a b «Billie Eilish – Bury a Friend (Recording Industry Association of New Zealand)» (em inglês). Recording Industry Association of New Zealand. Consultado em 19 de abril de 2020 
  43. a b «Billie Eilish – Bury a Friend (ARIA Charts)» (em inglês). ARIA Charts. Consultado em 19 de abril de 2020 
  44. a b «Billie Eilish – Bury a Friend (Canadian Hot 100)» (em inglês). Canadian Hot 100. Consultado em 19 de abril de 2020 
  45. a b «Certificações (Canadá) (single) – Billie Eilish – Bury a Friend» (em inglês). Music Canada. Consultado em 19 de abril de 2020 
  46. «Billie Eilish - bury a friend». YouTube. Consultado em 27 de novembro de 2019 
  47. Rowley, Glenn. «Billie Eilish Unveils Haunting Video for New Single 'bury a friend': Watch». Billboard. Consultado em 27 de novembro de 2019 
  48. a b «Billie Eilish's new music video is a horror show». The New Zealand Herald. Consultado em 27 de novembro de 2019 
  49. «Billie Eilish - bury a friend on Radio 1». YouTube. Consultado em 27 de novembro de 2019 
  50. «Billie Eilish Concert Setlist at Coachella Festival 2019». Setlist.fm. Consultado em 27 de novembro de 2019 
  51. «Billie Eilish - bury a friend (Radio 1's Big Weekend 2019)». YouTube. Consultado em 27 de novembro de 2019 
  52. Saval, Marina. «Billie Eilish Mesmerizes Glastonbury Crowd With Life-Affirming Performance». Variety. Consultado em 27 de novembro de 2019 
  53. «Hysterie tijdens Billie Eilish, maar perfect is het nog lang niet». Het Laatste Nieuws. Consultado em 27 de novembro de 2019 
  54. «Billie Eilish Concert Setlist at Spark Arena, Auckland». Setlist.fm. Consultado em 27 de novembro de 2019 
  55. Reilly, Kaitlin. «Did This Billie Eilish Song Tease A Big Spoiler For The Society?». Refinery29. Consultado em 27 de novembro de 2019 
  56. Bein, Kat. «The 12 Best Billie Eilish Remixes». Billboard. Consultado em 27 de novembro de 2019 
  57. «Billie Eilish – Bury a Friend (Argentina Hot 100)» (em espanhol). Billboard. Consultado em 19 de abril de 2020 
  58. «Billie Eilish – Bury a Friend (GfK Entertainment Charts)» (em alemão). GfK Entertainment Charts. Consultado em 19 de abril de 2020 
  59. «Billie Eilish – Bury a Friend (Ö3 Austria Top 40)» (em alemão). Ö3 Austria Top 40. Consultado em 19 de abril de 2020 
  60. «Billie Eilish – Bury a Friend (Ultratop 50)» (em neerlandês). Ultratop 50. Consultado em 19 de abril de 2020 
  61. «Billie Eilish – Bury a Friend (Ultratop 40)» (em francês). Ultratop 40. Consultado em 19 de abril de 2020 
  62. «Billie Eilish – Bury a Friend (Gaon Music Chart)» (em coreano). Gaon Music Chart. Consultado em 19 de abril de 2020 
  63. «Billie Eilish – Bury a Friend (Tracklisten)» (em inglês). Tracklisten. Consultado em 19 de abril de 2020 
  64. «Billie Eilish – Bury a Friend (The Official Charts Company)» (em inglês). The Official Charts Company. Consultado em 19 de abril de 2020 
  65. «Billie Eilish – Bury a Friend (Digitál Top 100)» (em eslovaco). IFPI Slovenská Republika. Consultado em 19 de abril de 2020 
  66. «Billie Eilish – Bury a Friend (Productores de Música de España)» (em espanhol). Productores de Música de España. Consultado em 19 de abril de 2020 
  67. «Billie Eilish – Bury a Friend (Billboard 100)». Billboard (em inglês). Consultado em 19 de abril de 2020 
  68. «Billie Eilish – Bury a Friend (Rock Airplay)». Billboard (em inglês). Consultado em 19 de abril de 2020 
  69. «Billie Eilish – Bury a Friend (Rolling Stone 100)». Rolling Stone (em inglês). Consultado em 19 de abril de 2020 
  70. «Billie Eilish – Bury a Friend (IFPI Finlândia)» (em finlandês). IFPI Finlândia. Consultado em 19 de abril de 2020 
  71. «Billie Eilish – Bury a Friend (Syndicat National de l'Édition Phonographique)» (em francês). Syndicat National de l'Édition Phonographique. Consultado em 19 de abril de 2020 
  72. «Billie Eilish – Bury a Friend (Single Top 40)». Magyar Hanglemezkiadók Szövetsége (em húngaro). Consultado em 19 de abril de 2020 
  73. «Billie Eilish – Bury a Friend (Stream Top 40)». Magyar Hanglemezkiadók Szövetsége (em húngaro). Consultado em 19 de abril de 2020 
  74. «Billie Eilish – Bury a Friend (Irish Recorded Music Association)» (em inglês). Irish Recorded Music Association. Consultado em 19 de abril de 2020 
  75. «Billie Eilish – Bury a Friend (Íslenski Listinn Topp 40)» (em islandês). Íslenski Listinn Topp 40. Consultado em 19 de abril de 2020 
  76. «Billie Eilish – Bury a Friend (Federazione Industria Musicale Italiana)» (em inglês). Federazione Industria Musicale Italiana. Consultado em 19 de abril de 2020 
  77. «Billie Eilish – Bury a Friend (Japan Hot 100)» (em japonês). Billboard. Consultado em 19 de abril de 2020 
  78. «Billie Eilish – Bury a Friend (Latvijas Radio)» (em letão). Latvijas Radio. Consultado em 19 de abril de 2020 
  79. «Billie Eilish – Bury a Friend (AGATA)» (em lituano). AGATA. Consultado em 19 de abril de 2020 
  80. «Billie Eilish – Bury a Friend (Recording Industry Association of Malaysia)» (PDF) (em inglês). Recording Industry Association of Malaysia. Consultado em 19 de abril de 2020 
  81. «Billie Eilish – Bury a Friend (VG-lista)» (em inglês). VG-lista. Consultado em 19 de abril de 2020 
  82. «Billie Eilish – Bury a Friend (Dutch Top 40)». Dutch Top 40 (em neerlandês). Consultado em 19 de abril de 2020 
  83. «Billie Eilish – Bury a Friend (Single Top 100)» (em neerlandês). MegaCharts. Consultado em 19 de abril de 2020 
  84. «Billie Eilish – Bury a Friend (Associação Fonográfica Portuguesa)» (em inglês). Associação Fonográfica Portuguesa. Consultado em 19 de abril de 2020 
  85. «Billie Eilish – Bury a Friend (UK Singles Chart)» (em inglês). UK Singles Chart. The Official Charts Company. Consultado em 19 de abril de 2020 
  86. «Billie Eilish – Bury a Friend (IFPI Česká Republika)» (em checo). IFPI Česká Republika. Consultado em 19 de abril de 2020 
  87. «Billie Eilish – Bury a Friend (Recording Industry Association Singapore)» (PDF) (em malaio). Recording Industry Association Singapore. Consultado em 19 de abril de 2020 
  88. «Billie Eilish – Bury a Friend (Schweizer Hitparade)» (em inglês). Schweizer Hitparade. Consultado em 19 de abril de 2020 
  89. «ARIA End of Year Singles Chart 2019» (em inglês). Australian Recording Industry Association. Consultado em 19 de abril de 2020 
  90. «Jahreshitparade Singles 2019» (em inglês). austriancharts.at. Consultado em 19 de abril de 2020 
  91. «Jaaroverzichten 2019» (em neerlandês). Ultratop. Consultado em 19 de abril de 2020 
  92. «Canadian Hot 100 – Year-End 2019». Billboard. Consultado em 4 de dezembro de 2019 
  93. «Hot 100 Songs – Year-End 2019». Billboard. Consultado em 4 de dezembro de 2019 
  94. «Rock Airplay Songs – Year-End 2019». Billboard. Consultado em 4 de dezembro de 2019 
  95. White, Jack. «Ireland's Official Top 50 biggest songs of 2019» (em inglês). Official Charts Company. Consultado em 19 de abril de 2020 
  96. «Digitālās Mūzikas Tops 2019» (em letão). Latvijas Radio. Consultado em 19 de abril de 2020 
  97. «Top Selling Singles of 20199» (em inglês). Recorded Music NZ. Consultado em 19 de abril de 2020 
  98. «Jaaroverzichten – Single 20199» (em neerlandês). dutchcharts.nl. Consultado em 19 de abril de 2020 
  99. «Årslista Singlar, 20199» (em sueco). Sverigetopplistan. Consultado em 19 de abril de 2020 
  100. «Schweizer Jahreshitparade 2019 – hitparade.ch9» (em inglês). Hung Medien. Consultado em 19 de abril de 2020 
  101. «ARIA Australian Top 50 Singles» (em inglês). Australian Recording Industry Association. Consultado em 4 de dezembro de 2019 
  102. «Certificações (Áustria) (single) – Billie Eilish – Bury a Friend» (em alemão). IFPI Áustria. Consultado em 19 de abril de 2020 
  103. «Ultratop − Goud en Platina – singles 2019» (em inglês). Ultratop. Consultado em 19 de abril de 2020 
  104. «Certificações (Espanha) (single) – Billie Eilish – Bury a Friend» (em espanhol). Productores de Música de España. Consultado em 19 de abril de 2020 
  105. «Certificações (Estados Unidos) (single) – Billie Eilish – Bury a Friend» (em inglês). Se necessário, clique em Advanced, depois clique em Format, depois selecione Album, depois clique em SEARCH. Recording Industry Association of America. Consultado em 19 de abril de 2020 
  106. «Certificações (Noruega) (single) – Billie Eilish – Bury a Friend» (em norueguês). IFPI Noruega 
  107. «Certificações (Nova Zelândia) (single) – Billie Eilish – Bury a Friend» (em inglês). Recorded Music NZ. Consultado em 19 de abril de 2020 
  108. «Certificações (Polônia) (single) – Billie Eilish – Bury a Friend» (em polaco). Związek Producentów Audio Video. Consultado em 19 de abril de 2020 
  109. «Certificações (Reino Unido) (single) – Billie Eilish – Bury a Friend» (em inglês). British Phonographic Industry. Consultado em 19 de abril de 2020