Bussunda: a Vida do Casseta

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde novembro de 2014). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Bussunda: a vida do casseta
Autor(es) Guilherme Fiuza
Idioma (português brasileiro)
País  Brasil
Assunto Homenagem ao Bussunda
Gênero Biografia
Editora Objetiva
Lançamento 17 de Junho de 2010
Páginas 407
ISBN 978-85-390-0054-8

Bussunda - A vida do Casseta é um livro brasileiro lançado em 2010 pela Editora Objetiva. O livro foi escrito pelo jornalista Guilherme Fiuza. É um livro biográfico e conta a história do ator e humorista Bussunda e um pouco da história dos "cassetas".[1]

Enredo[editar | editar código-fonte]

Quando a carreira dos futuros integrantes do Casseta & Planeta começou a engrenar, Cláudio Manoel perguntou para Bussunda que sonho de consumo ele ia realizar primeiro se ficasse rico. "Eu quero ter 40 mil pares de sandálias Havaianas", afirmou o humorista, sem hesitar.

A resposta diz muito sobre a personalidade de Cláudio Besserman Vianna, nome real de Bussunda, e explica porque ele se tornou uma das figuras mais amadas do Brasil, conquistando pessoas de todas as idades e classes sociais. Eleito o pior aluno da universidade, o que considerava motivo de orgulho, durante um período o comediante chegou a quase não ter dinheiro para comer e andar de ônibus. Quando o sucesso veio, porém, ele continuou o mesmo sujeito simples e debochado de sempre.

Além de traçar um perfil revelador de Bussunda, Guilherme Fiuza reconstitui aqui o nascimento do Casseta & Planeta, relatando a trajetória de seus outros integrantes. Egressos dos jornais humorísticos Casseta Popular e O Planeta Diário, eles se aproximaram quando foram chamados para escrever um programa que virou a televisão brasileira de cabeça para baixo: a TV Pirata.

O que emerge do livro é um retrato definitivo de um personagem único, que arrebatou o país com seu jeito anárquico e, ao mesmo tempo, extremamente doce.

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre um livro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.