Bye Bye Birdie

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Bye Bye Birdie
Como É Bom Amar (PT)
Adeus, Amor (BR)
Dick Van Dyke e Janet Leigh no trailer do filme.
 Estados Unidos
1963 •  Technicolor •  117 min 
Direção George Sidney
Produção Fred Kohlmar
George Sidney
Roteiro Irving Brecher
Michael Stewart
(libreto)
Elenco Janet Leigh
Dick Van Dyke
Ann-Margret
Gênero Comédia musical
Direção de fotografia Joseph F. Biroc
Efeitos especiais Geza Gaspar
Edição Charles Nelson
Companhia(s) produtora(s) Kohlmar-Sidney Productions
Distribuição Columbia Pictures
Lançamento Estados Unidos 4 de abril de 1963
Brasil 27 de maio de 1963
Idioma Inglês
Russo
Cantonês

Bye Bye Birdie (Adeus, Amor BRA ou Como É Bom Amar POR) é um filme norte-americano de 1963, do gênero comédia, dirigido por George Sidney e estrelado por Janet Leigh e Dick Van Dyke.

Notas sobre a produção[editar | editar código-fonte]

Trudi Ames em cena do trailer do filme.
Ann-Margret, Mary LaRoche e Paul Lynde em cena do trailer do filme.

O furor causado pelo alistamento de Elvis Presley no Exército em 1958 forneceu a ideia para um musical composto por Charles Strouse e Lee Adams, com libreto de Michael Stewart.[1] O espetáculo foi um enorme sucesso na Broadway, com 607 apresentações entre 1960 e 1961.[2] Ao mostrar o terremoto causado pela passagem de uma celebridade por uma cidadezinha do interior, os autores captaram com propriedade nacos da cultura popular, rock and roll e do american way of life.[3]

A adaptação para o cinema introduziu algumas novidades, como dois subenredos, um sobre uma droga que acelera o metabolismo e outro sobre a passagem de uma companhia de balé moscovita pelo Ed Sullivan Show. Outras diferenças incluem a maior importância dada aos personagens secundários de Ann-Margret e Bobby Rydell e a virtual eliminação do assunto -- vital -- sobre a etnia hispânica da protagonista Rosie DeLeon. Essas mudanças teriam empobrecido o filme, transformando-o em pouco mais que mero entretenimento.[4]

Alguns atores repetiram os papéis que desempenharam no palco, entre eles Dick Van Dyke e Paul Lynde. Este último e Maureen Stapleton receberam os maiores encômios da crítica.[4][5]

Bye Bye Birdie teve duas indicações ao Oscar, para a mixagem do som e trilha sonora, e duas ao Globo de Ouro, para melhor comédia ou musical e melhor atriz de comédia (Ann-Margret).

Em 1995, Gene Saks dirigiu um telefilme mais fiel ao original, estrelado por Jason Alexander, de Seinfeld, e Vanessa Williams.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Conrad Birdie, astro do rock'n'roll, acaba de ser chamado para servir no exército. Más notícias para os milhões de fãs, com certeza, mas principalmente para o compositor Albert Peterson, que escreveu a canção título de seu próximo filme. Se Birdie se engajar, o filme não será produzido e Albert perderá os royalties, o que vai impedi-lo de dar as costas à mãe possessiva Mae e casar-se com sua secretária Rosie. Entretanto, parte de Rosie a solução para o problema: ela convence Albert a escrever uma última canção para Birdie, One More Kiss (Mais Um Beijo), que deverá ser cantada por ele no Ed Sullivan Show para uma fã a ser escolhida. A sortuda acaba por ser a jovem Kim McAfee e quando Birdie chega à sua pequena cidade, a população simplesmente enlouquece. Birdie, então precisa lidar com a fama, com o pai da moça, cheio de manias, e com sua própria mãe.[1][3]

Principais premiações[editar | editar código-fonte]

Patrocinador Prêmio Categoria Situação
Academia de Artes e Ciências Cinematográficas Oscar Melhor Mixagem de Som
Melhor Trilha Sonora (Adaptada)
Indicado
Indicado
Associação de Correspondentes Estrangeiros de Hollywood Golden Globe Melhor Filme - Comédia ou Musical
Melhor Atriz - Comédia ou Musical (Ann-Margret)
Indicado
Indicado

Elenco[editar | editar código-fonte]

Ator/Atriz Personagem
Janet Leigh Rosie DeLeon
Dick Van Dyke Albert F. Peterson
Ann-Margret Kim McAfee
Maureen Stapleton Mae Peterson
Bob Rydell Hugo Peabody
Jesse Pearson Conrad Birdie
Paul Lynde Harry McAfee
Mary LaRoche Doris McAfee
Michael Evans Claude Paisley
Robert Paige Bob Precht
Gregory Morton Maestro Borov
Bryan Russell Randolph McAfee
Milton Frome Senhor Maude
Ed Sullivan Ed Sullivan
Ben Astar Diretor do Balé
Trudi Ames Ursula
Frank Albertson Prefeito

Referências

  1. a b Hirschhorn, Clive (1989). The Columbia Story (em inglês). Londres: Pyramid Books. ISBN 1871307872 
  2. «Bye Bye Birdie». IBDB. Consultado em 31 de julho de 2017 
  3. a b Brenner, Paul. «Bye Bye Birdie» (em inglês). AllMovie. Consultado em 31 de julho de 2017 
  4. a b Butler, Craig. «Bye Bye Birdie» (em inglês). AllMovie. Consultado em 31 de julho de 2017 
  5. Maltin, Leonard (2010). Classic Movie Guide, segunda edição (em inglês). Nova Iorque: Plume. ISBN 9780452295773 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Bye Bye Birdie