Cássio Ramos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Cássio
Cássio
Cássio em treino pela Seleção na Copa do Mundo FIFA de 2018
Informações pessoais
Nome completo Cássio Roberto Ramos
Data de nasc. 6 de junho de 1987 (34 anos)
Local de nasc. Veranópolis (RS), Brasil
Nacionalidade brasileiro
Altura 1,96 m
canhoto
Apelido Gigante
Informações profissionais
Clube atual Corinthians
Número 12
Posição goleiro
Clubes de juventude
2004–2005 Grêmio
Clubes profissionais
Anos Clubes
2005–2007
2008–2011
2009
2012–
Grêmio
PSV Eindhoven
Sparta Rotterdam (emp.)
Corinthians
Seleção nacional
2006–2007
2007–
Brasil Sub-20
Brasil

Cássio Roberto Ramos, mais conhecido apenas como Cássio (Veranópolis, 6 de junho de 1987), é um futebolista brasileiro que atua como goleiro. Atualmente joga no Corinthians.

Cássio começou sua carreira no Grêmio e, em pouco tempo jogando no clube, foi promovido à equipe principal. Passou pelos clubes europeus PSV, onde conquistou o título da Eredivisie 2007-08 e o título da Supercopa dos Países Baixos de 2008, e pelo clube Sparta Rotterdam, até chegar ao Corinthians no final de 2011.

Desde que chegou ao Corinthians, Cássio conquistou dois títulos do Campeonato Brasileiro, quatro do Campeonato Paulista, um título da CONMEBOL Libertadores, um título da Recopa Sul-Americana e um título da Copa do Mundo de Clubes da FIFA contra o Chelsea em 2012. Cássio conquistou a Bola de Ouro como Melhor Jogador da Copa do Mundo de Clubes da FIFA de 2012 e foi eleito o Jogador Mais Valioso da final. Após a conquista do Campeonato Paulista 2019, tornou-se o jogador com mais títulos da história do clube.[1]

É considerado por grande parte da torcida alvinegra o maior goleiro da história do Corinthians.[2][3][4] Apelidado de "Gigante", Cássio se destaca por sempre ser decisivo nos jogos e também por defender pênaltis.[5]

A nível internacional, Cássio representou a Seleção Brasileira, fazendo sua estreia em 2017, e fez parte das seleções que disputaram a Copa do Mundo FIFA de 2018 e que conquistaram a Copa América 2019.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Grêmio[editar | editar código-fonte]

Cássio começou a carreira como profissional no Grêmio, após ser descoberto na cidade de Veranópolis. Foi promovido aos profissionais do clube em 2005. A sua partida mais importante foi contra o Fluminense, no dia 26 de outubro de 2006: ele entrou no lugar de Galatto, que estava lesionado e deu uma assistência, da sua área, para o gol de Germán Herrera.[6][7]

PSV Eindhoven e Sparta Rotterdam[editar | editar código-fonte]

Cássio em treino do PSV

Em julho de 2007, na época com apenas 20 anos e seus 1,95 de altura, assinou um contrato de cinco anos com o PSV Eindhoven, da Holanda, por 1,5 milhões de euros (mais de R$ 4 milhões).[8]

Ele permaneceu por um ano na reserva da equipe e teve a primeira chance na Eredivisie, no jogo contra o Roda JC no dia 18 de janeiro de 2009.[6]

Na metade dessa temporada foi cedido por empréstimo para o Sparta Rotterdam, onde foi titular por quatorze jogos, antes de voltar ao PSV.[6] Não participou da temporada 2009–10 como titular, mas jogou três partidas na temporada seguinte, defendendo a meta do PSV durante os 90 minutos da partida contra o Metalist Kharkiv, pela Liga Europa da UEFA.[9] Em setembro de 2011, assinou a rescisão amigável do seu contrato com o PSV.[10]

Corinthians[editar | editar código-fonte]

No dia 9 de dezembro de 2011, após encerrar seu vínculo com o PSV Eindhoven, Cássio acertou contrato com o Corinthians até o final de 2015.[11][12]

2012

Fez a sua estreia com a camisa do Corinthians no dia 28 de março, em uma vitória por 1-0 contra o XV de Piracicaba, no Pacaembu, pelo Campeonato Paulista 2021.[13] Em 27 de abril, Cássio assumiu a vaga de titular no gol do Corinthians que até então era de Júlio César.[14] Estreou na Copa Libertadores no dia 2 de maio, em um empate por 0 a 0, contra o Emelec, pelas oitavas-de-final. Com grande atuação, Cássio foi eleito o nome do jogo.[15]

Cássio com a Bola de Ouro do Mundial de Clubes da FIFA de 2012

No dia 9 de maio, na partida contra o Emelec onde o Corinthians venceu por 3 a 0 e se classificou para as quartas de final, Cássio novamente teve uma boa atuação.[17] Estreou no Campeonato Brasileiro no dia 20 de maio, em uma partida contra o Fluminense. Cássio era o único titular na equipe reserva, e a equipe paulista perdeu de 1 a 0.[18]

Já no dia 23 de maio, durante a partida das quartas-de-finais da Libertadores contra o Vasco da Gama, Cássio fez uma defesa considerada "milagrosa" em chute do meia vascaíno Diego Souza, que ajudou a levar o Corinthians às semifinais da competição, onde o resultado foi 1 a 0, com gol de Paulinho aos 42 minutos do segundo tempo.[19] No dia 13 de junho teve outra grande atuação, com grandes defesas nas semifinais da Libertadores contra o Santos, a quem o Corinthians venceu por 1 a 0.[20]

Foi o primeiro goleiro corintiano a jogar uma final de Libertadores no dia 27 de junho, onde o time enfrentou o Boca Juniors na La Bombonera. O jogo terminou empatado em 1 a 1. Cássio foi importante na partida, apesar de tomar o segundo gol na competição novamente fez uma boa defesa.[21] E jogou novamente no segundo jogo da final em São Paulo, no dia 4 de julho, consagrando-se campeão da Copa Libertadores.[22] Foi escolhido como o goleiro da seleção da Libertadores 2012.[23]

No dia 16 de dezembro, fez uma excelente partida contra o Chelsea na final do Mundial de Clubes da FIFA. Com diversas defesas, ajudou o Corinthians a sagrar-se campeão, sendo considerado pela equipe inglesa o principal responsável pela vitória corintiana sobre os Blues. Foi escolhido o melhor jogador da final e da competição.[24][25][26]

2013[editar | editar código-fonte]

No início do ano, em uma votação para eleger o melhor goleiro de 2012, Cássio foi o 7º colocado.[27] Já no Campeonato Paulista, Cássio teve poucas partidas por conta de quatro lesões,[28] mas voltou a jogar normalmente na primeira partida das oitavas de final da Copa Libertadores da América, contra o Boca Juniors.[29] No dia 19 de maio, Cássio sagrou-se campeão do Campeonato Paulista.[30] No dia 13 de julho, foi campeão da Recopa Sul-Americana em cima do rival São Paulo.[31][32]

2014[editar | editar código-fonte]

No dia 19 de março, chegou a marca de 100 jogos com a camisa do clube paulista, em uma vitória por 2 a 0, contra o Bahia de Feira, pela Copa do Brasil.[33][34] Em 14 de julho, teve seu contrato renovado até o final de 2018.[35] Sob o comando de Mano Menezes, mesmo não tendo conquistado nenhum título, Cássio foi um dos principais jogadores do Corinthians no Campeonato Brasileiro,[36] ao lado de Paolo Guerrero.[37]

2015[editar | editar código-fonte]

Cássio começou o ano de 2015 se destacando positivamente e negativamente em clássicos. Em 8 de fevereiro, no clássico contra o Palmeiras, se destacou negativamente ao levar o segundo cartão amarelo e, consequentemente, foi expulso.[38][39] Porém, no dia 8 de março, se destacou positivamente contra o São Paulo, ao defender um pênalti cobrado por Rogério Ceni[40] e impedir o empate da equipe são-paulina.[41]

Outro destaque negativo foi a falha na partida contra o Guaraní, que colaborou para a derrota e eliminação do time da Copa Libertadores.[42][43] Em função de sua queda de rendimento (junto com outros colegas de elenco), teve sua titularidade contestada por parte da torcida,[44] porém, com o passar dos jogos, voltou a fazer grandes defesas, e se destacou no Campeonato Brasileiro como o goleiro menos vazado.[45] Em 15 de outubro, chegou a marca de 200 jogos com a camisa do Corinthians, em uma vitória por 3-0, contra o Goiás, pelo Campeonato Brasileiro.[46][47] Ao final daquele ano, foi campeão brasileiro[48] e ganhou o Prêmio Craque do Brasileirão 2015.[49]

2016[editar | editar código-fonte]

No início de 2016, Cássio estava prestes a ser anunciado como reforço do Beşiktaş, porém a negociação não deu certo e o goleiro permaneceu no clube paulista.[50] Em 10 de maio, renovou seu contrato até o final de 2019.[51] No dia 9 de julho, tornou-se o quarto goleiro que mais vestiu a camisa do Corinthians.[52] No dia 21 de setembro alcançou a marca de 250 jogos pelo Corinthians, em uma vitória por 1 a 0, contra o Fluminense, pela Copa do Brasil.[53][54] Aquele foi um ano conturbado para o goleiro, que revelou que quase foi para o Grêmio, após perder a posição para Walter, reclamar publicamente do preparador de goleiros Mauri Lima e se desentender com a comissão técnica de Tite. Cássio só não saiu por causa de Andrés Sanchez, que conversou com o atleta e devolveu sua confiança. O arqueiro admitiu que errou:[55]

A situação de reserva, porém, durou pouco. Oito jogos após assumir a titularidade, Walter se lesionou, e o camisa 12 voltou à meta, em uma derrota por 1 a 0, contra o Fluminense, pelo Campeonato Brasileiro. Nesta reestreia, chegou a pegar um pênalti cobrado por Cícero, que foi mais rápido no rebote e colocou para as redes, e, já sem Tite - que havia aceitado o convite para comandar a seleção brasileira -, recuperou a titularidade.[57]

2017[editar | editar código-fonte]

No dia 18 de janeiro, em seu primeiro jogo no ano, levou o clube a final do torneio da Florida Cup após a goleada de 4 a 1 sobre o Vasco da Gama na semifinal.[58] No dia 21 de janeiro jogou a final contra o arquirrival São Paulo. O Corinthians perdeu por 4 a 3 nas penalidades máximas, após o empate de 0 a 0 no tempo real, perdendo o título do torneio e levando a vice-liderança.[59] No dia 7 de maio, o Corinthians empatou em 1 a 1 com a Ponte Preta e conquistou o título do Campeonato Paulista, Cássio foi o capitão e se tornou o primeiro goleiro a levantar um troféu pelo Corinthians em sua nova arena.[60][61] Em 2 de agosto, chegou a marca de 300 jogos com a camisa do Corinthians, em uma vitória por 2 a 0, contra o Atlético Mineiro, pelo Campeonato Brasileiro.[62][63] Também ajudou o time a conquistar o Campeonato Brasileiro.[64]

2018[editar | editar código-fonte]

Cássio fez seu primeiro jogo do ano contra o PSV, seu ex-clube, em uma partida válida pela Florida Cup.[65] Em 8 de abril foi campeão do Campeonato Paulista, onde novamente foi destaque, defendendo dois pênaltis (cobrados por Dudu e Lucas Lima) na final contra o Palmeiras, em pleno Allianz Parque.[66]

Em 13 de maio, chegou a marca de 350 jogos com a camisa do Corinthians, em uma vitória por 1 a 0, contra o arquirrival Palmeiras, pelo Campeonato Brasileiro.[67][68]

Ainda no Campeonato Brasileiro, o Corinthians ficou na 13º colocação, dois pontos na frente da zona do rebaixamento. Muitos da imprensa afirmaram que o Corinthians só não foi rebaixado pelas atuações de Cássio, dando destaque para a partida contra o Botafogo, em que Cássio fez grandes defesas e evitou a derrota.[69][70] Por essa atuação, o goleiro foi repercussão no mundo todo, dando destaque a um torcedor do Liverpool, que fez uma publicação dizendo que seu time havia comprado o "brasileiro errado", fazendo uma alusão ao goleiro Alisson, que tinha sido anunciado dias antes.[71]

Também foi eleito o melhor goleiro da Copa do Brasil, torneio em que o Corinthians ficou com o vice-campeonato.[72]

2019[editar | editar código-fonte]

Em 21 de janeiro, teve seu contrato renovado até o final de 2022.[73] Em 20 de março, chegou a marca de 400 jogos com a camisa do Corinthians, em uma vitória por 1 a 0, contra o Ituano, pelo Campeonato Paulista.[74][75] Já no dia 21 de abril, foi campeão em cima do rival São Paulo, sendo tri campeão paulista[76] e consagrando o Corinthians com seu 30º titulo estadual.[77]

Mais tarde, naquele ano, no dia 08 de dezembro, fechou o ano com a marca de 450 jogos com a camisa do Corinthians, em uma derrota por 2 a 1, contra o Fluminense, na última rodada do Campeonato Brasileiro.[78][79]

2020[editar | editar código-fonte]

Teve grande atuação no dia 22 de julho, pelo Campeonato Paulista, na vitória por 1 a 0 contra o Palmeiras.[80] Porém, durante aquele ano, sofreu mais uma vez com quedas de rendimento e críticas da torcida.[57] Após a goleada por 5 a 1 sofrida pelo Flamengo, no dia 18 de outubro,[81] chegou a cogitar mais uma vez a sua saída do clube. No entanto, a diretoria alvinegra conversou com o camisa 12 para demonstrar apoio e garantiu que não existia a menor possibilidade de o ídolo corintiano sair.[82]

No final do ano, no dia 21 de dezembro, em uma partida contra o Goiás, deixou a Neo Química Arena de ambulância após uma trombada forte com o atacante Vinícius na região da cabeça. Foi levado consciente de ambulância para o hospital.[83] O goleiro não teve diagnosticado nenhum dano após exames detalhados de tomografia e ressonância magnética, porém precisou ficar em observação na UTI.[84] No dia 23 de dezembro, recebeu alta do hospital.[85] Ficou de fora do último jogo do ano contra o Botafogo, no dia 27 de dezembro.[86]

2021[editar | editar código-fonte]

Após a trombada na cabeça, retornou aos gramados no dia 13 de janeiro de 2021, em uma vitória por goleada de 5 a 0 contra o Fluminense, pelo Campeonato Brasileiro de 2020.[87][88] Em 28 de janeiro, chegou a marca de 500 jogos com a camisa do Corinthians, em uma derrota por 2 a 1 contra o Bahia, pelo Campeonato Brasileiro 2020.[89] No dia 23 de março de 2021, defendeu um pênalti contra o Mirassol, em uma vitória por 1 a 0 pelo Campeonato Paulista de 2021, e chegou a marca de 20 cobranças de pênaltis defendidas pelo Corinthians.[90]

No final de abril, em uma votação popular, Cássio foi o goleiro mais votado para o time da temporada do futebol brasileiro em 2020, sendo considerado "logicamente" pela maioria das pessoas que votaram como o Melhor Goleiro da Temporada 2020 do Futebol Brasileiro, desbancando fortes concorrentes como o goleiro Weverton, do Palmeiras. Essa votação popular foi feita pelo site ge (antigo GloboEsporte) junto com o jogo PES 2021.[91] Em maio, na partida diante do Sport Huancayo, Cássio se tornou o primeiro jogador do Corinthians a jogar pelo clube em todos os países da Conmebol.[92] Em 26 de maio, alcançou a marca de 200 jogos na Neo Química Arena, em uma vitória por 4 a 0 contra o River Plate-PAR, pela Copa Sul-Americana.[93]

Em 25 de setembro, alcançou a marca de 100 clássicos disputados com a camisa do Corinthians.[94] Em 02 de outubro, alcançou a marca de 550 jogos com a camisa do Corinthians, em um empate por 2-2 contra o Red Bull Bragantino, pelo Campeonato Brasileiro 2021 e igualou a marca do atacante Cláudio, o maior artilheiro do clube.[95] Em 05 de outubro, ultrapassou Cláudio e alcançou a marca de Vaguinho com 551 jogos.[96] Já em 09 de outubro, ultrapassou Vaguinho ao alcançar a marca de 552 jogos e se tornou o 6º jogador que mais vezes vestiu a camisa do Corinthians.[97] Em 13 de outubro, após a vitória por 1-0 contra o Fluminense, pelo Campeonato Brasileiro 2021, se tornou o goleiro com mais partidas sem levar gol, chegando a marca de 236 jogos.[98]

Seleção Nacional[editar | editar código-fonte]

Sub-20[editar | editar código-fonte]

O final de 2006, entretanto, reservava a Cássio um futuro melhor. Com a lesão de Marcelo Grohe, Cássio foi chamado para servir a Seleção Brasileira Sub-20 no Sul-Americano Sub-20, a ser realizado em 2007. Inicialmente, Cássio seria o terceiro goleiro do grupo. Contudo, o caso de doping de Felipe e uma doença contraída por Muriel fizeram com que Cássio assumisse a titularidade da Seleção.[99][100]

Na fase final do Sul-Americano Sub-20 de 2007, o Brasil enfrentou o Uruguai, e estava vencendo por 3 a 0, mas no 2º tempo, a seleção Uruguaia teve um pênalti ao seu favor, cobrado por Edinson Cavani, mas Cássio defendeu e garantiu a larga vantagem brasileira, depois o próprio Cavani marcou para os Uruguaios, e o jogo terminou 3 a 1.[101]

Mesmo após a recuperação de Muriel, Cássio seguiu como titular e a Seleção sagrou-se campeã do torneio.[102]

Pela Seleção Sub-20 também atuou na Copa do Mundo Sub-20 2007.[103]

Principal[editar | editar código-fonte]

Em 21 de março de 2007, recebeu a sua primeira convocação para a Seleção principal, até então comandada pelo técnico Dunga. O goleiro, que atuava pelo Grêmio, foi convocado para a disputa dos amistosos contra Chile e Gana, após o corte do goleiro Helton.[104]

Em 23 de agosto de 2012 foi convocado por Mano Menezes para defender a Seleção Brasileira nos amistosos contra África do Sul e China, nos dias 7 (em São Paulo) e 10 (em Recife) de setembro.[105]

Cássio recebendo a medalha da Copa América de 2019

No dia 22 de outubro de 2015, após ótima temporada, foi convocado novamente pelo técnico Dunga para os jogos das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018 contra a Argentina e Peru nos dias 12 de novembro (em Buenos Aires) e 17 de novembro (em Salvador).[106]

No dia 10 de agosto de 2017, fazendo a melhor temporada de sua carreira, foi convocado pelo técnico Tite para os jogos das Eliminatórias da Copa do Mundo contra a Equador e Colômbia nos dias 31 de agosto (em Porto Alegre) e 5 de setembro (em Barranquilla).[107]

Em 15 de setembro de 2017, foi chamado por Tite para os dois últimos jogos das Eliminatórias da Copa do Mundo contra a Bolívia e Chile nos dias 5 de outubro (em La Paz) e 10 de outubro (em São Paulo).[108]

No dia 10 de novembro de 2017, Cássio fez sua estreia pela seleção, em um duelo contra o Japão.[109]

Foi convocado para a Copa do Mundo FIFA de 2018[110] e para a Copa América de 2019,[111] sendo campeão do torneio sul-americano.[112]

Jogos pela Seleção Brasileira[editar | editar código-fonte]

Expanda a caixa de informações para conferir todos os jogos deste jogador, pela Seleção Brasileira.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Grêmio
PSV Eindhoven
Corinthians
Seleção Brasileira

Honrarias[editar | editar código-fonte]

  • Jogador com mais títulos na história do Corinthians[113]
  • Jogador com mais jogos pelo Brasileirão na história do Corinthians[114]
  • Jogador com mais jogos pela Copa do Brasil na história do Corinthians[115]
  • Melhor goleiro da América do Sul - 2012[116]
  • 7° Melhor Goleiro do Mundo - 2012 [117]
  • Melhor goleiro do Futebol Brasileiro da Temporada 2020 (Pesquisa popular feita pelo site "ge")[118]
  • Único jogador do Corinthians com jogos em todos os países da Conmebol
  • Jogador com mais jogos na Neo Química Arena
  • Jogador com mais jogos internacionais pelo Corinthians
  • Prêmio Goal Brasil: Melhor Goleiro do Brasileirão 2015 [119]

Prêmios individuais[editar | editar código-fonte]

Ano Premiação Prêmio Time Resultado Ref.
2012 Seleção da Libertadores Melhor goleiro Corinthians Venceu [120]
Bola de Ouro do Mundial de Clubes da FIFA Melhor jogador Venceu [121]
Melhores do Mundial de Clubes da FIFA Melhor jogador da final Venceu
Melhor goleiro do mundo pela IFFHS Melhor goleiro 7º lugar [122]
2015 Prêmio Craque do Brasileirão Melhor goleiro Venceu [123]
Troféu Mesa Redonda Melhor goleiro Venceu [124]
2017 Bola de Prata Melhor goleiro Venceu [125]
Troféu Mesa Redonda Melhor goleiro Venceu
2018 Luva de Ouro da Copa do Brasil Melhor goleiro Venceu [126]
2019 Seleção do Campeonato Paulista Melhor goleiro Venceu
Craque da Galera Venceu
2020 Seleção do Campeonato Paulista Melhor goleiro Corinthians Venceu [127]

Referências

  1. «Cássio se torna jogador com maior número de títulos na história do Corinthians». Sport Club Corinthians Paulista. Consultado em 4 de outubro de 2021 
  2. «Cássio 33 anos: maior vencedor da história do Corinthians e melhor goleiro?». Goal.com. 6 de junho de 2020. Consultado em 20 de janeiro de 2021 
  3. «Recordista, Ronaldo afirma: Cássio é o maior goleiro da história do Corinthians». Gazeta Esportiva. 28 de fevereiro de 2019. Consultado em 20 de janeiro de 2021 
  4. «Cássio é o melhor goleiro de todos os tempos do Corinthians? Vote!». LANCE!. 24 de julho de 2020. Consultado em 8 de junho de 2021 
  5. Diego Salgado (25 de abril de 2020). «Cássio defendeu 18 pênaltis no Corinthians, mas ainda está atrás de Ronaldo». UOL. Consultado em 8 de junho de 2021 
  6. a b c Kaio Silva (16 de maio de 2018). «Do Sul para o mundo: Muito prazer, Cássio Ramos». Esportudo. Consultado em 8 de junho de 2021 
  7. Fluminense 1 x 2 Grêmio
  8. «Cassio deixa o Grêmio para jogar no PSV». GloboEsporte.com. 25 de julho de 2007. Consultado em 8 de junho de 2021 
  9. UEFA.com. «PSV-Metalist 2011 História | UEFA Europa League». UEFA.com. Consultado em 27 de janeiro de 2021 
  10. «Goleiro Cássio Ramos deixa o PSV». Goal.com. 28 de setembro de 2011. Consultado em 8 de junho de 2021 
  11. Carlos Augusto Ferrari (11 de dezembro de 2011). «Timão busca três sombras para Julio Cesar em um ano: 'Isso só me motiva'». GloboEsporte.com. Consultado em 21 de julho de 2020 
  12. Paulo, Por Carlos Augusto Ferrari São. «Há quase um mês no Timão, Cássio e Felipe são apresentados no clube». globoesporte.com. Consultado em 27 de janeiro de 2021 
  13. «Mistão do Corinthians vence jogo morno e assume liderança provisória». Terra. 28 de março de 2012. Consultado em 21 de julho de 2020 
  14. Carlos Augusto Ferarri (27 de abril de 2012). «Tite escala Cássio no gol e volta a testar Willian na vaga de Liedson». GloboEsporte.com. Consultado em 21 de julho de 2020 
  15. Rodrigo Vessoni (3 de maio de 2012). «Após ótima exibição, Cássio comemora estreia na Libertadores». LANCE!. Consultado em 8 de junho de 2021 
  16. Elogiado, Cássio celebra atuação: ‘Feliz por ter feito bom trabalho’
  17. «Corinthians x Emelec - Taça Libertadores 2012». globoesporte.com. Consultado em 27 de janeiro de 2021 
  18. Leandro Canônico (20 de maio de 2012). «Com Libertadores à frente, reservas do Fluminense batem os do Timão». GloboEsporte.com. Consultado em 8 de junho de 2021 
  19. «Cássio sobre defesa milagrosa: 'O mérito foi todo meu'». LANCE!. 24 de maio de 2012. Consultado em 8 de junho de 2021 
  20. «Corinthians chega a 562 minutos sem ser vazado na Libertadores». LANCE!. 14 de junho de 2012. Consultado em 8 de junho de 2021 
  21. «Boca Juniors x Corinthians - Taça Libertadores 2012». globoesporte.com. Consultado em 27 de janeiro de 2021 
  22. «Corinthians x Boca Juniors - Taça Libertadores 2012». globoesporte.com. Consultado em 27 de janeiro de 2021 
  23. «Seleção da Libertadores da América tem Neymar e base do Corinthians». GloboEsporte.com. 24 de julho de 2012. Consultado em 26 de julho de 2012 
  24. Léo Rodrigues (16 de dezembro de 2012). «Goleiro Cássio escolhido melhor jogador da final». EBC. Consultado em 18 de dezembro de 2012 
  25. «Goleiro Cássio é eleito o melhor jogador do Mundial». O Globo. 16 de dezembro de 2012. Consultado em 8 de junho de 2021 
  26. Agência Estado (16 de dezembro de 2012). «Cássio é eleito o melhor jogador do Mundial de Clubes». Estadão.com. Consultado em 18 de dezembro de 2012 
  27. «Casillas é eleito melhor goleiro do mundo; Cássio é sétimo». Terra. 4 de janeiro de 2013. Consultado em 21 de julho de 2020 
  28. «Herói de 2012, Cássio sofre com lesões e falhas em 2013». ESPN. Consultado em 27 de janeiro de 2021 
  29. «Boca Juniors x Corinthians - Taça Libertadores 2013». globoesporte.com. Consultado em 27 de janeiro de 2021 
  30. «Santos x Corinthians - Campeonato Paulista 2013». globoesporte.com. Consultado em 27 de janeiro de 2021 
  31. «Corinthians vence São Paulo, conquista inédita Recopa e fica mais internacional». ESPN. Consultado em 27 de janeiro de 2021 
  32. «Corinthians x São Paulo - Recopa Sul-Americana 2013». globoesporte.com. Consultado em 27 de janeiro de 2021 
  33. «Cássio completa 100 jogos pelo Corinthians». Sport Club Corinthians Paulista. Consultado em 27 de janeiro de 2021 
  34. «Bahia de Feira x Corinthians - Copa do Brasil 2014». globoesporte.com. Consultado em 27 de janeiro de 2021 
  35. «Corinthians renova contrato do goleiro Cássio - Superesportes». www.pe.superesportes.com.br. Consultado em 27 de janeiro de 2021 
  36. Paulo, Por Rodrigo FaberSão. «Ídolo, pai e líder: Cássio curte nova fase e celebra crescimento no Timão». globoesporte.com. Consultado em 27 de janeiro de 2021 
  37. Paulo, Por SporTV com São. «Melhor atacante, Guerrero vê pedida financeira ao alcance do Corinthians». sportv.com. Consultado em 27 de janeiro de 2021 
  38. «Cássio é expulso por cera e justifica que não viu a bola no lance». UOL. 8 de fevereiro de 2015. Consultado em 8 de junho de 2021 
  39. Alexandre Lozetti (8 de fevereiro de 2015). «Danilo marca, e Corinthians vence clássico na nova casa do Palmeiras». GloboEsporte.com. Consultado em 8 de junho de 2021 
  40. «Ceni perde pênalti, e Corinthians bate São Paulo no Morumbi». Terra. Consultado em 27 de janeiro de 2021 
  41. «São Paulo x Corinthians - Campeonato Paulista 2015». globoesporte.com. Consultado em 27 de janeiro de 2021 
  42. GloboEsporte.comAssunção, Por; Paraguai. «No Paraguai, Timão joga mal e perde com frango de Cássio e se complica». globoesporte.com. Consultado em 27 de janeiro de 2021 
  43. Paulo, Por GloboEsporte comSão. «Corinthians perde pela segunda vez em Itaquera e cai na Libertadores». globoesporte.com. Consultado em 27 de janeiro de 2021 
  44. «Cássio se diz chateado com críticas da torcida do Corinthians - 16/05/2015 - Esporte». Folha de S.Paulo. Consultado em 27 de janeiro de 2021 
  45. Janeiro, Por SporTV comRio de. «Menos vazado, Cássio ressalta firmeza da defesa corintiana: "Não é de hoje"». sportv.com. Consultado em 27 de janeiro de 2021 
  46. «Cássio recebe placa e camisa especial pelos 200 jogos pelo Corinthians». Terra. Consultado em 27 de janeiro de 2021 
  47. «Corinthians x Goiás - Campeonato Brasileiro 2015». globoesporte.com. Consultado em 27 de janeiro de 2021 
  48. «Corinthians campeão brasileiro 2015 - tudo sobre a conquista do hexa». ESPN. Consultado em 27 de janeiro de 2021 
  49. «Cássio fecha 2015 com 63 jogos pelo Corinthians». Confederação Brasileira de Futebol. Consultado em 27 de janeiro de 2021 
  50. Corinthians não chega a acordo com o Besiktas e desiste de vender Cássio
  51. Diego Ribeiro e Marcelo Braga (10 de maio de 2016). «Goleiro Cássio renova contrato com o Corinthians até dezembro de 2019». GloboEsporte.com. Consultado em 8 de junho de 2021 
  52. «Cássio deve se tornar 4º goleiro com mais jogos pelo Corinthians». Terra. 9 de julho de 2016. Consultado em 8 de junho de 2021 
  53. «Cássio alcança marca de 250 jogos pelo Corinthians e recebe homenagem». GloboEsporte.com. 20 de setembro de 2016. Consultado em 8 de junho de 2021 
  54. «Rodriguinho faz mais um, Timão vence o Flu e avança às quartas de final». GloboEsporte.com. 21 de setembro de 2016. Consultado em 8 de junho de 2021 
  55. «Cássio revela que só não trocou o Corinthians pelo Grêmio por causa de Andrés Sanchez». GloboEsporte.com. 10 de março de 2019. Consultado em 8 de junho de 2021 
  56. Cássio revela que só não trocou o Corinthians pelo Grêmio por causa de Andrés Sanchez'
  57. a b «Cássio, em baixa no Corinthians, vive 2020 com gostinho de 2016... e rara cobrança». Goal.com. 14 de setembro de 2020. Consultado em 8 de junho de 2021 
  58. «Kazim brilha em estreia, e Corinthians goleia Vasco no Torneio da Flórida». GloboEsporte.com. 18 de janeiro de 2017. Consultado em 8 de junho de 2021 
  59. «UFC, expulsões e título: São Paulo bate Corinthians e conquista Torneio da Flórida». GloboEsporte.com. 21 de janeiro de 2017. Consultado em 8 de junho de 2021 
  60. «As imagens do título do Corinthians no Campeonato Paulista de 2017». GloboEsporte.com. 7 de maio de 2017. Consultado em 8 de junho de 2021 
  61. «Com Romero em dia de Basílio, Corinthians empata com a Ponte e conquista o Paulistão». GloboEsporte.com. 7 de maio de 2017. Consultado em 8 de junho de 2021 
  62. «Cássio completa 300 jogos pelo Corinthians nesta quarta e escreve carta à Fiel». GloboEsporte.com. 2 de agosto de 2017. Consultado em 8 de junho de 2021 
  63. «Corinthians supera "nova casa" do Atlético-MG, vence e atinge melhor 1º turno da história». GloboEsporte.com. 2 de agosto de 2017. Consultado em 8 de junho de 2021 
  64. «De virada, na raça e com brilho de Jô. Corinthians bate o Flu e é hepta». UOL. 15 de novembro de 2017. Consultado em 8 de junho de 2021 
  65. «Goleiro reserva brilha, e Corinthians bate PSV na abertura do Torneio da Flórida». GloboEsporte.com. 10 de janeiro de 2018. Consultado em 8 de junho de 2021 
  66. «Corinthians derrota o Palmeiras nos pênaltis e é campeão Paulista pela 29ª vez». iG. 8 de abril de 2018. Consultado em 8 de junho de 2021 
  67. «Cássio: 350 jogos pelo Corinthians e possível convocação para a Copa». BeSoccer. 13 de maio de 2018. Consultado em 27 de janeiro de 2021 
  68. «Corinthians 1 x 0 Palmeiras - Campeonato Brasileiro rodada 5 - Tempo Real - Globo Esporte». globoesporte.com. Consultado em 27 de janeiro de 2021 
  69. «Cássio titular da Seleção? Defesa contra o Botafogo leva corintianos à loucura». Metro Jornal. 19 de julho de 2018. Consultado em 11 de agosto de 2020 
  70. «Defesa do século? Mundo exalta atuação brilhante de Cássio contra o Botafogo». É o Time do Povo. 19 de julho de 2018. Consultado em 11 de agosto de 2020 
  71. «Liverpool anuncia a contratação do goleiro brasileiro Alisson, o mais caro da história». GloboEsporte.com. 19 de julho de 2018. Consultado em 11 de agosto de 2020 
  72. Rafael Brayan (17 de outubro de 2018). «Cássio é o vencedor do prêmio Luva de Ouro da Copa do Brasil de 2018». Torcedores.com. Consultado em 11 de agosto de 2020 
  73. «Corinthians renova contratos de Cássio e Fagner até o fim de 2022». ge. Consultado em 27 de janeiro de 2021 
  74. «Com defesas, Cássio completa 400 jogos pelo Corinthians e se diz motivado por mais marcas». ge. Consultado em 27 de janeiro de 2021 
  75. «Ituano 0 x 1 Corinthians - Campeonato Paulista 2019 rodada 12 - Tempo Real - Globo Esporte». globoesporte.com. Consultado em 27 de janeiro de 2021 
  76. «Corinthians é Tricampeão Paulista e São Paulo mantém jejum de taças - Gazeta Esportiva». www.gazetaesportiva.com. Consultado em 27 de janeiro de 2021 
  77. «Corinthians 2 x 1 São Paulo - Campeonato Paulista Final - Tempo Real - Globo Esporte». globoesporte.com. Consultado em 27 de janeiro de 2021 
  78. «Com 450 jogos, Cássio quer mais no Corinthians: "Não gosto de trabalhar com gente acomodada"». ge. Consultado em 27 de janeiro de 2021 
  79. «Corinthians 1 x 2 Fluminense - Campeonato Brasileiro rodada 38 - Tempo Real - Globo Esporte». globoesporte.com. Consultado em 27 de janeiro de 2021 
  80. «Corinthians vence Dérbi e segue vivo no Paulistão; Palmeiras está classificado». GloboEsporte.com. 22 de julho de 2020. Consultado em 11 de agosto de 2020 
  81. «Corinthians 1 x 5 Flamengo - Campeonato Brasileiro rodada 17 - Tempo Real - Globo Esporte». ge.globo. Consultado em 27 de janeiro de 2021 
  82. «Andrés diz que Cássio fica no clube: "Mais injustiçado desde Rivellino"». www.uol.com.br. Consultado em 27 de janeiro de 2021 
  83. «Cássio, do Corinthians, deixa a Arena de ambulância após choque na cabeça e será avaliado». ge. Consultado em 27 de janeiro de 2021 
  84. Esporte, iG (22 de dezembro de 2020). «Após noite na UTI, Cássio passa bem e esposa tranquiliza torcida do Corinthians». Esporte. Consultado em 27 de janeiro de 2021 
  85. «Cássio recebe alta dois dias após deixar jogo do Corinthians de ambulância». www.uol.com.br. Consultado em 27 de janeiro de 2021 
  86. «Escalação do Corinthians: sem Cássio, Timão finaliza preparação para enfrentar o Botafogo». ge. Consultado em 29 de janeiro de 2021 
  87. «Escalação do Corinthians: Timão terá Cássio de volta e mudanças no meio contra o Fluminense». ge. Consultado em 29 de janeiro de 2021 
  88. «Corinthians 5 x 0 Fluminense - Campeonato Brasileiro rodada 29 - Tempo Real - Globo Esporte». ge.globo. Consultado em 29 de janeiro de 2021 
  89. «Em noite especial no Corinthians, Cássio usará camisa com símbolos pelos 500 jogos». GloboEsporte.com. 28 de janeiro de 2021. Consultado em 8 de junho de 2021 
  90. «Cássio chega a 20 defesas de pênalti pelo Corinthians e se aproxima de Ronaldo Giovanelli». ge. Consultado em 26 de março de 2021 
  91. «PES 2021 lança seleção do futebol brasileiro com 5 do Flamengo». GloboEsporte.com. 29 de abril de 2021. Consultado em 8 de junho de 2021 
  92. «Cássio será o primeiro jogador da história do Corinthians a "fechar" viagens pela América do Sul». ge. Consultado em 4 de maio de 2021 
  93. «Cássio completa 200 jogos na Neo Química Arena: "É um privilégio"». TV Cultura. Consultado em 27 de maio de 2021 
  94. Moraes, Cristian (26 de setembro de 2021). «Cássio alcança marca de 100 clássicos disputados com a camisa do Corinthians». Esporte News Mundo. Consultado em 26 de setembro de 2021 
  95. «Cássio faz 550 jogos pelo Timão neste sábado e alcança Cláudio». R7.com. 1 de outubro de 2021. Consultado em 3 de outubro de 2021 
  96. «Cássio comemora marca de 551 jogos pelo Corinthians: 'Estou trabalhando para alcançar novos números'». Lance!. Consultado em 11 de outubro de 2021 
  97. «Contra o Sport, Cássio vai se tornar o 6º atleta com mais jogos pelo Corinthians». www.uol.com.br. Consultado em 11 de outubro de 2021 
  98. «Após jogo contra Fluminense, Cássio se torna o goleiro com mais partidas sem ser vazado pelo Corinthians». Terra. Consultado em 15 de outubro de 2021 
  99. «Cássio é convocado para a seleção brasileira sub-20 | - Guia da Saúde - SC». clicrbs.com.br. Consultado em 27 de janeiro de 2021 
  100. «Cássio cita Sul-Americano Sub-20 e crê ser possível ir para a Copa - Gazeta Esportiva». www.gazetaesportiva.com. Consultado em 27 de janeiro de 2021 
  101. Brasil vs Uruguay 2007 - Sudamericano Sub 20 Paraguay - Partido completo., consultado em 18 de maio de 2021 
  102. «Brasil cumpre metas, é campeão sub-20 e sela vaga para Pequim - 29/01/2007 - UOL Esporte - Futebol». www.uol.com.br. Consultado em 27 de janeiro de 2021 
  103. «Brasil no Mundial Sub-20 de 2007». Melhores da Base. Consultado em 27 de janeiro de 2021 
  104. Helton é cortado da seleção; Dunga chama Cássio, do Grêmio
  105. Entrando no Jogo - Futebol: Do Brasil para os brasileiros
  106. Com Cássio e mais três do Timão, Dunga convoca Seleção Brasileira
  107. Caras novas: Tite chama Cássio e Luan para duelos contra Equador e Colômbia
  108. «Corintiano Cássio volta à Seleção e será o único "paulista" no jogo em São Paulo». GloboEsporte.com. 15 de setembro de 2017. Consultado em 8 de junho de 2021 
  109. «Brasil x Japão: Cássio entra no 2º tempo e faz sua estreia pela seleção». Jornal de Brasília. 10 de novembro de 2017. Consultado em 8 de junho de 2021 
  110. «Seleção na Copa do Mundo: Cássio, goleiro». Confederação Brasileira de Futebol. Consultado em 27 de janeiro de 2021 
  111. «Cássio e Fagner comemoram convocação para a Seleção e lamentam desfalcar o Corinthians». ge. Consultado em 27 de janeiro de 2021 
  112. «É campeão! Com um a menos no 2º tempo, Brasil vence Peru e conquista sua nona Copa América». GloboEsporte.com. 7 de julho de 2019. Consultado em 8 de junho de 2021 
  113. «Cássio se torna jogador com maior número de títulos na história do Corinthians». Corinthians. 21 de abril de 2019. Consultado em 22 de abril de 2019 
  114. «Cássio bate novo recorde e se torna o jogador com mais partidas pelo Corinthians no Brasileirão». GloboEsporte.com. 3 de dezembro de 2020. Consultado em 8 de junho de 2021 
  115. «Novo recorde: Cássio se torna jogador que mais atuou pelo Corinthians na Copa do Brasil». GloboEsporte.com. 17 de março de 2021. Consultado em 8 de junho de 2021 
  116. «Seleção da Libertadores da América tem Neymar e base do Corinthians». GloboEsporte.com. 24 de julho de 2012. Consultado em 8 de junho de 2021 
  117. «Casillas é eleito melhor goleiro do mundo; Cássio é sétimo». Terra. 4 de janeiro de 2013. Consultado em 8 de junho de 2021 
  118. «PES 2021 lança seleção do futebol brasileiro com 5 do Flamengo». GloboEsporte.com. 29 de abril de 2021 
  119. «Prêmio Goal Brasil 2015: Cássio é o melhor goleiro do Brasileirão». Goal. 9 de dezembro de 2015. Consultado em 14 de agosto de 2021 
  120. «Seleção da Libertadores da América tem Neymar e base do Corinthians». GloboEsporte.com. 24 de julho de 2012. Consultado em 8 de junho de 2021 
  121. «Cássio é eleito melhor jogador do Mundial de Clubes e da final». Terra.com.br. 16 de dezembro de 2012. Consultado em 27 de março de 2017 
  122. «Casillas é eleito melhor goleiro do ano pela 5ª vez seguida. Cássio é o 7º». GloboEsporte.com. 4 de janeiro de 2013. Consultado em 27 de março de 2017 
  123. «Vencedores do Prêmio Craque Brasileirão 2015». CBF.com.br. 30 de novembro de 2015. Consultado em 27 de março de 2017 
  124. «CORINTHIANOS MARCAM PRESENÇA NA PREMIAÇÃO DO TROFÉU MESA REDONDA». MeuTimao.com.br. 14 de dezembro de 2015. Consultado em 28 de março de 2017 
  125. «Alô, Tite! Vanderlei quebra 'jejum' de 44 anos e leva Bola de Prata». ESPN. 4 de dezembro de 2017. Consultado em 4 de dezembro de 2017 
  126. «Com mais de 76 mil votos, a galera escolheu o Cássio, do SC Corinthians Paulista, como o melhor goleiro da Copa Continental do Brasil 2018!». Facebook CBF. 18 de outubro de 2018. Consultado em 18 de outubro de 2018 
  127. «Torcedores criticam seleção do Paulistão; Cássio é o principal 'alvo'». 10 de agosto de 2020. Consultado em 8 de junho de 2021 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Cássio Ramos