Cânone budista tibetano

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

O cânon Budista Tibetano é lista de textos sagrados de várias seitas do Budismo Tibetano.

Em adição aos textos sutrayana do Budismo Inicial (a maioria Sarvastivada) e de fontes Mahayana, o cânon tibetano inclui textos tântricos.[1]

Notas e referências

  1. Tibetano: rgyud. A distinção entre sutra e tântra não é rígida. Por exemplo, em algumas edições a seção tântra inclui o Sutra do Coração (Cf. Conze, The Prajnaparamita Literature, Mouton, the Hague, 1960, page 72.) e até mesmo versões do cânon páli (Mahasutras, Peter Skilling, Pali Text Society, volume I, page xxiv. A abreviação DN encontrada lá na lista do autor, página xv, significa Digha Nikaya, que é parte do cânon páli.)