Célula caliciforme

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Célula caliciforme
Gray1060.png
e: célula caliciforme
Latim exocrinocytus caliciformis

Célula caliciforme ou célula em "gobelet" ("cálice", em francês) é uma célula colunar encontrada nos epitélios das mucosas dos tratos respiratório e digestivo. São células glandulares polarizadas (apenas secretam numa porção da membrana celular) do tipo mucoso. Elas secretam mucina, que se dissolve na água formando muco. Elas usam tanto os mecanismos apócrino e merócrino para a secreção da mucina.

As células caliciformes são facilmente identificadas pelo seu núcleo basal e restante volume celular ocupado por grandes e redondos grânulos de muco. Na visualização pelo microscópio óptico convencional, geralmente o tecido é submetido ao preparo histológico de inclusão em xilol, o que faz o muco ser removido. Na coloração de rotina em HE (hematoxilina e eosina) a região dos grandes e redondos grânulos de muco é visto em coloração clara.

Localização[editar | editar código-fonte]

Encontram-se espalhadas pelos limites epiteliais de alguns órgãos, tal como no trato intestinal e respiratório.[1] Encontram-se dentro da traqueia, brônquio e bronquíolo no trato respiratório, intestino delgado e cólon no trato intestinal, e na conjuntiva da pálpebra superior do olho.

As células caliciformes podem ser um indício de metaplasia se forem encontradas no esôfago, como acontece no Esôfago de Barrett.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Imagens adicionais[editar | editar código-fonte]